15 de março de 2013

O terrível caso Kuřim - a mãe canibal




“A casa era feita para atrair crianças e quando estas estavam em seu poder, a bruxa os matava e cozinhava para comer-los. Como joão estava muito magro, a bruxa o prendeu em uma jaula e ali o alimentava todos os dias, para engordá-lo.”
Irmãos Grimm – João e Maria

Klara Mauerová nasceu em Kuřim (Checoslovaquia), em 1975. Foi uma criança desajustada, com uma obsessão pelo universo místico, que sempre afirmava estar destinada a cumprir uma missão designada por Deus.

Sua irmã mais nova, Katerina, apresentava uma personalidade semelhante. As duas fantasiavam constantemente acerca grandes feitos que iriam executar quando chegasse o momento.
Com o passar dos anos, Klara chegou a estudar em uma universidade, mas nunca conseguiu libertar-se de suas fixações pseudoreligiosas. Não passou muito tempo até que conseguiu independer-se de sua família, indo viver junto com um homem com o qual viveu, segundo suas próprias declarações, uma tórrida vida sexual. Engravidou e teve dois filhos: Ondrej e Jakub.



[leiamais]



 Devido ao caráter violento e doentio de Klara, o casamento não durou muito tempo. Após a separação, ela ficou sozinha com os filhos. Apesar de suas excentricidades, era uma boa mãe; passava bastante tempo com seus filhos, os amava e zelava por eles. Entretanto, a solidão estava tomando conta dela. Klara procurou sua irmã Katerina, que foi morar com eles.
Klara e Katerina conheceram Barbora Skrlová, de 33 anos, que estudava na mesma universidade que Katerina. Esta mulher tinha uma rara doença glandular: sua aparência era de uma menina de doze anos e constantemente ela se aproveitava disso para se passar por menor de idade, assim escapava de sanções e de ações legais. Barbora inclusive havia sido adotada por um casal, que a confundiu com uma menina. Com caráter violento e personalidade duvidosa, Barbora passou muito tempo de sua vida fazendo tratamento psiquiátrico, esteve também internada, mas conseguiu fugir com facilidade.
A presença de Barbora Skrlová nas vidas de Klara e Katerina, mudou muitas coisas. As personalidades delas foram completamente afloradas pela nova amiga. Segundo declarações do psiquiatra Zdenek Basný, que a atendeu, as mudanças de identidade da mulher com aspecto de criança se deviam a um distúrbio mental: “Toda a história de Barbora Skrlova está rodeada por um enigma em que ela participa de maneira estranha. Não existe uma explicação clara, mas minha hipótese é que se trata de uma distorção psíquica grave com perturbação de identidade.”

Barbora Skrlová

Barbora Skrlová
 Por influência de Barbora, as irmãs se entregaram a um culto chamado “Movimento Graal”, que afirmava ter centenas de seguidores na Inglaterra, assim como dezenas de milhares de pessoas ao redor do mundo. Este movimento se baseava nas escrituras criadas entre 1923 e 1938 pelo alemão Oskar Ernst Bernhardt, recolhidos na mensagem do santo graal, nos quais era afirmado que o homem pode chegar ao paraíso fazendo coisas boas na terra.

Mas a realidade era outra. Um dos preceitos do grupo era que seus integrantes estavam livres de tabus sociais, como o incesto, a antropofagia e o homicídio. Todos recebiam ordens de um líder desconhecido a quem se chamava de “O Doutor”. Ele se comunicava com seus seguidores apenas através de mensagens de texto enviados a seus celulares. “O Doutor” apoiava a escravidão, o maltrato infantil e a promiscuidade sexual, em razão de um suposto sentido libertário.
Graças à influência de Barbora, Klara raspou o cabelo e as sobrancelhas. Se vestia com farrapos e parou de tomar banho. Sua irmã Katerina apoiava todas as atitudes de Klara e Barbora. Além disso, Barbora se comportava de maneira dupla: em parte era uma mulher adulta e por outra parte era uma menina. Tinha ciúme da atenção que Klara dava aos seus filhos. Pouco a pouco, começou uma sutil campanha contra eles. Os acusava de cometer travessuras, quebrar objetos e comportar-se mal.

