22 de fevereiro de 2013

Você consegue escutá-los?



A situação mais terrível que passei em minha vida, foi há 9 anos. Eu admito, era apenas um menino estúpido da 2ª série, não sabia quanto sofrimento e coisas terríveis existiam nesse mundo.
Mas esta história não é sobre mim. É sobre uma menina que conheci em minha escola. Nós a chamávamos de “Jill”. Eu não a conhecia muito bem, era muito quieta – quase nunca falava em sala de aula, roía muito as unhas e sempre tinha cabelo cobrindo seu rosto.

[leiamais]

Ela parecia estar sempre enojada ou com uma expressão indiferente. Mas, talvez, o mais estranho dela eram seus olhos. Eram de um azul pálido e eram fundos, sempre tinham um olhar muito triste ou frio, como se ela estivesse sonâmbula ou como se tivesse acabado de chorar. As coisas começaram a ficar tenebrosas com a chegada de novembro. As férias estavam quase chegando, assim, a maioria dos estudantes (incluindo eu), estávamos contando os dias para sair. Eu estava na aula de história, lendo um capítulo lá de 1800, quando um ruído me distraiu. Parecia que alguém estava gemendo, mas era um som muito leve.

Olhei para trás da minha carteira e vi Jill, que estava dormindo. Seu nariz estava ressoando e parecia que ela apertava a boca com força. Tratei de ser uma boa pessoa e a sacudi de leve, para que acordasse antes que o professor a visse. Foi quando ela acordou de forma muito estranha, com os olhos se abrindo repentinamente e com uma respiração pesada. Perguntei se ela havia tido um pesadelo, e como resposta, ela apenas balançou a cabeça negativamente e voltou a ler o livro que estava lendo antes de cair no sono. Pensei que era algo esquisito, mas foi depois de algumas horas que as coisas ficaram esquisitas de verdade. Tive apenas poucas horas de aula com Jill, então não a vi até horas depois. Minha professora de ciências me enviou à secretaria para tirar cópias de uma folha de trabalho, pois tinha esquecido de tirar no dia anterior. Quando estava a caminho, tudo parecia fora de lugar. As pessoas que eu precisava encontrar não estavam e a enfermaria estava completamente fechada.

A curiosidade me fez caminhar até a porta da enfermaria, e coloquei a orelha na porta. Isso foi o que pude escutar:

“Por que ninguém além de mim pode ouvi-los?”

“Escute, ninguém está lhe dizendo nada, você precisa dormir.”

“Não! Se eu fechar os olhos, eles vão me encontrar!”

“Por favor, pare de gritar, não faça escândalo.”

Essa curta conversa foi seguida gritos e prantos. Tirei a orelha da porta e dei alguns passos para trás. A única coisa que pensei foi: “Que diabos está acontecendo ali?”. Logo depois, a maçaneta da porta começou a girar, como se estivesse fechada e alguém quisesse sair com desespero. Após alguns segundos, Jill saiu da sala.

Seu rosto estava sombrio e seus olhos estavam vermelhos, como se estivesse chorando, que é o que provavelmente estava acontecendo. Correu em direção a mim, fazendo com que nos batêssemos e caíssemos no chão. “Me ajude...” ela disse. Parecia que ela queria gritar, mas sua voz era fraca.

“Por favor me ajude... Você pode escutá-los?” me perguntou. Mas, por mais que eu quisesse responder, estava muito assustado. Seus olhos não pareciam tristes ou sonolentos, mas eu via neles o limite da loucura.
Eu não consegui dizer nada, então ela levantou e correu para longe da secretaria, em direção ao refeitório. A essa hora, estava vazio. Ela caiu de joelhos no chão segurando a cabeça e gritando... Apenas gritando. Me aproximei para tentar ajudar, mas num movimento rápido ela pegou uma caneta que eu levava na mão e a enterrou no próprio ouvido, e depois no outro. Ela começou a sangrar, e largou a caneta no chão. Ficou quieta por alguns minutos, apenas respirando. Então, virou a cabeça lentamente em minha direção, lançou um olhar de desespero para mim e sussurrou “Eu ainda os escuto...”

