30 de agosto de 2010

O Marquês de Sade & o Sadismo

A Raquel está de volta, mostrando que sua cultura vai além das fronteiras Japonesas, e traz cultura ao MEDO B... Muiito bom um post assim aqui no MEDO B. Sei que mts leitores não gostam de ler, e não sabe as coisas que podem encontrar por ai de nomes famosos como Marquês de Sade...




- O Marquês -



Donatien Alphonse François de Sade, mais conhecido pelo mundo como Marquês de Sade, nasceu em Paris no dia 2 de junho de 1740.
Sade foi um aristocrata francês e escritor libertino que revolucionou sua época com idéias baseadas no materialismo do século das luzes e dos enciclopedistas. Era um homem contraditório, o qual tinha seus momentos de sensibilidade e brilhantes idéias, mas em outros, era egoísta e demoníaco. Foi tão escandaloso que continua a chocar a todos mesmo no século 21 e seu legado ainda promove debates sobre o que fazer com aqueles que exploram alegremente os mais sinistros tabus.

Sade era adepto do ateísmo e era caracterizado por fazer apologia ao crime (já que enfrentar a religião na época era um crime) e a afrontas à religião dominante, sendo, por isso, um dos principais autores libertinos - na concepção moderna do termo. Em suas obras, Sade, como livre pensador, usava-se do grotesco para tecer suas críticas morais à sociedade urbana. Evidenciava, ao contrário de várias obras acerca da moralidade - como por exemplo o "Princípios da Moral e Legislação" de Jeremy Bentham- uma moralidade baseada em princípios contrários ao que os "bons costumes" da época aceitavam; moralidade essa que mostrava homens que sentiam prazer na dor dos demais e outras cenas, por vezes bizarras, que não estavam distantes da realidade.
Em seu romance "120 Dias de Sodoma", por exemplo, nobres devassos abusam de crianças raptadas encerrados num castelo de luxo, num clima de crescente violência, com coprofagia (termo também conhecido como coprofilia ou scat, que nada mais é do que o ato sexual onde o lado dominante defeca sobre seu "escravo", muitas vezes obrigando-o até mesmo a ingerir suas fezes), mutilações e assassinatos - verdadeiro mergulho nos infernos.

Ainda que passe a imagem de um homem com princípios e idéias perturbadas e incomuns, ironicamente Sade foi um dos primeiros a defender a idéia de que seres humanos poderiam ter distintas orientações sexuais, defendendo assim o homossexualismo.
Mesmo assim, o Marquês não escapou da prisão e passou 30 anos encarcerado, não tanto por seus crimes, mais principalmente por suas idéias e seu comportamento sexual. Durante esse período, escreveu muitas de suas obras.
Sade morreu em 1814, deixando para trás um legado nada comum de hábitos cruéis, libertinos e nada cristãos.


- O Sadismo -



O termo sadismo deriva como já dito do sobrenome do Marquês e denota a excitação e prazer provocados pelo sofrimento alheio.
O foco do sadismo sexual envolve atos (reais, não simulados) nos quais o indivíduo se excita e sente prazer através do sofrimento psicológico ou físico (incluindo humilhação) do parceiro.
Alguns indivíduos com esta parafilia se sentem perturbados por suas fantasias sádicas, que são simuladas ou invocadas durante a atividade sexual, mas não efetivamente concretizadas. Nesses casos, as fantasias sádicas envolvem, habitualmente, o controle completo ou parcial sobre a vítima, que se sente aterrorizada ante o ato sádico iminente.

Outros indivíduos sádicos compartilham seus impulsos sádicos com parceiros masoquistas, que sentem prazer (ou ao menos dão permissão para o ato) em sofrer dor ou humilhação. Este tipo de relação, onde as duas tendências se complementam, é denominada sadomasoquista.

Outros, finalmente, colocam em prática seus anseios sexuais sádicos com vítimas que não dão consentimento.

Em todos esses casos, o que causa excitação sexual ao indivíduo sádico é o sofrimento real ou potencial da vítima.

As fantasias ou atos sádicos podem envolver actividades que indicam o domínio do indivíduo sobre a vítima (por ex., forçar a vítima a rastejar ou mantê-la em uma jaula). Os indivíduos podem também atar, vendar, dar palmadas, espancar, chicotear, beliscar, bater, queimar, administrar choques eléctricos, estuprar, cortar, esfaquear, estrangular, torturar e mutilar. Em situações extremas, especialmente quando associadas a casos graves de Transtorno da Personalidade Anti-Social, os indivíduos podem chegar a matar suas vítimas.