Klara com seus filhos e Barbora
Klara passou a castiga-los. Entretanto, a frequência de acusações aumentou tanto, que Klara, desesperada pelo suposto mau comportamento dos filhos, pediu conselhos à autora de tudo. Barbora, feliz ao tornar-se dona da situação, lhe sugeriu que construísse uma jaula de ferro para prender as crianças.

A jaula foi encomendada a um ferreiro da localidade. A colocaram no sótão da casa. O que parecia muito natural para Klara e Katerine, era que através das barras, os meninos poderiam receber alimentos e ficariam sem possibilidades de se comportarem mal. Era 2007. Os meninos foram despidos e presos na jaula. Não sabiam, mas permaneceriam ali por mais de um ano.

Barbora deu novas instruções, que as irmãs seguiram ao pé da letra. Começaram a torturar as crianças. Lhes queimavam com cigarros nos braços e pernas. Lhes amarravam e amordaçavam quando recebiam visitas. Lhes espancavam e davam choques elétricos através das barras de ferro da jaula. Lhes açoitavam com chicotes e os afogavam. Lhes mantinham nus o tempo inteiro e jogavam água fria neles para lavá-los uma vez por semana. As crianças tinham que dormir no chão, sem cobertas, junto com sua urina e excrementos. As vezes lhes davam o que comer. Se choravam, eram golpeados através das barras.

Um dia, Barbora teve uma ideia. Começaram a alimentar os meninos abundantemente. Eles aumentaram de peso e então, Klara pegou uma faca afiada, foi à jaula e pediu para Ondrej lhe estender a perna. Após isso, Katerina e Barbora seguraram o membro do menino enquanto Klara, com a faca, arrancava pedaços de carne do filho. O menino gritava de dor e terror, seu irmão fazia o mesmo. Após cortar vários pedaços de pele, as três comeram na frente deles, não se importando com os gritos dos pequenos.
Seu outro filho, Jakub, permaneceu com medo por um mês. Sabia que cedo ou tarde, aconteceria o mesmo que a seu irmão. Assim foi. A sessão seguinte de canibalismo ocorreu com ele. Sua mãe cortou pedaços de seus braços. A partir deste momento, cada mês o sangrento ritual acontecia: as três subiam, Klara arrancava pedaços de carne de um dos meninos e as três devoravam ali mesmo.

Barbora teve uma ideia para controlar mais as crianças, uma ideia seria sua condenação. Katerina comprou em uma loja de aparelhos eletrônicos, uma câmera de vigilância sem fio, daquelas utilizadas para supervisionar bebês. Instalou no sótão. Através dela, podiam observar o que os meninos faziam e também assistir quando alguma delas torturava-os.

Imagens dos meninos
Mas algo aconteceu. Um homem se mudou, com sua esposa para a casa ao lado e instalou uma câmera igual para monitorar o quarto de seu bebê. Sua surpresa foi extrema quando, em vez de ver o quarto de seu filho, o que viu foi o ritual das três mulheres, torturando as crianças. Passaram dias até que se deu conta de que o sinal que esteva interceptando vinha da casa de suas vizinhas.

Imagens capturadas pelo vizinho

O homem gravou um vídeo com as imagens e fez a denúncia para a polícia. Em 10 de maio de 2007 os agentes arrombaram a casa. Klara e Katerina se colocaram ante a porta que conduzia ao sótão, tratando de impedir que os agentes entrassem. Os policiais as removeram e levaram a uma viatura. Quebraram os cadeados e entraram. O que encontraram ali lhes causou horror.
O fedor de sangue, urina e fezes era insuportável. O chão estava pegajoso e as paredes estavam cobertas de sangue sexo. Um dos meninos estava desmaiado; o outro estava em estado de choque. Ambos apresentavam feridas horríveis, com o corpo apodrecido e várias partes em carne viva.
O lugar onde as crianças eram mantidas.
Parada em frente à jaula estava uma menina segurando um ursinho de pelúcia. Ao ver os agentes, correu para seus braços. Disse-lhes que se chamava Anika, tinha 12 anos e que era filha adotiva de Klara. Os agentes a levaram dali rapidamente. Uma vez na rua, a suposta menina aproveitou que os policiais tratavam desesperadamente de abrir a jaula de ferro, para fugir: se tratava de Barbora.
O caso foi um escândalo. As crianças foram hospitalizadas e um deles não resistiu. O outro pode declarar em juízo contra sua mãe e sua tia, narrando os horrores vividos naquele sótão durante um ano. As duas mulheres responsabilizaram Barbora, mas quando a polícia emitiu ordem de prisão à mulher, não a localizaram.