Depois desse dia, nunca mais vi a Jill. Boatos dizem que ela foi para um manicômio, que cometeu suicídio e coisas afins. Eu nunca saberei qual foi o destino que ela tomou, mas se há algo que jamais sairá da minha memória, são aqueles olhos azuis, pálidos e fundos, olhando para mim. Seus olhos estavam envoltos na loucura, e seus ouvidos, mesmo com os tímpanos rompidos, ainda podiam ouvir as vozes que a torturavam.

Post by: Loucifre
Siga no twitter: @loucifre

Bons Pesadelos...

45 comentários:

Fernanda Neko disse...

Levei um susto com a foto '-'.

Gabriel Caldas disse...

Esquizofrenia define.

MOS XV disse...

CLAAAAAAAAASSSIIIIC.

Tudo o que tenho a dizer.

Obi-wan Kenobi disse...

nice

que? disse...

Haha muito bom

Rafa disse...

otimo so achei que o final podia ser mais assustador..

Unknown disse...

Muito Ruim ..

Fernando Dias Antonio disse...

Bom, cairia melhor se fosse , beeeem melhor se fosse assistido e nao contado.
Só acho.

Fernando Dias Antonio disse...

Bom, cairia melhor se fosse , beeeem melhor se fosse assistido e nao contado.
Só acho.

Violet demise disse...

achei bem sem graça...

Gotuxid CP disse...

MedoB decaiu a qualidade. Sinto muita falta dos posts antigos como aquelas creepypastas que faziam a gente tremer, da queles posts super legais que nos faziam sentir medo e dos filmes que postavam. Esse ano na minha opnião está muito ruim! Sem contar que as ultimas duas creepypastas (Essa e a das bonecas) foram horriveis! Pensei que seria algo mais legal mas tudo o que aconteceu foi... NADA! O final dessa foi totalmente sem graça... Eu adoro o medob e acho o melhor site de terror da atualidade, mas ultimamente... E sou fã da Loucifre, mas os ultimos posts dela tem sido apenas para divulgar o seu site.

Bárbara disse...

"MedoB mudou, não tem mais qualidade blá blá blá" isso já virou meio mainstream. Não tá gostando, para de frequentar, pronto.
Gostei muito da creepy, apesar de ser meio curta. Fiquei curiosa pra saber o que a Jill via. E está muito bem escrita.

eclipse disse...

Eu tbm esperava mais...
Se ela fosse uma psicopata ou tivesse um segredo assustador sobre as vozes, ñ deu medo, a foto da um pouco

Rodrigo disse...

Pq o pessoal aqui não aceita crítica? Fanboys são tudo assim.

Lucas Pettine disse...

Verry Nice.

nadico disse...

kredo isso foi ta chato e tao escroto q me lembro akela merda de pai cicero e essa merdo q nao ker acaba do willian retarda wonka

Mistah Freeman disse...

O povo aqui parece que não entende que o MEDO e seus parceiros tem que IR ATRÁS de posts interessantes e que estejam de acordo com o conteúdo do blog.

Imaginem ter que produzir bons post de terror hoje em em dia. Tá feia a coisa... Tem que se bater pra conseguir!

Se não encontram não é por má vontade ou falta de criatividade, e sim porque simplesmente não havia um material melhor para trabalhar no momento.

Se querem fazer uma crítica construtiva, façam! Mas desde que sejam capazes de arranjar um material melhor para o blog do que o o disponível. Se não, vai encontrar um site de terror melhor!

Rakangy Tutus disse...

Ishi, nem li kkkkkk começei a ler mais ja perdi o embalo, creepypasta bem chatinha ;\ ja vi melhores...

abdnego disse...

