3 de março de 2009

Enigma das crianças verdes

Me lembro da matéria em uma revista antiga chamada "mistério", que como toda revista sobrenatural faliu... Ela falava do caso que nunca teve solução das crianças verdes...

As crianças apareceram não se sabe de onde. Eles falavam uma língua desconhecida, usavam estranhas roupas. Não comiam e tinham uma pele verde. Eles pareciam não ser deste mundo. Quem eram eles e de onde vieram?
Essas crianças misteriosas entram em nosso mundo através de uma janela do tempo, de outra dimensão ou emergiram do submundo? Depois de muitos anos, muitas pessoas têm se ocupado com estas questões, tentativas para encontrar uma explicação para essa estranha ocorrência que só torna o caso mais inexplicável.

A história começou há muito tempo atrás; as duas notáveis crianças foram descobertas na vila de Woolpit, em SuffolkUK. O incidente se deu durante o regime do rei Stephen da Inglaterra (1135-1154), numa época difícil. Os camponeses estavam trabalhando quando as duas crianças, um garoto e uma garota, repentinamente emergiram de um fosso profundo. As pessoas ficaram de olhos arregalados diante do fato.

Estavam vestidas com roupas de material nada familiar e suas peles eram verdes. Era impossível falar com eles por que tinham um dialeto desconhecido. Os dois foram levados para o dono do feudo, Sir Richard de Caline. Obviamente, eles estavam tristes e choraram por vários dias.
Os pequenos esverdeados se recusaram a comer e a beber qualquer coisa até que alguém ofereceu feijão ainda no talo para eles. Eles sobreviveram comendo feijão por vários meses. Mais tarde eles começaram a comer pão. O tempo passou, o pequeno e esverdeado garoto entrou em depressão, adoeceu e morreu. A garota adaptou-se melhor a sua nova situação. Ela aprendeu a falar inglês e gradualmente sua pele foi perdendo a cor verde. Mais tarde se tornou uma saudável jovem e se casou.

Ela era sempre perguntada sobre seu passado e de onde tinha vindo, mas tudo que falava só fazia aumentar o mistério sobre suas origens. Explicava que seu irmão e ela tinham vindo de "uma terra sem sol", com um perpétuo crepúsculo. Todos os habitantes eram verdes. Ela não tinha certeza exata onde se localizava sua terra. Ainda, ela chamava de "Luminous" a outra terra, que era cruzada por um "rio considerável" separando o mundo deles.

Também são inexplicáveis como as crianças apareceram naquele fosso. A garotinha disse que ela e seu irmão estavam procurando o rebanho do pai e seguiram por caverna escutando o som dos sinos. Vagaram na escuridão por um longo tempo até que acharam uma saída; de repente, eles ficaram cegos por um clarão de luz.
A luz do sol e a temperatura diferente deixaram-nos cansados; descansavam quando ouviram vozes, viram pessoas estranhas e tentaram fugir. Entretanto, não tiveram tempo de se mover da boca do fosso onde foram descobertos. As fontes originais dessa história são William de Newburgh e Ralph de Coggeeshall, dois cronistas ingleses do século 12.

Muitas explicações têm aparecido para o enigma das crianças verdes. Uma das teorias sugeridas é que as crianças eram imigrantes flamengas que sofreram perseguição. Seus pais teriam sido mortos e o garoto e a garota se esconderam na floresta. Esta ideia explicaria as roupas diferentes, mas não esclarece o fato das crianças falarem uma língua desconhecida, embora alguns habitantes locais achassem que era uma corruptela de flamengo.
Outros sugerem má nutrição ou o envenenamento por arsênico como a causa da pele verde. Também havia um rumor que um tio tentou envenenar as crianças, mas isso nunca foi confirmado. No entanto, outras pessoas como o astrônomo escocês, Duncan Lunan, sugeriam que as crianças eram alienígenas enviados de outro planeta para a Terra.

De acordo com outras teorias, as crianças vieram de um reino subterrâneo ou, possivelmente, de outra dimensão. Poderiam as crianças verdes de Woolpit ter vindo de um mundo paralelo, um lugar invisível ao olho nu? É importante lembrar que a garota disse que "não havia sol" no lugar de onde ela teria vindo. Disto se pode deduzir que ela habitava de um mundo subterrâneo. A verdadeira origem das crianças nunca foi descoberta e este caso continua um mistério.




Bons Pesadelos...

11 comentários:

Anônimo disse...

bom post apesar de não gerar medo gera curiosidade!!parabens!!!

Anônimo disse...

Parabens pelo post gostei muito .
no site http://www.ceticismoaberto.com/fortianismo/cverdes.htm
fala sobre esse curioso caso com alguns detalhes muito inressantes!

[D]a[N]ie[L] disse...

Ótima história! Fiquei mt curioso Oo

lol disse...

Gostei. véi.
Belo post. ^^

Vinnye disse...

Muito interessante!
www.bassdownloads.blogspot.com

BяüИø Kµяågåяä disse...

Post ESTILO pequena estrela

PARABENS aew CARA

Anônimo disse...

nao tinha sol pq era no meio de um matagal, como eram sem nocao na epoca etc, o pai deles devem ter morrido ou abandonado eles.
verde eles podem ter pegado fungos pq nao tinha sol.

Vic~ disse...

Sabe que o exército já encontrou muito túnel por ai sem fim e sem explicação.

Muitos dizem sobre uma civilização embaixo da gente.

Penso que se for verdade, eles seriam verdes pela falta da vitamina que a pele produz quando exposta a radiação solar.
Por gerações, as pessoas poderiam, pouco a pouco, ir ficando verdes. E, quando exposta ao sol novamente, a pele foi ficando normal pq das vitaminas ;D

Míìh disse...

ain credo. quando li o titulo , axei meio idiota so q quando fui lendo a istoria... foi ficamndo + interessante

? disse...

nao tinha sol pq era no meio de um matagal, como eram sem nocao na epoca etc, o pai deles devem ter morrido ou abandonado eles.
verde eles podem ter pegado fungos pq nao tinha sol. cara...v c eh lamentavelmente cetico.... prefiro acreditar q els eram d outra dimensao ( como c o mato cobrise o sol e fungos deixassem toda pele verde e ainda com roupas q n eram "rasgadas" e sim "estranhas")

Keeviin '-' disse...

Outra Dimensão, essa é uma coisa que eu SEMPRE acreditei. Creio que existam várias dimensões e isso é incrível mas infelizmente não vou estar vivo para descobrir a verdade sobre elas.