9 de setembro de 2010

Combustão Humana Espontânea

Minha grande colaboradora Rina, que já escreveu aqui posts definitivos sobre a "Lenda do Vampiro" e a "Lenda do Lobisomem", me mandou esse post também completo sobre um assunto que não tem respostas no mundo misterioso do Sobrenatural...

Alguns não acreditam, mas quem acredita fica com MEDO...



Combustão Humana Espontânea (em inglês Spontaneous Human Combustion) é um dito fenômeno no qual o corpo humano queima sem nenhuma fonte de ignição aparente. Dos 200 casos apontados como de combustão espontânea, muitos se baseiam em relatos orais ou possuem grande falta de evidências. Aparentemente, esses fatos vêm ocorrendo durante quase 300 anos.

Os céticos alegam muitas explicações científicas para a combustão: fontes de calor externas, como cigarros; a ignição de gases inflamáveis como o metano dentro do corpo, por ação de enzimas; taxas altas de álcool no sangue; eletricidade estática entre as roupas e o corpo; ou até mesmo relâmpagos. Algumas pessoas também atribuem esse fenômeno a seres paranormais ou a experiências extraterrestres.

Cientistas afirmam que o chamado “Efeito Pavio” pode ser a causa. Essa teoria defende que as roupas da vítima funcionariam como o pavio de uma vela, e seu tecido adiposo seria o combustível. Com as roupas empapadas de gordura, a vítima poderia queimar facilmente. O Efeito Pavio é comprovadamente real, podendo ocorrer em certas condições observadas pelos cientistas. Essa teoria é a mais difundida explicação para a Combustão Humana Espontânea, mas não a única. Uma causa real que explique todos os casos documentados não foi encontrada ainda.


Supostos Casos de Combustão Humana Espontânea:

Phyllis Newcombe: Uma moça de 22 anos chamada Phyllis Newcombe descia as escadas do Shire Hall em Chelmsford, Inglaterra, quando subitamente seu vestido pegou fogo sem causa aparente. Ela correu de volta para o local, onde acabou desmaiando. Apesar de ter sido imediatamente socorrida e levada para o hospital, Phyllis acabou morrendo. Teoriza-se que o vestido dela tenha sido queimado por um cigarro ou fósforo, mas vestígio algum foi encontrado na escadaria.

Robert Francis Bailey: Em 13 de Setembro de 1967, por volta das 5:21 da manhã, um grupo de trabalhadoras notou uma chama azulada saindo da janela de um abrigo para indigentes e ligou para os bombeiros, temendo ser um vazamento de gás. Quando a brigada de bombeiros chegou ao local, encontrou o sem-teto Bailey caído no segundo andar da construção, perto das escadas. Havia um corte longo no seu abdômen do qual saíam chamas azuladas que estavam começando a queimar a escadaria. O fogo foi apagado, mas Bailey já estava morto. A causa de sua morte foi asfixia pelos gases de sua própria combustão. Não havia nenhuma fonte de ignição perto dele, como isqueiros ou fósforos, e Bailey era um não-fumante.

Mary Reeser: Viúva solitária de 68 anos, no dia 2 de julho de 1951 uma vizinha descobriu que a porta da frente da casa de Mary estava quente. Com a ajuda de duas colegas de trabalho, ela entrou na casa, para encontrar Mary sentada em sua poltrona com um enorme círculo negro ao seu redor. Sua cabeça estava tão queimada que havia sido reduzida ao tamanho de uma xícara de chá. As únicas partes intactas de Mary foram um pedaço de sua coluna e outro de seu pé esquerdo. Fora o corpo queimado da senhora, havia pouquíssimas evidências de fogo na casa. A polícia suspeita que um cigarro tenha começado o fogo.

John Irving Bentley: Físico de 92 anos, Bentley foi visto vivo pela última vez por amigos no dia 4 de Dezembro de 1966. No dia seguinte, um rapaz chamado Don Gosnell entrou na casa do idoso para verificar o medidor que se encontrava no porão. Quando entrou no porão, Gosnell sentiu um cheiro estranho e uma leve luz azulada, que o deixou intrigado. Ele subiu as escadas e encontrou o Sr. Bentley na banheira, cercado de fumaça e cremado. Apenas o pedaço inferior da perna do físico, ainda com seu chinelo, estava intacto. A banheira estava seriamente chamuscada, mas fora isso nada no local, inclusive o andador do idoso, que se encontrava a poucos centímetros da banheira, mostrava qualquer sinal de fogo. Gosnell correu para buscar ajuda completamente em choque. A causa da morte foi asfixia e cremação de 90% do corpo. A primeira hipótese levantada foi a de que o idoso pudesse ter queimado devido ao seu cachimbo, descartada após o mesmo ter sido encontrado no quarto ao lado, em cima de um criado-mudo.

