25 de fevereiro de 2013

O Mundo sem MEDO

O MEDO é a maior emoção do homem, é maior até que o amor, e ela que nos move pra frente(ou pra trás).
Mas e como seria o mundo SEM MEDO? A Super Interessante nos mostra:


Quem diria: aquele frio na espinha na hora de pular do trampolim é essencial para a nossa vida. O medo acaba com a gente quando estamos vendo um filme de terror ou tentando pular na piscina, mas, sem ele, não seríamos nada, coisa nenhuma. Na ausência do medo, não teríamos nenhuma reação em situações de perigo, como a aproximação de mastodonte na idade do gelo ou quando o carro vai dar de cara no poste. Essa proteção acontece involuntariamente: a sensação de temor chega antes às partes do cérebro que regem nossas ações involuntárias que ao córtex, a casca cerebral onde está o raciocínio.

Além desse medo primordial, existe o medo criado pela mente. Afinal, não corremos risco iminente de não perpetuar a espécie quando gaguejamos diante de uma possível paquera, ao tentar pedir aumento para o chefe ou quando construímos muralhas e bombas atômicas. Pelo contrário. “O medo de ser ridicularizado ou menos amado pelo outro é a fonte de neuroses e fobias sociais, mas está presente em todas as pessoas”, diz a psicóloga Maria Tereza Giordan Góes, autora do livro Vivendo Sem Medo de Ter Medo. E o que aconteceria se seguíssemos com o medo involuntário mas deixássemos de ter o medo imaginário? Pois é, também não seríamos muita coisa.

O medo é um conceito fundamental para Freud, o pai da psicanálise. Segundo ele, é o medo da castração, de ser ridicularizado ou menos amado, que faz os homens lutar por objetivos e se submeter a provas sexuais e sociais. Sem medo, poderíamos ficar sem motivação de competir, inovar, ser melhor que o vizinho. Pior: viveríamos num caos danado, já que o medo de ser culpado e castigado é raiz para instituições e religiões. “Nunca uma civilização concedeu tanto peso à culpa e ao arrependimento quanto o cristianismo”, afirma o historiador francês Jean Delumeau, autor do livro História do Medo no Ocidente.

“O medo se reproduz na forma da autoridade física e espiritual”, afirma a psicanalista Cleide Monteiro. “Ele está na base de instituições que podem ser opressoras, mas fazem a sociedade andar para a frente longe de barbáries.” Para a psicanálise, funciona assim: quando eu reconheço em mim a possibilidade de fazer mal a alguém, a enxergo também em você, então passo a temê-lo. Para podermos conviver numa boa, criamos coisas superiores para temer, como a polícia e a religião. Sem o medo, não teríamos nada disso. Sairíamos direto na faca.


O horror, o horror
Caos dominariao mundo se o medo deixasse de existir

[leiamais]

Deus, que Deus?
A religião seria a primeira idéia a ficar obsoleta. Sem o medo do desconhecido, do que pode nos acontecer no futuro ou de catástrofes naturais, a imagem de seres superiores desapareceria. Com ela, sumiriam todos os códigos morais construídos pelos homens e vinculados à religião, como a noção de culpa e pecado.

Barbárie
A falta de culpa e pecado poderia causar horror total na sociedade. Fora os atos criminosos que não cometemos simplesmente porque não achamos correto, colocaríamos em prática todos aqueles que temos ímpeto de fazer mas somos freados pelo medo de ser condenados. Discussões, brigas, assassinatos e até estupros explodiriam.

Sem futuro
Medos imaginários são tidos como a causa de várias ações que tomamos para ter uma vida digna, saudável e estável, como comprar uma casa ou tentar ser promovido. Sem medo, nossa vida teria poucos objetivos e preocupações. Seríamos hedonistas, bêbados e glutões e não ligaríamos para o que poderia acontecer no dia seguinte. Morreríamos ainda jovens.