EU OUCO ELES A TODO TEMPO, ESTOU SURTANDO, ESTOU FICANDO LOUCO, NAO CONSIGO DORMIR NEM SE QUER FECHAR OS OLHOS QUE O TORMENTO COMECA, EU NAO SEI OQ ELES QUEREM..... EU VEJO SEUS VULTOS PELA CASA OUCO PORTAS DE ARMARIO BATENDO.... NAO AGUENTO MAIS , PRECISO DE AJUDA... PASSO NOITES ACORDADO.... AS VEZES EU TENHO QUE TAPAR OS ESPELHOS DA CASA ANOITE .... EU NAO AGUENTO MAIS...............................................................................................................

Luc; sz disse...

Realmente, parem de reclamar, n estão mais curtindo,nem entrem mais aqui.
Achei muito boa a creepy! (:

Bruno Raphael disse...

Achei fraco só, n por ser ruim, mas por ser comum mesmo... Tava sentindo falta de alguma creepy igual à da casa com as 5 salas que se o cara sobrevivesse às 5 ele ganhava 100 Us$ e etc... Achei esse meio terror pra pré-adolescente :/, eu quando parei de dar atenção às outras abas achando que a história iria começar eu tava era no penultimo parágrafo :x

Rafael Andria disse...

(G)old.

kiumy usomora disse...

ñ foi xata a creepy só foi curta e meio sem graça podia ser melhor e o final dar mais medo :-X

jj disse...

Essa foi otima..gente aqui dizendo que o final podia ser assustador.NADA! fianis assustadores geralmente cria ideia de ficção blablabla..esse aqui não parece ser um conto verídico!!
otimo conto,essa história é real?? pq parece muito.

Caçadores de lendas disse...

http://hunterslegend.blogspot.com.br/
Acessem!!!!

arthur tavares disse...

Cadê o post de hoje? Achei que vocês postassem diariamente. :/

Hellen disse...

Boa creepy, muito bem escrita, mas senti que faltou algo, terminou de forma abrupta.

Daniela disse...

De fato, muito bem escrita e daria um ótimo filme de terror

Moo Oliveira disse...

Bom,mas poderia ser melhor!

Noir Line disse...

Gostei da creepy, não me deu medo, mais eu li ela como se fosse o menino que viu tudo isso, eu gostei.

SweetBeeMine disse...

É uma boa creepy, não cria aquele arrepio na espinha, mas a história prende o leitor. Muito bem redigida realmente!

eclipse disse...

Acessem http://eclipsedecuriosidades.blogspot.com.br/?m=1
Tem fiz uma historia contando o depois disso, a maldição que essa voz carrega.

eclipse disse...

Acessem http://eclipsedecuriosidades.blogspot.com.br/?m=1

Lays Pires disse...

Assim como criticar a qualidade do MedoB virou mainstream, dizer: "não tá gostando pare de frequentar" tbm já era né. Se liga!

Silver Falks disse...

Não sei pq mas me lembrou Another(loool).

jennifer disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jenifer disse...

que looouco amei suas creepypastas Loucifre

felipe lobo do norte disse...

eu acho que ela não era esquiso pois era muito jovem pra surtar eu acredito que ela tinha algum contato com os mortos mesmo

Steeph Mebarak* disse...

Tadinha.

Poena disse...

Exato

Sabrina disse...

No começo a historia parecia boa mas depois os fatos pareciam de uma menina esquizofrênica, esse conto não deu medo.

Advertising disse...

Issso parece mais coissa traduzida do q qq outra coisa. O nome Jill e as frases duras, meio artificiais. Isso não é bom texto embora a ideia seja a´te bacana.

Mary disse...

humm se a intenção era ser assustador e pertubador, não conseguiu não champs

Marcus disse...

Foda ! Mas eu achei o final meio fraco, eu li pensando que ia acontecer algo com ele, ou que ele manipulava as vozes, ou passaria a ouvir, como se fosse uma maldição.

Thiago Barros disse...

Muito bom mesmo...legal !