Jean Lucille Saffin: 1982, a portadora de necessidades especiais Jean Lucille Saffin irrompeu em chamas na frente de seu pai de 82 anos, em Edmonton, no norte de Londres. De acordo com o Sr. Saffin, ele viu um repentino flash de luz e se virou para a filha, cuja metade superior do corpo estava coberta pelas chamas. Com a ajuda de seu genro Donald Caroll, ele conseguiu apagar as chamas e levar Jean para o hospital, aonde ela veio a falecer uma semana depois devido a suas queimaduras de terceiro grau. Algumas pessoas afirmam que uma brasa do cachimbo do Sr. Saffin pode ter queimado as roupas de Jean. Nada no quarto foi danificado pelas chamas.


Vítimas de Efeito Pavio

Homicídio em Oregon: Em 1991, no estado do Oregon, Estados Unidos, dois andarilhos encontraram o corpo queimado de uma mulher e avisaram as autoridades. A vítima estava acima do peso, e a maior parte de seu torso, parte superior das pernas e braço direito havia sido quase completamente consumida pelas chamas, deixando apenas os ossos. Foram verificadas marcas de facadas em seu peito e costas, e sua pélvis e coluna vertebral tinham sido reduzidas a cinzas. Após esfaquear a mulher, o assassino encharcou seu corpo e roupas com fluido para churrascos, formando uma perfeita situação para o efeito pavio: Um ambiente bem oxigenado, uma ignição inicial, um corpo imóvel e uma boa quantidade de gordura para queimar. Preso, o assassino confessou.

Morte em Geneva: Em 2006, o corpo queimado de um homem foi descoberto em sua casa em Geneva, Suíça. Tudo entre seu peito e joelhos havia sido queimado, tendo a causa do fogo sido possivelmente um ataque cardíaco enquanto fumava. Além do corpo, a cadeira também havia sido totalmente queimada, mas o resto do quarto se encontrava intacto, com apenas um óleo marrom ou uma capa gordurosa. O cachorro do homem também foi encontrado morto, asfixiado devido aos gases da combustão.


Supostos Sobreviventes da Combustão:

Debbie Clark: Em setembro de 1985, Debbie estava voltando para casa quando percebeu um flash de luz azul ocasional. Ela então percebeu que a luz vinha dela mesma, e entrou no jardim para mostrar à mãe. A mãe de Debbie começou a gritar e trouxe a filha para dentro, tirando seus sapatos, e mesmo assim a luz não sumiu, desaparecendo apenas quando Debbie foi colocada debaixo d’água. Segundo Debbie e sua mãe, Dianne, a luz era de um azul-elétrico.

Susan Motteshead: Residente de Chesire, Inglaterra, no inverno de 1980 Susan Motteshead estava em sua cozinha, usando pijamas resistentes ao fogo, quando se viu engolfada por um fogo que rapidamente se extinguiu. A única coisa afetada pelo fogo foi o colarinho de sua roupa.

30 comentários:

Mr. Yck disse...

Alguns não acreditam, mas quem acredita fica com MEDO...

Concordo plenamente.
Eu tenho MUITO medo de simplesmente pegar fogo.
Quando entrei agora no MedoB e li o título do post, minha barriga gelou.

TheReaper disse...

Fiquei com medo de pegar fogo de repente agora, eu ja tinha lido sobre esse assunto antes,
Mas foi somente um caso que os policias disseram que foi um relampago ou algo do tipo,
So q o local onde o corpo foi encontrado discartou a possibilidade de ter sido um relampago.

Gisele disse...

Eu tenho medo de pegar fogo de repente. Uma das piores mortes é morrer queimado, principalmnte se o fogo vem de você mesmo O.o

@xrafaelp disse...