Klara Mauerova

 Barbora havia fugido para a Noruega, onde assumiu outra identidade falsa: dizia ser um menino, chamar-se Adam e ter 13 anos. Um casal norueguês a adotou. Ela passou a frequentar a escola primaria. 

Barbora se passando por um menino.
Passou-se quase um ano até que a polícia conseguisse encontra-la. Foi presa na Noruega, ante o olhar surpreso de seus pais adotivos que não podiam compreender por que uma menina era capturada como uma criminosa. Quando lhes contaram que não era uma menina de 13 anos, mas sim uma mulher de 36, entraram em choque.
Barbora foi extraditada para a República Checa onde foi julgada junto com Klara e Katerina. Sua doença e sua estranha personalidade inspiraram um filme de terror: A Órfã, que conta a história de uma mulher que engana as pessoas se passando por uma criança e cometendo crimes terríveis.

Klara declarou em juízo: “Ocorreram coisas terríveis e só agora me dou conta disso. Não consigo entender como deixei que acontecessem”. As irmãs alegaram que Barbora havia feito uma "lavagem cerebral" nelas e que não tinham noção do que estavam fazendo quando torturavam os meninos.

Em março de 2009, o Tribunal Superior de Olomouc condenou Klara Mauerova a 9 anos de cárcere e 10 anos para sua irmã Katerina Mauerova. Não consegui informações exatas sobre a condenação de Barbora.

Katerina e Klara Mauerova
O caso ficou conhecido como o pior caso de maltrato infantil da história do país.

Post by: Loucifre
Siga no twitter: @loucifre

Bons Pesadelos...

125 comentários:

  1. O mundo real é infinitamente mais cruel e maligno do que qualquer ficção já criada.

    ResponderExcluir
  2. Se alguém andava reclamando dos posts do medo, ultimamente, não tem do que falar. Estão todos simplesmente demais!!E eu achei que fosse a Anne Hathaway na primeira foto e o nosferatu na ultima da Barbora

    ResponderExcluir
  3. Para min esse pode ser como o pior caso de maltrato infantil do mundo. Essas irmãs são uns Montros deveriam ser codenadas ar morte as 3.

    ResponderExcluir
  4. Para min esse pode ser como o pior caso de maltrato infantil do mundo. Essas irmãs são uns Montros deveriam ser codenadas ar morte as 3.

    ResponderExcluir
  5. é como diz o mestre stephen king : monstros existem, eles vivem dentro de nós... e muitas vezes eles vencem

    ResponderExcluir
  6. é verídico isso mesmo? que horror, ótima estória.. Se for real que triste fim...

    ResponderExcluir
  7. Nossa, que história inacreditável! É muito assustadora. Só queria ter visto o julgamento das três para saber o motivo destes períodos para as condenações, e no caso da Barbora, saber o tempo que foi condenada.

    ResponderExcluir
  8. ótimo post!
    Mas e o pai dos meninos?
    Será que ele nao se importava com os filhos? Ou elas inventaram uma mega mentira para ele nao ver as crianças?

    ResponderExcluir
  9. a parte mais ironica e q quando pressas sempre rola: - ai eu não sei como iso foi acontecer sou inocente a culpa e da outra.

    ResponderExcluir
  10. Nussa véi, que Tenso! História pesada e medonha.

    ResponderExcluir
  11. mt tensa essa foto da Barbora de menino, é como se ela estivesse olhando pra mim >.<

    ResponderExcluir
  12. 9 e 10 anos? Pqp isso é muito pouco! =O

    ResponderExcluir
  13. Logo associei Barbora ao filme "A Órfã". Pessoa maligna essa aí, hein. Ser humano se mostra cada vez mais podre.

    ResponderExcluir
  14. Depois disso, nem quero assistir mais "A Órfã"...