Racismo
O mundo seria um caos sem medo, mas talvez as nações e raças vivessem mais em paz. “O racismo é a exacerbação do medo coletivo de ser atacado”, afirma a psicanalista Cleide Monteiro. Como o racismo é a fonte de grande parte da segregação, teríamos mais miscigenação – pelo menos nessa área, a situação ficaria mais justa.

Terra sem lei
Além de surgirem cenas de horror pela rua, não haveria ninguém para julgar os crimes, como a Justiça, já que as noções de pecado e culpa seriam diferentes. Também deixaria de existir a preocupação com o que o outro pode fazer quando você anda na rua. Ou seja: não existiriam leis ou instituições jurídicas para condenar quem não as cumprisse.

Tecnologia zero
Não teríamos medo, mas também não teríamos tecnologias feitas para nos proteger do imprevisível, como pára-raios ou açudes. A indústria bélica seria afetada: em vez de armas que possibilitam atacar de longe, sem mostrar o rosto e sem chance de contra-ataque, sairíamos na faca em brigas de esquina e nas guerras entre países. Remédios? Para que se preocupar com isso...


Fonte: Super Interessante
Bons Pesadelos...

28 comentários:

Mario disse...

seria o fim dos antivirus :S

RavenClaw~ disse...

O.O Pois imagine!

RavenClaw~ disse...

O.O Pois imagine!

Allan Andrade disse...

Que coisa esse medo, não?

Ana Davis disse...

Sem o cristianismo viveríamos no caos? Os argumentos ai tão um pouco invertidos.
Tem umas análises legais, mas ô textinho mais ou menos.

Binho disse...

Teoria interessante...

Duda- chan disse...

Gostei da teoria =D

Leon Leonidas disse...

É como o meu pai sempre diz "Medo é normal, sem ele nunca olharíamos para o sinal na hora de atravessar..." Gostei bastante da teoria e acho medo essencial na vida, para mim ele serve para quebrar barreiras na vida e crescer, subir...

SweetBeeMine disse...

Interessante.
Uma sensação tida como ruim, ser tão essencial assim.

Fallen Angel disse...

Não acho o Medo maior que o amor... na minha opinião só existe dois sentimentos equiparáveis o Amor e o Ódio como o Yin e o Yang...

Fallen Angel disse...

Não acho o Medo maior que o amor... na minha opinião só existe dois sentimentos equiparáveis o Amor e o Ódio como o Yin e o Yang...

kiumy usomora disse...

ironico algo q é considerado ruim na verdade é bom :p

Violet demise disse...

todas os sentimentos mesmo eles sendo considerados ruins são essências para a vida se formos analisarmos bem... principalmente o medo! apesar de que eu nunca considerei o medo como algo ruim, assim com a dor, faz parte da vida...

Rafael Andria disse...

O medo não é uma necessidade, já passa a ser vista com regra. Esse artigo não é tão estranho pra mim, já li um conceito parecido, mesmo não querendo, o medo vai existir, não que ele nos mova na vida, mas que ele faça tudo ter um pouco de graça, talvez. A sede de posse, por exemplo, também é encarada como medo, o medo da esposa perder seu marido ou vice-versa. É uma faca de dois gumes. Tsch.

EQW disse...

"Sem o cristianismo viveríamos o caos"
Acredito que ali o autor quis dizer que O cristianismo foi que impôs muitas das regras básicas da sociedade atual, como não andar pelado na rua, o Cristianismo mostrou para a sociedade o pudor, o não poder matar o próximo e etc, isso não nasce com o ser humano, acredito eu.
Muito bom o texto, post muito interessante!

Fernando disse...

Texto chato,aprenas.

Sáparo disse...

Muitos animais tem ética e moral. Associar isso à religião é o cúmulo da megalomania. É como dizer que o deus que você inventou criou o Universo.

Bruno Cesar disse...

no mundo sem medo as pessoas ñ teria coragem

Bruno Cesar disse...

e seria chato tmb kkk

KLEBER disse...

Imagine all the people ♫... Sem medo... Que bagunça! O_O

asd disse...