[b]Olá! Existe outra versão do John Irving Bentley. Uma veiz assisti sobre esse assunto no Mythbuster, e enquanto estava lendo o começo do tópico, lembrei do episódio apresentado pelos Cientistas. Lá eles apresentaram outra história do John Irving Bentley. Não sei onde achar o episódio! possivelmente no youtube deve ter. Abraços.

Juan disse...

Quem coincidencia, eu já ia recomendar esse assunto aqui no site, e quando entro me deparo com ele!
Muito claro e bem organizado esse post. Uma das coisas misteriosas que nos rodeiam.

Felippe.w disse...

Eu ja li sobre isso em algums sites e sempre fico com medo de pegar fogo do nada O.O
Meu pior medo e morrer queimado D=

Antenor disse...

Fotos???

Antenor disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Sabe, já ouvi falar do fogo fátuo, que é uma chama que geralmente surge com uma pequena explosão em pântanos ou cemitérios por causa das reação das bactérias em decomposição.

Então acho que essa combustão humana instantânea deve ocorrer de forma bem parecida com o fogo fátuo, concorda? Vai que tem alguma coisa em processo de decomposição nas velhinhas e explode lá dentro...

Ah, viajei, deixa quieto. '-'

Eriberto (Silva) disse...

Improvável, mas acho que não é impossível.

Luiz carlos disse...

Galera, isso cientificamente falando, é chamado de AUTOPIROGÊNESE. Já foi abordado até pelo o espiritismo e programas de tv, como o CSI.

Anônimo disse...

"pijamas resistentes ao fogo" medo.

LuKs disse...

Esse trecho eu tirei do "Livro dos Fenômenos Estranhos", de Charles Berlitz.

Combustão Espontânea
Algumas pessoas costumam afirmar que a cozinha é o aposento mais perigoso da casa. Contudo, no dia 8 de janeiro de 1985, Jacqueline Fitzsimons, garota de 17 anos, estudante de artes culinárias no Halton Technical College em Widness, Cheshire, Inglaterra, saíra da cozinha e estava conversando com as companheiras de classe no corredor quando, abruptamente, seu corpo começou a pegar fogo.
Jacqueline reclamou inicialmente de uma sensação de calor nas costas, enquanto conversava com uma amiga, Karen Glenholmes.
- De repente, Jacqueline murmurou que não estava se sentindo bem - afirmou Karen. - Sentimos um cheiro de combustão lenta, sem chama, e aí vimos que a blusa dela queimava. Ela gritou pedindo nossa ajuda e disse que sentia seu corpo todo em chamas. Em poucos instantes, até mesmo seus cabelos estavam pegando fogo.
Funcionários e outros alunos rasgaram o avental de Jacqueline e bateram sua roupa no chão, tentando apagar as chamas. Ela foi levada às pressas para o hospital, onde os danos devastadores de suas queimaduras tornaram-se evidentes: 18 por cento de sua pele ficou queimada. Após quinze dias na UTI, Jacqueline morreu.
Bert Giller, do serviço de prevenção de incêndios de Cheshire, admitiu ter ficado tão atônito quanto qualquer outra pessoa.
- Entrevistei sete testemunhas oculares - revelou ele. - Por enquanto, ainda não dispomos de nenhuma explicação plausível para o fogo, embora a combustão espontânea seja uma possibilidade que deve ser examinada.
A autópsia do médico-legista indicou que Jacquelrne Fitzsimons morrera de "desventura", o que, certamente, não deixa de ser verdade.

Rodrigo disse...

Minha nossa, li essa notícia e fiquei nostálgico. Vou lhes contar uma história que me fui testemunha. Moro em Vitória da Conquista, Bahia, e no mês passado estive no casamento da minha prima, onde aconteceu algo bizarro: Durante a entediante festa, rolou um DJ e algumas pessoas empolgadas pelo alcool começaram a danças em um espaço. Mas uma menina começou a ficar zonza, tipo bêbada, ninguém ligou, e pouco depois apareceu uma luz amarela numa moça, bem na barriga, e ela começou a correr e uma chama apareceu do nada, dominou o corpo dela, só me lembro da luz e dos gritos. A moça, uma japonesa, morreu depois de 5 dias na UTI. Sem mais...

Anônimo disse...

