31 de maio de 2010

H.P. Lovecraft

Pois é, galere, vocês pediram e, depois de muito tempo, acho, eis aqui um post especial sobre ele, um dos maiores escritores de terror que já existiu: H.P. Lovecraft.

------------------------


Howard Philipps Lovecraft nasceu em 20 de Agosto de 1890, em Providence, Rhode Island, nos Estados Unidos.
Ficou famoso mundialmente por seus contos e romances de terror, principalmente voltados ao Cosmicismo, ou Horror Cósmico, termos que ele mesmo criou para seus trabalhos. Tratam-se muitas vezes de contos de terror com criaturas vindas do espaço há muitos anos atrás, e que já povoaram a terra algum dia, e que provavelmente povoarão de novo, como Dagon, O Assombro das Trevas e, claro, O Chamado de Cthulhu, sua obra mais famosa.
Também foi responsável pela criação do Necronomicon (MedoB já falou sobre ele aqui), o livro proibido dos mortos.

Era uma criança inteligente, e que gostava muito de ler. Já recitava poesia com dois anos, por exemplo. Infelizmente, nunca fora capaz de levar essa "prodigiosidade" adiante, vivia doente (Lovecraft tinha uma doença chamada poiquilotermia, uma doença que deixava a pele gelada ao toque, e dizem que provavelmente ele viva debilitado por causa da sífilis, herdada pelo pai), o que o impedia de ir a escola.
Foi criado pela mãe, um avô, e duas tias. O pai dele fora internado em um manicômio, após sofrer um colapso nervoso, quando Lovecraft tinha dois anos. O avô o ajudava na leitura constante, e foi ele quem o apresentou ao terror.
O avô veio a falecer anos mais tarde, a família acabou empobrecendo por causa disso, e todos esses fatos unidos pioraram o estado de saúde de Lovecraft, que acabara sofrendo um colapso nervoso, impedindo-o de conseguir se formar na escola e ir para uma universidade (Seu maior sonho era ser astrônomo), um fato que o perturbou até o fim da vida.

Dedicou-se então a escrever. Começou com poesias, partindo para a ficção de terror apenas anos depois, quando decidiu enviar uma carta ao The Argosy (Nome de um tipo de barco), reclamando da falta de interesse em histórias de romance de um dos melhores escritores da revista. O presidente da Associação da União da Imprensa Amadora (UAPA) gostou da ousadia de Lovecraft, e o convidou a fazer parte da Associação. Assim ele passou a contribuir com poemas e cartas.
Seu primeiro trabalho profissional foi publicado em 1919, Dagon, um conto curto, que mostrava o relato de um marinheiro que, após fugir do navio em que estava preso, encontrava uma misteriosa ilha. O conto foi publicado nas revistas W. Paul Cook's, The Vagrant (O Pedinte/O Viajante, tem várias traduções pra esse termo) e na Weird Tales (Contos Estranhos) a qual depois ele passou a publicar como ghostwriter ("Escritor fantasma", ele publicava contos, mas assinava com outros nomes).

H.P Lovecraft tornou-se jornalista amador após a morte de sua mãe, por causa de uma complicação cirúrgica, ela também sofria de colapsos nervosos e havia sido internada no mesmo lugar que o marido antes de morrer.
Ele deixou Providence para morar em Boston, onde conheceu Sonia Greene, sua futura esposa. Ela era sete anos mais nova que Lovecraft, e a família dele foi contra o casamento. Eles viviam com problemas financeiros, se mudavam constantemente, e não demorou muito para que eles se separassem alguns anos depois.
Nessa época, de problemas e conflitos, surgiram os contos mais famosos do autor, como o famoso O Chamado de Cthulhu e Horror em Red Hook, um conto que conotava sua irritação em morar em Nova York, e seu racismo contra imigrantes (Fato relevante em seus livros).

Lovecraft e a (ex)esposa

Lovecraft voltou a Providence, onde viveu até seus últimos dias de vida. Continuou a escrever e nesse meio tempo criou contos mais curtos, como O Caso de Charles Dexter Ward (The Case of Charles Dexter Ward), Morte Alada (Winged Death), e Debaixo da Pirâmides (Under the Pyramids - Também conhecido como Imprisionado com os Faraós (Imprisoned With the Pharaos).) escrito para o mágico Harry Houdini.
Ainda publicava seus contos na Weird Tales. Sempre influenciado por acontecimentos de sua vida, constantes pesadelos que tinha, e escritores como Edgar Allan Poe, seu estilo de terror é marcante, e confunde os leitores por sua semelhança com a realidade, é difícil ler sem pensar por um momento se de fato aquilo que ele escreveu aconteceu ou não.