Sáparo

Vc n ta falando serio né??? Animais não tem ética, nem moral... Tanto que de vez em quando um acaba matando o outro...

Aine Armid disse...

Acho que num mundo sem medo, alguém iria dizer "esse pedaço de terra é meu", e o resto diria "é o caralho", e não existiria propriedade privada, tudo seria de todos. Não acho que falta de medo traga coisas ruins, pelo contrário. O medo manipula as pessoas. Se vc não tem medo de matar, o outro também não. Como ninguém teria medo de matar ou morrer, ninguém iria prejudicar o outro por puro bom senso. E não seria o medo que te impediria de lutar pela sua liberdade. Viveríamos menos, mas seríamos mais felizes.

wagner disse...

"asd disse...

Sáparo

Vc n ta falando serio né??? Animais não tem ética, nem moral... Tanto que de vez em quando um acaba matando o outro..."
E os homens que tem ética e moral quase não se matam, né?
Sério, gostei muito do texto. Mas tem coisas que teria que se discutir bastante pra chegar a um consenso. Por exemplo, uma dúvida. Auto preservação é medo de morrer? Mas tipo, como num episódio de "Além da Imaginação", gostaria de viver num mundo assim por um dia que fosse. Saber como é a sensação de não ter medo de nada

Futanary Kyu-chan disse...

tipo, eu não sinto medo xD
e é por isso que hoje eu to todo quebrado kkkk

Sáparo disse...

Para os religiosos megalomaníacos de plantão (nem todo religioso é megalomaníaco). Antes de me criticar poderiam gastar 3 minutos do seu tempo procurando no google.

http://www.telegraph.co.uk/earth/wildlife/5373379/Animals-can-tell-right-from-wrong.html

Aqui um exemplo da ação desse leopardo - que provavelmente já havia sido convertido ao cristianismo

http://www.youtube.com/watch?v=0mE3eLSntAs

Oliver Sanders disse...

aaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

Pedro Adib disse...

QUEM FOI O FILHO DA PUTA QUE ESCREVEU ESSE TEXTO?
O negócio agora é dizer pras pessoas que elas devem sentir medo? Agora o ser humano, além de medroso, é irracional? O medo te bloqueia de qualquer outra emoção, boa ou ruim, que você possa ter, mano. Quem tem medo vive em estado de alerta e isso éu uma bosta em todos os sentidos. Ele mantém parte do seu foco direcionado a coisas em que muitas vezes nem faz sentido você temer. E só alguém muito retardado negaria que um bom progresso depende de foco. O medo atrasa o seu progresso, irmão. Se livra dele. É por isso que muita gente tem problemas como desatenção, insônia (não necessariamente causada pelo medo em si), stress nos lugares familiares e introversão nos ocasionais. O medo nasce em casa e deve morrer lá. E eu não to falando de medo de escuro nem do que tem nesse tipo de site e conteúdo em geral. Dessas porra aí só retardado tem medo também. Tudo um bando de troxa.

Pedro Adib disse...

QUEM FOI O FILHO DA PUTA QUE ESCREVEU ESSE TEXTO?
O negócio agora é dizer pras pessoas que elas devem sentir medo? Agora o ser humano, além de medroso, é irracional? O medo te bloqueia de qualquer outra emoção, boa ou ruim, que você possa ter, mano. Quem tem medo vive em estado de alerta e isso éu uma bosta em todos os sentidos. Ele mantém parte do seu foco direcionado a coisas em que muitas vezes nem faz sentido você temer. E só alguém muito retardado negaria que um bom progresso depende de foco. O medo atrasa o seu progresso, irmão. Se livra dele. É por isso que muita gente tem problemas como desatenção, insônia (não necessariamente causada pelo medo em si), stress nos lugares familiares e introversão nos ocasionais. O medo nasce em casa e deve morrer lá. E eu não to falando de medo de escuro nem do que tem nesse tipo de site e conteúdo em geral. Dessas porra aí só retardado tem medo também. Tudo um bando de troxa.