    ResponderExcluir
  15. 10 anos? 10 anos? elas não só torturaram crianças e as mantinham em cárcere privado! Isso é tentativa de homicídio, e pior um deles morreu, então elas deviam no mínimo levar prisão perpétua, ou então pena de morte! Mas deixe ver, o que ela não pagam aqui, elas pagam depois da morte. Assisti A órfã e gostei do filme, mas mesmo sendo inspirado, nada se compara com essa barbaridade, que no final das contas, anda ficando cada vez mais comum nesse mundo!

    ResponderExcluir
  16. Adoro postagem sobre assassinos.
    Valeu por mais essa Louise!

    ResponderExcluir
  17. Porra, 9 e 10 anos por tudo o que fizeram, deveriam pegar prisão perpétua.

    ResponderExcluir
  18. Excelente matéria.
    Faz tempo que não pinta algo interessante aqui. Espero que continuem assim.

    ResponderExcluir
  19. te uma parte que está escrito "sangue sexo"
    (eu tava interado na história e acabei deixando de lado!!!!)
    "BIZARRO"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que era pra ser seco, o C e do lado do X, entao pode ser so um erro de digitacao.

      Excluir
  20. Não conhecia essa estória... é revoltante. Mas deixa estar... os meteoros estão tirando "fino" da terra, uma hora um acerta.

    ResponderExcluir
  21. isso e revoltante,ate que ponto a crueldade humana pode chegar.essas mulheres deviam ser tratadas como bruxas e queimada em uma fogueira!!!!

    ResponderExcluir
  22. Incrível simplesmente perfeito \o/ brigada medoB me ajudo na escrita de um artigo pra faculdade me dando um tema *--*

    ResponderExcluir
  23. Cadê os chatos pra dizer que só no Brasil se comete injustiça? Deveria ter prisão perpétua ou pena de morte pra essas putas

    ResponderExcluir
  24. Terrível esse caso, essas crianças devem ter sofrido bastante. Elas deveriam pegar prisão perpétua e serem torturadas na cadeia.

    ResponderExcluir
  25. Quando eu disse "elas" eu me referia às mulheres que torturaram essas crianças deste terrível caso.

    ResponderExcluir
  26. Adms do MEDOB, parabéns, estou com medo '-'
    Nunca mais verei uma criança do mesmo modo...

    ResponderExcluir
  27. Sem dúvida o melhor post de todos os tempos! Nem nos piores contos de deep web eu senti tanto terror , parabéns pelo blog que já acompanho a muito tempo , e cada vez mais vocês conseguem atingir um nível excelência!

    ResponderExcluir
  28. Logo imaginei sobre o filme A órfã,embora nao soubesse que ele havia sido inspirado numa história real.
    Cara, impressionante entender que isso ocorreu de verdade!!!
    ótimo post!!!
    =*

    ResponderExcluir
  29. parabéns esta postagem está excelente!!!
    bem completa, aborda todos os fatos relevantes sem entrar em especulações e sem encher o saco. parabéns Luocifre,continue assim ^^

    ResponderExcluir
  30. Nossa, não acredito o que leva essas pessoas a cometerem isso com os próprios filhos,isso teria um dano imenso na vida do menino que sobreviveu,e infelizmente o outro não resistiu... Parabéns pelo post, muito bom e muito informativo, por isso MedoB é meu blog nº1 de terror.

    ResponderExcluir
  31. A pena delas era só aquilo?! Elas deviam é apodrecer na cadeia, que vontade que dá de dar uns bons socos na cara dessas criaturas...

    ResponderExcluir
  32. quando comecei a ler a primeira coisa que me vei oa kbça foi A órfã. belo post!!

    ResponderExcluir
  33. A pena delas deveria ser muito maior! ótimo post!

    ResponderExcluir
  34. Isso sim dá medo, monstros reais!

    ResponderExcluir
  35. Nossa, que horror. É incrível como as pessoas conseguem fazer qualquer coisa em nome de um "bem maior". Qualquer um que maltrata crianças deveria ser castigado severamente por isso.

