2 de abril de 2010

Conto - Festa Macabra

Tem algumas pessoas pedindo contos no MEDO B, e outras me enviando contos, então hj resolvi aproveitar o feriado pra postar um. Comentem falando se estão gostando ou não, posto mais ou não ?

Esse primeiro conto é da escritora Priscilla Vasconcelos.
O conto fala sobre uma festa que recebe um visitante muito "animador"...


FESTA MACABRA


Uma banda de garagem tocando alto. Bebidas, cigarro e sexo rolavam sem a supervisão de um adulto responsável.
Uma festa de adolescentes que já tinha entrado na história de melhor festa do ano.

Uma figura estranha vinha andando na escura rua. Parou em frente a casa festeira. A maioria não prestou atenção nele. Mas alguns apontaram e riram. Afinal era engraçado um homem de terno verde mofo com uma flor presa no bolso e sapatos vermelhos de palhaços. O rosto todo pintado de branco, batom preto, puxando para os lados, fazendo uma expressão sorridente, o desenho das sobrancelhas fazia parecer que estava com raiva e nariz de palhaço era um toque especial. Os cabelos avermelhados cheio de gel jogados para trás.

Ele foi caminhando, entrando na casa. Fechou a porta, olhando tudo em volta. Ele foi para a sala de estar, até o palco improvisado em cima da mesa de jantar.

O palhaço subiu na mesa e empurrou o vocalista. Ele caiu com as costas no chão. Mas não se machucou, logo em seguida se levantou. O baterista parou de tocar. O guitarrista saiu antes que fosse empurrado.

Todos começaram a vaiar e jogaram copos de cerveja no palhaço.

Ele ignorou. Sorriu e disse ao microfone:

- Boa noite criançada!

Um garoto, que já estava bêbado. Querendo impressionar qualquer garota, subiu na mesa.

- Hei palhação, você errou de festa.

- Olha só, temos um voluntário! – exclamou o palhaço pegando o garoto pelo braço – Garoto, qual o seu nome?

- É Marcus. – respondeu o garoto sem entender porque ele estava respondendo

- Marcus! – gritou o palhaço – Menino Marcus, você gosta de mágica?

Antes que ele respondesse, o palhaço continuou a falar.

- Eu vou fazer uma mágica para você.

O palhaço pegou uma pinça do bolso. Enfiou no nariz de Marcus.

Todos gritaram horrorizados. Mas parecia que Marcus não sentia dor.

- Tádam! – gritou o palhaço puxando a pinça do nariz do garoto

Marcus coçou o nariz. Espirrou. Uma gosma acinzentada escorreu de seu nariz.

Todos fizeram careta de nojo.

Marcus sentou no chão com uma expressão de abobalhado com a gosma ainda escorrendo e chegando até sua boca.

O palhaço gargalhou.

- Quem será meu próximo ajudante?

Todos saíram correndo para a porta, mas ela estava trancada. A maçaneta nem girava.

O palhaço soltou uma gargalhada.

- Vocês não podem sair no meio do show.

O palhaço jogou a pinça num canto e botou as mãos nos bolsos.

Quando mostrou as mãos, tinha em cada uma, um testículo.

Todos gritaram enojados.

- não se preocupem meninas. Essas não são minhas. Alguém aí sente um vazio nas calças? – perguntou rindo

O garoto que tentava abrir a porta colocou a mão dentro da calça e ao notar que os testículos que o palhaço segurava eram os dele, saiu correndo gritando para o banheiro.

- Ah, pra quê o desespero? Eu vou devolver!

Ele começou a fazer malabarismo. Girava e até rolava no chão enquanto as bolas estavam no ar.

Marcus parecia ser o único que estava gostando. Sorria e batia palma como uma criança de dois anos.

- Tádam! – o palhaço fez uma pose e ficou esperando que os testículos caíssem em sua mão, mas quicaram em sua cabeça e rolaram pelo chão.