Howard Phillips Lovecraft morreu em 15 de Março de 1937, de câncer no intestino. Foi enterrado no mausoléu da família, mas os fãs insistiram para que ele tivesse uma lápide no cemitério Swan Point, alguns deles juntaram dinheiro para isso. A lápide continua lá até hoje, com a frase "I am Providence" (Eu sou Providence), extraído de uma das cartas de Lovecraft.



Curiosamente, apenas após a morte é que Lovecraft tornou-se verdadeiramente famoso, graças a um grupo de amigos, correspondentes de suas cartas às revistas, que juntaram seus contos mais famosos e interessantes em um único livro.
Lovecraft Inspirou Stephen King, Neil Gaiman, Alan Moore e muitos outros. Tornou-se sinônimo de horror, e suas histórias fascinam as pessoas até hoje. Seu trabalho mais famoso, O Chamado de Cthulhu, e o Cthulhu Mythos (Uma reunião das criações alienígenas e antigas criadas pelo autor), tornou-se base para dezenas de trabalhos modernos, como filmes, outros livros e músicas. A forma como Lovecraft descreve os fatos em seus contos tornou-o intrigante e fascinante ao mesmo tempo.



Bibliografia:
Nota: Aqui está apenas a bibliografia dos contos e romances de Lovecraft.
Eu mesma traduzi alguns dos títulos, portanto, ignorem qualquer bobagem!XD!

1917 - The Tomb (A Tumba)
Dagon
A Reminiscent of Dr. Samuel Johnson (Um/Uma Reminescente do Dr. Samuel Johnson)

1918 - Polaris
1919 - Beyond the Wall of Sleep (Além da Parede do Sono)
Memory (Memória)
Old Bugs (Velhos Insetos)
The Transition of Juan Romero (A Transição de Juan Romero)
The White Ship (O Navio Branco)
The Doom that Came to Sarnath (A Desgraça que veio a Sarnath)
The Statement of Randolph Carter (A Indicação de Randolph Carter)
The Street (A Rua)

1920 - The Terrible Old Men (O Terrível Homem Velho)
The Cats of Ulthar (Os Gatos de Ulthar)
The Tree (A Árvore)
Celephäis
From Beyond (Do Além)
The Temple (O Templo)
Nyarlathotep
The Picture in the House (A Figura na Casa)
Facts Concerning the Late Arthur Jermyn and His Family (Fatos Preocupando o Velho Arthur Jermyn e Sua Família)

1921 - The Nameless City (A Cidade sem Nome)
The Quest of Iranon (A Procura de Iranon)
The Moon-Bog (O Pântano Lunar)
Ex Oblivione
The Other Gods (Os Outros Deuses)
The Outsider (O Estranho)
The Music of Erich Zann (A Música de Erich Zann)
Sweet Ermengarde (Doce Ermengarda)

1922 - Hypnos
What the Moon Brings (O que a Lua Traz Consigo)
Azathoth
Herbert West - Reanimator
The Hound (O Cão)
The Lurking Fear (O Medo que Espreita)

1923 - The Rats in the Walls (Os Ratos nas Paredes)
The Unnamable (O Inominável)
The Festival (O Festival)

1924 - The Shunned House (A Casa Rejeitada)
1925 - The Horror at Red Hook (O Horror em Red Hook)
He (Ele)
In the Vault (Na Abóboda)

1926 - Cool Air (Ar Frio)
The Call of Cthulhu (O Chamado de Cthulhu)
Pickman's Model (O Modelo de Pickman)
The Strange High House in the Mist (A Estranha Casa Alta na Névoa)
The Silver Key (A Chave de Prata)

1926 ~ 1927 - The Dream-Quest of Unknown Kadath (O Sonho-Busca do Kadath Desconhecido)
1927 - The Case of Charles Dexter Ward (O Caso de Charles Dexter Ward)
The Colour out of Space (A Cor fora do Espaço)
The Descendant (O Descendente)
The Very Old Folk (O Povo Muito Velho)
History of the Necronomicon (História do Necronomicon)

1928 - The Dunwich Horror (O Horror em Dunwich [N/T: Não achei tradução pra Dunwich])
Ibid
1930 - The Whisperer in Darkness (O Sussurro nas Trevas)
1931 - At the Mountains of Madness (Nas Montanhas da Loucura)
The Shadow over Innsmouth (A Sombra sobre Innsmouth)

1932 - The Dreams in the Witch House (Os Sonhos na Casa da Bruxa)
1933 - The Thing on the Doorstep (A Coisa na Entrada)
The Book (O Livro)
The Evil Clergyman (O Clérigo Mau)

1934 ~ 1935 - The Shadow Out of Time (A Sombra Fora do Tempo)
1935 - The Haunter of The Dark (O Assombro das Trevas)

--------------------------
Quer ler?
Sugestão MedoB de leitura o/:

O Chamado de Cthulhu e Outros Contos
Um pocketbook com alguns dos mais famosos contos de Lovecraft. São sete contos no total, além de uma minibiografia e alguns fatos sobre o autor:
Os contos:
- Dagon
- Ar Frio
- O Que a Lua Traz Consigo
- A Música de Erich Zann
- O Modelo de Pickman
- O Assombro das Trevas
- O Chamado de Cthulhu

Livro com 155 páginas.