    ResponderExcluir
  36. Para esses casos eu chego a considerar a pena de morte !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vey eu acho q tudo tem perdao, mais imagina a situação e o medo das crianças?? meu coração se endurece ao ler isso e penso que deve ser pena de morte mesmo mais quem julga e Deus nao eu... agora so 9 anos? devia ser o resto da vida e nao 9 anos, essas mulheres vao la faz um monte de maldade, depois faz uma carinha de arrependimento e pronto...

      Excluir
  37. O mundo real, é muito mais assustador que muitas ficções. Existem pessoas doentias demais no mundo.

    ResponderExcluir
  38. 9 anos e 10 anos? Depois reclamam do CP Brasileiro....

    ResponderExcluir
  39. Me interresei mais para assistir a Orfã mais de 1450 de vezes

    ResponderExcluir
  40. Essa imagem de Barbora se passando por um menino me faz lembrar do Nosferatu.

    ResponderExcluir
  41. perfeito! gostaria de mais posts como esse!

    ResponderExcluir
  42. perfeito! gostaria de mais posts como esse!

    ResponderExcluir
  43. Ótimo post! Logo associei a "a Órfã", e isso sim deu medo g.g levando em consideração o que elas fizeram 9 e 10 aos ficou barato demais!

    ResponderExcluir
  44. A história é interessante, embora muito mal-escrita. Sugiro aulas de redação e mais leitura, a fim de enriquecer o seu vocabulário e melhorar sua capacidade narrativa, que são muito pobres e tornam a leitura do seu texto - de conteúdo tão promissor- bastante tediosa e frustrante. Recomendo Edgar Alan Poe, Agatha Crhistie e Stephen King.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Howard Phillips Lovecraft, não se esqueça de Lovecraft.
      Recomendo a clásica e sublime obra Call of Cthulhu, ou The Loved Dead; curto e impactante.

      Excluir
    2. Para de ser ridícula hahah.

      Excluir
    3. Eu amei o texto, não achei nada pobre a forma que ele foi escrito. A autora não tem que escrever do jeito que você quer e sim de um jeito que todos possam entender. Você devia saber disso. Se você se acha mais capaz do que ela, porque não procura um blog para escrever? :) quem sabe assim você para um pouco de criticar os outros, quando for criticada. Espero que veja que você também é passível de erros e não é perfeita o/

      PS. Nem venha usar de argumento a forma que eu escrevi, porque usei o celular para escrever :3 não valia à pena entrar no pc só pra tentar te colocar no seu lugar. Beijos.

      Excluir
    4. As pessoas estão preocupadas pelo conteúdo da matéria, que é extremamente horrenda e boa, e essa sem noção vem falar de erros ortográficos?. Me poupe, me fez ate rir!

      Excluir
  45. https://www.youtube.com/watch?v=ZXpmUsKWAEM video mostra algumas imgagens do gurizinho

    ResponderExcluir
  46. Elas deveriam ter sido condenadas á prisão perpétua ou ser condenadas a pena de morte, o que ainda é pouco... Lavagem cerebral é só mais uma desculpa esfarrapada, não existe lavagem cerebral, o que existe é a vontade obscura da pessoa de fazer algo que é despertado por outra pessoa... Um álibi pra cometer um ato hediondo!

    ResponderExcluir
  47. Não acho que elas deveriam ter sido condenadas a pena de morte. Devem sofrer com seu arrependimento e consciência sempre que lembrarem do que fizeram. E, caso sejam soltas, que queiram cometer suicídio toda vez que verem uma criança. A morte seria um alívio para elas.

    ResponderExcluir
  48. Uma das coisas mais bizarras que ja vi na vida

    ResponderExcluir
  49. Ok, isso me chocou .-.
    Post excelente galera do medo, congrats ^^

    ResponderExcluir
  50. Meu deus! essa história é tão bizarra e medonha que é até difícil de acreditar!! que coisa horrível!! não fico abismada desse jeito desde o caso das bonecas humanas... Oh god!! como algo horrível desses pode ser real??? 10 anos é pouco!! as duas deveriam pegar é pena de morte!!!