Alguns acharam engraçado. Mas conteram o riso.

- Ora bolas. – O palhaço saiu da pose e botou as mãos nos bolsos novamente.

Ele desceu da mesa e foi em direção a uma menina que estava mais próxima do palco. Quem estava próximo a ela, recuou uns passou.

- Como você se chama menininha? – perguntou o palhaço

- Letícia. – respondeu ela receosa.

- Oh, Letícia! Muito prazer.

Ele tirou a mão direita do bolso e estendeu para ela.

Ela, mesmo com medo, apertou a mão.

Uma corrente elétrica atravessou todo seu corpo. Seu cabelo ficou todo em pé. Seu corpo tremeu todo. Fumaça saía da mão que estava apertando a do palhaço.

Os outros olhavam aterrorizados. Não sabiam o que fazer, nem podiam tentar tirá-la.

O palhaço gargalhava e dava pulinhos.

Quando a soltou, ela caiu no chão ainda tremendo, saindo fumaça. A palma da mão em carne viva.

- Ela está pegando fogo!

Ele apertou a flor e um líquido amarelado saiu espirrando em todos que estavam em volta.

- Esse troço cheira a mijo! – exclamou um dos garotos que foi molhado

O palhaço continuava gargalhando. Foi saltitando até a mesa e subiu nela novamente.

- Bom criançada! Agora para o meu grand finale... Eu vou precisar de mais um voluntário.

Ele pegou o banquinho que o baterista usava e botou em cima da mesa.

- Vamos lá. Não sejam tímidos. Você! – ele apontou para um dos garotos que tentava ajudar Letícia. – É você mesmo. Venha aqui.

O garoto levantou do chão e andou até a mesa.

- Suba aqui, garoto. Não fique com medo. Eu não mordo. – ele deu um sorriso macabro mostrando os dentes amarelados e quebrados, alguns manchados de batom, outros podres.

O garoto subiu na mesa mesmo com medo.

- Diga, garoto, você gosta de marionete?

-É, gosto. – respondeu o garoto com a voz tremula

- Então o que acha de virar uma?!

O palhaço deu um tapa na testa do garoto e de repente ele caiu no chão, mole, mas fazendo barulho de madeira. Ele só conseguia mover os olhos.

Todos gritaram apavorados. Marcus continuava sentado num canto da mesa batendo palma.

O palhaço pegou o garoto-boneco, se sentou no banco e colocou o boneco em seu colo. Enfiou a mão por debaixo da camisa dele e ele começou a mover a cabeça.

- Eu tenho que dizer. Não sou muito bom em falar sem mexer a boca. – disse o palhaço sorrindo

- É, você é um merda mesmo. – disse o boneco, dava mesmo para notar a boca do palhaço se movendo, mas ele disfarçava bem. – O-ou. Olha a hora.

O palhaço olhou para seu relógio de pulso.

- É mesmo! Três horas. Hora de ir embora! – exclamou, se levantando, deixando cair de cara no chão o boneco-garoto – Então agora sim, meu grand finale.

Ele fez uns movimentos com as mãos, querendo causar mistério. Tirou o paletó, colocou em sua frente e jogou sobre si mesmo. Então o paletó caiu direto no chão. Ele havia desaparecido.

As luzes da casa piscaram. Quando voltaram ao normal. Todos se entreolharam. O garoto-boneco virara só garoto. A menina eletrocutada levantou do chão assustada, parecia bem, mas com os cabelos todos em pé. Marcus saiu de cima da mesa. Ele parecia não lembrar do que tinha acontecido. Só limpava a gosma de seu rosto na camisa. O garoto saiu do banheiro sentindo-se aliviado.

Um dos adolescentes foi até a porta. Girou a maçaneta e a porta se abriu tranquilamente.

Todos saíram correndo sem olhar para trás.

Foram para suas casas e não comentaram nunca mais sobre aquela festa macabra.