Não acretido não, a maioria dos casos são de boca a boca e se todos observarem não tem nenhum brasileiro na lista!
E como o caso da samara (a tal da corrente) ele so vem buscar gringo na carta dela não tem nenhum br tb

Felipe Mariano Alencar e Silva disse...

Dizem que quando se está queimando se a chama for amarela ainda há chances de salvar a vítima, mas se for azul é morte quase certa

Lucas disse...

[ironia]Pijama resistente ao fogo... Claro, tenho um também ;)[/ironia]

Acredito ser possível combustão espontânea, mas falar que uma pessoa usava pijama resistente ao fogo é apelar.

ctr disse...

nao,essa foi fodaahh,de todos os casos que vi no medo b,esse foi o mais fodah,se ta lah,assistindo faustao quando do nada voçe pega fogo??? e ainda fogo azulado...

Anônimo disse...

Fogo azulado, combustão completa, fogo amarelo, combustão incompleta, para outros efeitos, o bromo pode produzir uma chama verde, cloro azul, enxofre amarela... não, espera, deve ser mesmo obra de um duende! E quantos casos de CHE em quanto tempo???? Ok, o chupa cabras é mais divertido, principalmente com o et de varginha.

Wiccan disse...

Ainda não tenho uma opinião formada sobre o assunto, mas confesso que foi oque me levou a estudar as paranormalidades ( em especial a pirocinese ), pelo que meus estudos indicam, a CHE é uma variação da pirogenese, porém usando o propio corpo como combustivel.

Existe tambem um padrão nas partes encontradas intactas, geralmente são panturrilhas e pés, antibraço e alguns pedaços da mão, as vezes também pode ser encontrado a parte da nuca. Porem, em todos os casos que estudei, não foi encontrado, barriga, seios ou qualquer parte com mais gordura.

Os lugares permanecem intactos, a não ser em volta do corpo da vitima, que geralmente fica um pouco chamustado (com a possiveis exeções de serem colchões, sofás ou coisas do genero ) e nenhum residuo quimico é encontrado.

Por ultimo, existem casos brasileiros sim, existem no mundo inteiro, porém o brasil (infelizmente) conserva esse tipo de informação como nos EUA. Apenas recentemente é que esse tipo de coisa começou a ser guardada.

Erik Paulussi disse...

Não acho tão absurdo ou paranormal pegarmos fogo do nada, levando em consideração a quantidade de metano que carregamos. Isso pode ficar até maior, dependendo do que a gente come.

Sem dúvida, morrer queimado deve ser uma das piores mortes de todas!

felipestoker disse...

Muito interessante esse assunto, eu havia escrito em meu site sobre isso também > http://felipestoker.com/archives/136
Realmente isso até hoje é um mistério, até para a ciência.

Anônimo disse...

que meio parado isso ae

Ramon disse...

Tudo bem que é uma história interessante mas ainda prefiro histórias de ET e Lobisomens hehe

Emery disse...

Já tinha lido a respeito sobre esse assunto. Nossa eu morro de medo de morrer queimada...

Wiccan disse...

Só uma correção, eu quis dizer que "o brasil não conserva".
Esqueci uma palavra e a frase mudou totalmente de sentido ( alias, ficou totalmente sem sentido XD ).

WILLIAM MORAES CORRÊA (OS FOLIÕES) disse...

Nãoquere, morrer queimados então se cuidem. realmente, excesso de calor e gordura, gaes, reações químicas, taxas elevadas no sangue, tudo tem explicação plausível, só que não se vê todo dia e a toda hora. Luz amarela. excesso d epuns presos. Um dos grandes mistérios físicos que ainda vão nos incomodar por muitos anos. Interessante a teoria da luz azul. E para os caso de quem tem cabeça quente ou a síndrome do fogo no rabo?

igorphodao disse...

pijamas resistentes ao fogo !!!!!!!!
UASHUASUHASHUASUUA

82601681 disse...

Muito show seu site o dono esta de parabéns se quiser pode colocar o link dele no meu site:

 Tatuagens masculinas 
Tatuagens de dragões 
Tatuagens nas pernas  
Tatuagens tribal  
Tatuagens de carpa  
Tatuagens de fênix  
Tatuagens de tigre  
Tatuagens de águia  
.

Acarde disse...

http://acardegamer.blogspot.com.br/