As fantasias sexuais sádicas tendem a ter origem na infância. A idade de início das atividades sádicas é variável, mas habitualmente ocorre nos primeiros anos da vida adulta. O sadismo sexual geralmente é um fenômeno crónico.

Quando o sadismo sexual é praticado com parceiros que não consentem com a prática, a atividade tende a ser repetitiva. Alguns indivíduos podem dedicar-se a actos sádicos por muitos anos, sem necessidade de aumentar o potencial de infligir sérios danos físicos. Geralmente, entretanto, a intensidade e gravidade dos actos aumenta com o tempo, até que o indivíduo sádico seja preso ou receba tratamento psicoterápico adequado.

_____________________

Para os que se interessaram e querem saber mais sobre a vida do Marquês, recomendo o filme "Contos Proibidos do Marquês de Sade" conhecido também como Quills, do diretor Philip Kaufman. :)
E bem, não é um post sangrento nem muito assustador em teoria, mas garanto que o que esse senhor Marquês fazia entre as quatros paredes de seu castelo ultrapassa os limites da sanidade e da crueldade sexual.

Beijos a todos e até mais! :*


Outro post da Raquel que eleva o MEDO B, encontrei algumas coisas interessantes para quem gostar e quiser ver mais o "estilo" do Marquês:

Filmes:

- Salo ou 120 dias de Sodoma - Esse filme É pesado, aconselho + 18 e para quem gosta de coisas realmente pesadas!
- Contos Proibidos do Marquês de Sade - Filme indicado pela Raquel

Livro:

- Infortúnios da Virtude


MEDO B é cultura ;)
Bons Pesadelos...

14 comentários:

Mr. Yck disse...

Muito bom!!
"Leitores" que não gostam de ler, né Medo...

Que imagem você tem da gente :'(

Gisele disse...

A algum tempo atrás eu vi no jornal que aqui ia ter um encenação do "120 dias de Sodoma" O.o

Muito informativo esse post, já conhecia o nome Marquês de Sade mas não conhecia esse outro lado dele.

Emery disse...

Post bastante informativo , chega até dar arrepios só de pensar até que ponto chegaria a imaginação desse Marquês...

Mandy disse...

Nossa,safadesa tem um nome científico shaushauhs :D
Sempre fui fã do medo,trazida aqui por outros corajosos que tbm são fãs!
Parabéns por serem simplesmente o melhor blog da categoria MEDO.
Nem eu sabia que era assim tão corajosa uhasusua
bjo gente,continuem assim.
Você não seu Marquês.

Felippe.w disse...

Salo é um filme muito pesado mesmo.Eu ja cheguei a ver e achei mt pertubador O.õ

Legal o Post.E q parada é essa q a gente não gosta de ler ? O.O

Anônimo disse...

Ae pessoal festa do "anonimo d'Sade".
kem tiver afim de ir deixa um comente!!!!


KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK..................

A. disse...

Já ouvi gente falando que 120 Dias de Sodoma é dos filmes mais pesados/perturbadores que existe hahahah nunca verei.

Mas sobre o Marquês de Sade nem é exatamente novidade pra mim, blá, coisas necessárias de saber pra faculdade. :S

Donna Patty disse...

Marquês de Sade é o Cara!

Faço licenciatura em filosofia e adivinha quem escolhi pra estudar???

Ele OBVIO!

Mais ele vai muito além da libertinagem e das torturas!

Ele fala muito sobre religião e política!

Ele é simplesmente FODA!

Beijos

Simone Montagnani disse...

120 dias de sodoma é o CAO - cheguei na pagina 110 e parei :)

82601681 disse...

Muito show seu site o dono esta de parabéns se quiser pode colocar o link dele no meu site:

 Tatuagens masculinas 
Tatuagens de dragões 
Tatuagens nas pernas  
Tatuagens tribal  
Tatuagens de carpa  
Tatuagens de fênix  
Tatuagens de tigre  
Tatuagens de águia  
.

suenia kelle disse...

Que homem mais horroroso! e tem gente que acha ele foda! até criança ele colocava no meio de tudo isso!

suenia kelle disse...

Que homem mais horroroso! e tem gente que acha ele foda! até criança ele colocava no meio de tudo isso!

† ÐÆTH KIÐ † disse...

Esse maluco é um idiota,não acredito que ficou famoso na historia fazendo coisas tão inuteis como isso,na boa quem se importa com isso?

Allan Dares disse...

Tem louco pra tudo no mundo né... Sendo assim não é de se assustar que o mundo tenha visto alguém assim e até pior (eu não duvido)