    ResponderExcluir
  51. Thaís Rocha Mello, acredito que você esteja seriamente equivocada em seu comentário.
    Sou professora de português e redação na cidade onde moro, o "conteúdo não promissor" do qual tu fala, foi um dos mais elogiados que já postei no blog e os autores que me recomendou (Edgar Alan Poe, Agatha Crhistie e Stephen King) são meus autores favoritos, inclusive tenho uma tatuagem em homenagem ao Poe.
    Porém, não estou aqui para escrever redações, mas sim, escrever meus conteúdos de forma simples para que meus leitores entendam e gostem. E tive sucesso em meu objetivo.

    Se quer aparecer ou se achar melhor que os outros, aqui não é o lugar. Vá para uma biblioteca e passe seu tempo lendo enciclopédias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu curti seu texto, achei que a Thaís só quis pagar de cult que escreve certinho (mesmo que tenha deixado na cara cara que ela se esforçou para escrever aquilo) e que conhece de livro.

      Excluir
  52. Nossa... melhor post dos últimos tempos! A história realmente é bizarra e cruel... difícil até mesmo acreditar que se trata de algo real. Vou adorar se vc continuar escrevendo sobre assuntos como este e postando aqui no blog rsrs

    ResponderExcluir
  53. Nossa... melhor post dos últimos tempos! A história realmente é bizarra e cruel... difícil até mesmo acreditar que se trata de algo real. Vou adorar se vc continuar escrevendo sobre assuntos como este e postando aqui no blog rsrs

    ResponderExcluir
  54. Olha podem até serem escrotas e umas vermes que merecem a morte.. mas será que só eu achei a mãe UMA GATAAAA???

    ResponderExcluir
  55. W.R, Realmente ela é bem simpática.
    essas são as piores!!!

    ResponderExcluir
  56. W.R, Realmente ela é bem simpática.
    essas são as piores!!!

    ResponderExcluir
  57. Excelente post, muito bom mesmo. Revoltante e chocante, o ser "humano" não tem limites quando o assunto é crueldade.

    ResponderExcluir
  58. "o Tribunal Superior de Olomouc condenou Klara Mauerova a 9 anos de cárcere e 10 anos para sua irmã Katerina Mauerova"

    E a gente reclama da justiça do Brasil...

    ResponderExcluir
  59. Meu Deus! to sem palavras aqui. Caramba, isso dava um otimo filme de terror! Nossa...

    ResponderExcluir
  60. Achei pouca a condenação, ainda mais sendo lá fora! Se fosse aqui ainda era de se comemorar...
    Eu assisti o filme a Órfã é muito bom, realmente lembrei muito do filme quando começou a descrever a tal Barbora.
    Parabéns ao Medo B! Post sensacional!

    ResponderExcluir
  61. Medo, ocultismo e todo o sobrenatural..

    http://weusuew.blogspot.com.br/2013/03/nibiru.html

    http://weusuew.blogspot.com.br/2013/03/ovnis-conspiracao-na-russia.html

    ResponderExcluir
  62. Bem, certamente que não estou equivocada, e também, não escrevi "apenas para me achar", como sugeriu.
    Para começar, em meu post eu não havia dito "conteúdo NÃO promissor", mas "conteúdo tão promissor". Caso não tenha percebido, elogiei a escolha do tema, é realmente interessante. Mas sinceramente, o desenvolvimento da narrativa poderia ter sido melhor.
    É uma crítica CONSTRUTIVA. Aceite-a para melhorar. Você é professora de Português e Redação na sua cidade? Sinto muito, mas pelo pouco domínio da Língua, não parece. E mesmo se realmente o for, mesmo professores não estão isentos de errar, de receber críticas e podem e devem buscar progredir.
    Sinceramente, a linguagem do seu texto não estava simples, mas truncada, mal-escrita em muitos trechos e algumas vezes, desnecessariamente repetitiva.
    E JUSTAMENTE PELO SUCESSO DOS SEUS POSTS, busque melhorar, pois seu público merece, não acha? É uma delícia quando o conteúdo é bom, mas forma narrativa é melhor ainda..... a narração deve ser sedutora, viciante....assim se cativa o leitor.
    Bem, quanto a me trancar em uma Biblioteca e ler enciclopédias.....Heheheheheheheh! Realmente não são meu gênero favorito, prefiro literatura mais rascante, profunda, sombria e musical. Embora não despreze um bom livro técnico, pois os conhecimentos ali contidos sempre serão úteis.
    Conhecimento é arma, mas também pode ser armadilha a si próprio, uma maldição, um cativeiro.... Fausto, que o diga! =)

    ResponderExcluir
  63. Sigo o MedoB tem algum tempinho já, e sempre que vejo um post que me provoca a dúvida corro pra ver os comentários. Achei pouco provável a forma que o crime foi descoberto, mas va lá. O texto basicamente me fez duvidar de tudo que estava escrito, ou seja, não me provocou medo ou asco.
    Isso dito, gostaria de dizer que concordo em partes com o pensamento da leitora Thaís Rocha Mello.