Lovecraft
Biografia do autor em quadrinhos. 142 páginas, tamanho normal.
(Interessados em comprar, clique aqui)

Infelizmente, o Submarino não tem O Chamado de Cthulhu à venda!@_@! Mas não é difícil de encontrar ^^!!!

--------------------------

The world is indeed comic, but the joke is on mankind.
(O mundo é deveras cômico, mas a piada está na raça humana)
- H.P Lovecraft
Bons Pesadelos...(Principalmente com o que está vindo semana que vem...Direto do fundo do mar...;D)

25 comentários:

Carolina disse...

Eba foi a 1ª a comenta mais tbm agora vou durmir ta tarde já XD (detalhe nem li o post amanha eu vou ler ;D )

Anônimo disse...

parabens pelo post.

Ninja disse...

Legal, não conhecia Lovecraft e nenhum de seus titulos, fiquei interessado em ler.

Gisele disse...

não conhecia Lovecraft e nenhum de seus titulos, fiquei interessado em ler.[2]

Foi só eu, ou mais alguém reparou que tem lixo em volta do tumulo dele? O.o"

Ninja disse...

Não vi lixo não, acabei de olhar denovo a imagem e só da para notar que tem uma folha de caderno com algo escrito e uma bolinha de metal para segurar ela. O resto ao meu ver parecem apenas folhas...
Esse post me deu vontade de escrever, estou escrevendo um conto de terror, depois eu mando pra você medo, ai você lê e me diz se presta ou não :P

Carolina disse...

esse post me deu voltade de ver history channel ( saldades da tv acabo =( )

Emery disse...

Adorei esse post!

não conhecia Lovecraft e nenhum de seus titulos, fiquei interessado em ler.[3]

Arthur disse...

Sério ótimo post!

Lovecraft é MUITO bom, pra mim, ele é o melhor escritor de todos os tempos, eu viajo lendo o trabalho dele MUITO BOM!

Alissu Deschain disse...

Seria interessante um post sobre os filmes baseados na obra do Lovecraft... Assisti Dagon... e definitivamente não está à altura do conto... Efeitos trash (o que ocorre mt com os filmes baseados na obra do King)... HAUAHAUHA! Mas mesmo assim a história me prendeu até o fim. O Lovecraft é extremamente minuncioso em suas descrições, sendo esta umas das razões de suas narraçãoes denotarem tanta veracidade; mesmo abordando elementos fantásticos. Vale a pena mesmo conhecer, principalmente para quem curte o gênero... Não dá para gostar de terror de verdade sem ter lido Lovecraft.

=D

Tiisa disse...

Eu já tinha ouvido falar dele, mas nunca tinha procurado ler nada, mas depois do post d'o bloop fiquei curiosa, pq aquela imagem é incrivel *-*
E agora esse post me fez ficar com mais vontade ainda de ler.
Vou procurar O Chamado de Cthulhu para comprar :D

rodrigodani disse...

Muito obrigado por atender os nossos pedidos... como eu disse muitas pessoas nao conhecem o tio Lovecraft. E a titulo de curiosidade, pra quem nao sabe ele costumava trocar correspondencia com robert E. Howard... o criador do conan o barbaro. Muitos monstros que o cimério enfrentou tiveram alguma influencia de Lovecraft.

LuKs disse...

Quem ja leu sabe que o cara bomba demais. Sabe quando você le um texto de horror e sente uma presença no quarto, ou um clima apreensivo se formando a sua volta? Pois é, ao ler os textos de Lovecraft isso acontecia comigo aplificado em mil vezes. Muitas vezes eu chegava (li quase todas as obras dele a uns 5 anos atras) a ter pesadelos com não sei o quê, ja que ele não descrevia minuciosamente as criaturas. Mas o clima de insanidade nas descrições dos lugares e nas situações encontradas faz você divagar por um mundo irreal, insólito e completamente impossível. H.P. Lovecraft não escreve para que você tenha medo no fim. Escreve para que você enlouqueça mesmo! Meu conto preferido: A Côr que Veio do Espaço. Baixem! xD

Lucas disse...