Como fã de palhaços amei esse conto... kkkkkkkkkkkkkkkkk e vocês criançada ???
Bons Pesadelos...

53 comentários:

Will disse...

olha, faz tempo que não vejo um conto aqui no MEDO em, o conto ta de parabéns, bem interessante.

Mr. Yck disse...

Gostei, adoro ler contos
Acho que um por semana ta de bom tamanho ;D

Que tal um concurso pro melhor conto, algo assim? Seria interessante...

Pena que teve um final feliz kkkk

Mas ainda assim, muito bom :}

Kiem disse...

Muito bom

po concordo com o yck com final feliz fica complicado


posta mais medo

joão marcelo disse...

muito massa o conto bem macabro!! ps:tirando o final feliz ficou super irado!! parabens

quandocomeçarofrio disse...

Cara muito maneiro
tipo so o esqueceram que ficou um pouco chato, eles podiam ver ele nas janelas olhando pra eles ou na festa de um primo fazendo brincadeira com as crianças. Muito maneiro mesmo, acho que um por semana tá otimo que nem yck falou

Anônimo disse...

História muito boa!
Imaginem, acrescentando mais alguns truques do palhaço para aumentar a história, daria um bom filme!!!

Parabêns!!

ElvisAraujo

Lalá disse...

odiei o final... se for desse jeito até eu qro um palhaço desse na minha festa...

NIKOLAS disse...

Adorei o conto, mas o final foi muito ''bonzinho'' e o palhaço me lembrou o Coringa(daí eu gostei) :D

Bruna Ugá disse...

Se não comentaram nunca mais, como você sabe?

Oh não, o Medo é o palhaço!

pisces disse...

massa a historia, so o final mesmo q estragou =/

ian disse...

o medo,vc n ta respondendo meus e-mails

Priscilla Vasoncelos disse...

Ok. Sem mais finais felizes. Anotado. Nos próximos faço um final bem sanguinario.

MEDO B disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Viuu Priscilla, eu te falei.
Você devia ler pelo menos 1 Goosebumps, pq eles fazem os finais PERFEITOS :p

Pimenta disse...

Êeeee , eu gosto!
Se rolar concurso eu entro também.
bjos

StarBlack . disse...

nem curti o final, mas gostei do conto (:

Vinícius disse...

Que paia, Foi legal mas tava óbvio que tinha janelas e ningu´me tentou fugir por elas, Se o palhaço ergue sua mão a você o que você faz? aperta? eu sou um soco nele. '-'

Mas ai parabéns, uma por semana é ótimo \'-'/

L xx disse...

queria morte :(

Juh Roquetinha disse...

eu ñ gostei não, mas continue postando...

Emery disse...

Achei super interessante a história mesmo com um final muito ''bonzinho'' como disse o Nikolas.

Ainda sim eu adorei!!!

Liniker Jordan :D disse...

não é macabro, teve um final feliz '-'

Anônimo disse...

putz esse conto é grande medob!
posta um kanininho pros preguiçosos como eu beleza?

Pris disse...

Grande?!
HAHAHAHA
Morri de rir com o anonimo acima.

Yuu disse...