Pessoal voces ja pararam pra pensar porque no passado, todo escritor tinha uma vida filha da puta?

Todos passaram por fases fétidas em suas vidas... pelo menos de todos os escritores que estudei e ouvir fala... sempre no histórico de algum escritor constava que a vida dele fora uma desgraça.... e é por isso que eles passavam essa parada obscura e miserenta pras suas obras seja la de que forma + sempre tematica dark.

Pior eram os escritores brasileiros.. com aquela vida de boemio(que pra mim essa palavra significa: vagabundo de uma forma chique)... Enchiam a cara e iam pra suas casas chorarem pela sua vida desgraçada... Odeio a fase romantista principalmente no Brasil... Cambada de escritores depressivos, EMOS e filhos da puta... odeio a literatura brasileira por causa disso !! sempre é a mesma coisa... ou o moçinho morre no final, ou a moçinha, ou os dois ou acabavam pobres e fudidos ou é um morto contando a vida de merda que teve.... PELA MOR !!!
PRECISAMOS DE ESCRITORES QUE ABORDEM OUTRA COISA NESSE PAÍS...

Ah.. esqueci que grande parte dos brasileiros não sabem escrever correto, quanto mais escrever um livro... MALDITO GOVERNO E LITERATURA DO SÉCULO PASSADO...

Revoltado pa caraio UEHEUHHUEHEEUUHEUHEUHe

Lucas disse...

Só pra encerrar de vez. Eu tenho um sonho de ser escritor principalmente abordando tematica de terror (porém minhas vida não é uma bosta como a dos escritores do passado)... Mas isentivo que é bom, quando a gente precisa não temos ! Queria eu viver de meus livros maas nao tenho animo pra escrever porque nesse País ninguem se importa com a literatura(pelo menos grande parte!!) e muito menos voce vai ganhar dinheiro com isso.... é melhor que continuemos com nossos "bruxinhos sabichões" e "vampirinhos purpurina" gringos mesmo.... x_X

Ninja disse...

Puxa Lucas, se te revoltado hein.... sei la velho, eu não so o mais indicado pra falar do assunto mesmo porque a literatura mais influente em minha vida foram as revistas de Conan a Espada Selvagem hehehe.
So acho que você não deve generalizar, concerteza deve haver escritores Brasileiros muito bons.

twilighthatersbrasil disse...

Nunca li Lovecraft, nem sabia da existência dele, pra ser sincera, mas preciso dizer e desculpe por não conseguir conter: Lucas, vc não entende nada de literatura.

Uh, pronto. Ia dormir mal se não falasse isso.

Ana

Anderson disse...

lucas comece a escrever logo poxa além de ser um ótimo hobby estimula a criatividade ;] e não fica só nos contos de terror (adoro tbm) no orkut tem uma comunidade "historias de terror" enfim tem varios contos la realmente muito bom se você gosta comece pelo "Algum Lugar" do lenadro vai até vira livro ;]

Anderson disse...

esse garoto tem um talento king, love craft, barker, allan poe nenhum chega aos pés dele

aqui está o tópico, recomendo a todos ( o melhor conto que eu já li)

http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=49880&tid=5389948072585756373&kw=Algum+lugar+%28conto%29

Luíza disse...

Tô doida, maluca e pirada pra ler os livros do H.P Lovecraft *_*

EvilVulture disse...

eu tenho no meu guarda roupa, "O caso de Charles D. Ward", mas nunca passei da pagina 10, lol

Orc Bruto disse...

O Chamado de Cthulhu foi publicado no Brasil pela editora Iluminuras. Com alguma sorte, você pode encontrar em sebos ou em grandes livrarias (Saraiva, Leitura...).

A "biografia em quadrinhos" eh um lixo, na verdade é uma história sem graça que coloca Lovecraft como esquizofrênico, creditando a seus delírios suas criações literárias.

Anônimo disse...

Aí galera, prá quem quiser, faz o donwload de 59 textos dele, não é vírus, pode confiar.
http://www.4shared.com/file/18958240/e30c2bb1/Pacoto_-_HPLovecraft_-_59_Textos_em_portugues.html?s=1

JEB, O Sombra disse...

Ei, anonimo, além desses 59 c sabe um end onde tem o Herbert West - Reanimador? Não consigo achar esse conto traduzido nem podendo, e to louco pra ler! Alguém sabe?

Dinnah disse...

O QUE Evil Vulture, tu tem Lovecraft em casa e nao lê? MANDA PRA CÁ

~ disse...

A Livraria Cultura tem várias livros dele à venda! Inclusive O Chamado de Cthulhu. =)