Grande?!
HAHAHAHA
Morri de rir com o anonimo acima.[2]
~~~~~~

Queria dar uma sujestão para o MedoB... .-.
Não sei se a ideia é boa mas... Que tal falar um pouco mais sobre mitologia? deuses, criaturas, lendas, fim do mundo de acordo com cada uma... ^^
Acho que seria um tema legal.. falar por exemplo sobre doppelganger, as banshees (como já foram citadas em algum podcast), beelzebub, baphomet, etc e etc...
Erm... é só uma sujestão hehe... Pensem com carinho =P

Anônimo disse...

quero mais contos no medo b

Anônimo disse...

NOSSA
PODIA TER SEMPRE CONTOS ASSIM
AMEI

Pistache disse...

Amei o conto !!! eu já não gostava de palhaços imagina agora ^^ mesmo assim gostei espero ver outros contos assim. quem sabe eu não mande um dos meus ...

Rodrigo disse...

Otimo! Adoro cntos macabros... Aguardem, me deu vontade de voltar a escrever... Vou mandar meu conta para vocês do MEDO!

Anônimo disse...

*---* amei, ASUIASHUASHUmas eu odeio palhaço :/

Anônimo disse...

era pra dar medo?

Ninja disse...

Parece com aquele palhaço do filme spwan ¬¬

Diogo.pnb disse...

Há massa,
eu tava lendo de boa e quando terminei, e cai em mim eu tava a uns 3 centimentros do monitor ^-^

Anônimo disse...

Aew .. muito bom !
pena não ter mais contos, se puder postar mais alguns.. ;D

Maria Lúcia Menezes de disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Malú disse...

Eu adorei, mas confesso tenho pavor de palhaços desde a infância....
Nota 10

Geovanahh disse...

Adorei esse conto, Belo post.
Nota 10

Anônimo disse...

muito bom

george disse...

da pra virar uma SERIE ! aihauihaiuh

Tiisa disse...

esse palhaço é muito bonzinho q
mas o conto é bom :D

vitor disse...

deemais caara, curti o conto, ate pelo fato de ter tido um final feliz foi interessante

Titila disse...

Idéia boa...bem escrito...final feliz=FAIL.
Mas é bacana a ter contos por aqui...

Anônimo disse...

nossa, eu tenho fobia de palhaços , mal dei conta de ver o final, mais como um todo , a história é boa e interessante, tirando o meu medo de palhaços, kkk '

Anônimo disse...

A história é muito boa. Adorei, fiquei presa a leitura do conto. Nee.. mas como já disseram aí, o final bem que podia ser mais macabro, pois admito que me decepcionei um tiquin com o final. Mas de resto está tudo muito bom! *-*

Marcella disse...

Uiii!!
sempre tive um receiozinho com palhaços..
muuito bem bolado! o fim achei que ficou legal pq o palhaço simplesmente sumiu dando um ar de que poderia voltar a qlqr hora e meio que enlouqueceu a todos.. achei maaraaa!!
Podiam botar mais contos dela.. a maneira de escrever perssuasiva dela é muito boa!
Parabéns!

Kamila . disse...

Adorei medo...
Tbm sou fã de palhaços.
=*

Meel disse...

essa história é muito interessante
continuem postando contos, são muito legais

Geh disse...

otimo amei esse conto macabroo

Gisele disse...

Curti a história porque AMO palhaços malvados *-*

Mas o final podia ser mais macabro...

Anônimo disse...

A idéia principal foi boa, mas foi mal aproveitada. De 0 a 10, 5. :D

Anônimo disse...

Muito bom o conto!
muito mesmo,a unica coisa q eu melhoraria era no final, em vez de tudo voltar ao normal, as crinças ficarem daquele jeito mesmo, a porta destrancasse depois que o palhaço fosse embora e o resto fugisse XD, mas essa é apenas minha opinião
ah, podia ter um conto assim toda semana, eu ia adorar ler mais contos!!

Doctor disse...

Nossa foi show esse conto!!!....po pga um dia de semana ai pra posta sempre um conto macabro >=)

Beeth Asphixya' disse...

Não gostei haha' achei fraco..sou mais o da menina quem tem a boca "rasgada"

Agatha Fernandes disse...

Eu gostei do conto, mas merecia um final melhor, ou triste ou que pelo menos explicasse o que o palhaço estava fazendo justamente naquela festa!

Frank Lucas disse...

Muito show seu site o dono esta de parabéns se quiser pode colocar o link dele no meu site:

 Tatuagens masculinas 
Tatuagens de dragões 
Tatuagens nas pernas  
Tatuagens tribal  
Tatuagens de carpa  
Tatuagens de fênix  
Tatuagens de tigre  
Tatuagens de águia  
.