    Louise: Não vou dizer que seu texto é isso ou aquilo, mas tenho que dizer que fiquei ofendida com o seu comentário. Pelo meu ponto de vista, só você quis aparecer aqui.
    O texto, apesar de conter uma história fascinante, não me convenceu, portanto não atingiu o seu propósito. Será que na sua simplicidade textual você não reduziu a essência ao banal?
    Não importa pra mim o seu nível profissional, o que me importa é o conto. Se a sua história não me fascinou, então me desculpe a sinceridade, mas você falhou!

    ResponderExcluir
  64. Em todo post dessa Louise tem alguém reclamando da gramática ou da forma como o texto foi desenvolvido, risos. Será se o erro está nas pessoas que criticam porque "querem aparecer" ou na autora que não tem tanta competência assim pra escrever em um blog do tamanho do Medo B?

    ResponderExcluir
  65. http://uni-versoinverso.blogspot.com.br/2009/12/o-chato.html

    tem macaco sentando no próprio rabo...

    ResponderExcluir
  66. http://uni-versoinverso.blogspot.com.br/2009/12/o-chato.html

    tem macaco sentando no próprio rabo...

    ResponderExcluir
  67. post fooooooooda parabens!!! alias me caguei quando vi a barbora careca kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  68. Só eu acho que elas mereciam morrer?? OO'

    ResponderExcluir
  69. gostaria d nunca ter lido esta historia d terror real , mas alguem tem noticia do menino q sobreviveu ? inagino o q a mente dele virou.

    ResponderExcluir
  70. Nossa chorei, tadinhos dos meninos.. Muita monstruosidade.. Cadeira elétrica seria pouco!!

    ResponderExcluir
  71. 9 e 10 anos de cadeia. E vocês ainda acham que nosso sistema é fraco! Esse aí barrou o nosso. Tinham é que morrer umas desgraçadas dessa! Injeção Letal nelas.

    ResponderExcluir
  72. Essa Thaís Rocha Mello escreve tão bem, que essa passagem da tréplica dela ficou bem pobrezinha: "É uma delícia quando o conteúdo é bom, mas forma narrativa é melhor ainda..... a narração deve ser sedutora, viciante....assim se cativa o leitor." Oi? Não entendi o desencadeamento lógico da ideia. Conteúdo? Forma Narrativa? Narração? Cadê o rico vocabulário para evitar repetições?! Enfim, ela deve ter passado pelo menos 1 hora revisando o texto pra ver se não existia erro ortográfico! O texto da Louise é simples sem ser simplório, rápido, dinâmico e sabe por quê? Porque esta é a característica intrínseca do texto de um blog e não à Machado de Assis. Ao invés de ficar aqui "trollando" o texto alheio D. Thaís, se dedique a fazer um melhor, de preferência no seu blog se tiveres a capacidade para isso, bem longe daqui. Afinal, não se dizes tão profícua no que fazes? Pois então...VAZA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disse tudo o que eu quis dizer. As pessoas tem que se lembrar que isso é um blog, nao um livro.

      Excluir
  73. a vida real assustando mais do que qualquer filme de terror. que medo da capacidade do ser humano...(cerumano, neste caso).

    ResponderExcluir
  74. Credo...fiquei horrorisada com isso, e revoltada, eu sinceramente não sabia que 'A órfã' éra baseada em fatos reais, estou de boca aberta, queixo caido! Como alguém pode fazer isso com outro alguém? Isso é desumano! Esta mulher devia ser condenada, na mesma moeda, botassem ela na mesma cela que as crianças, e fizessem as mesmas coisas que ela fez com as crianças! Isso sim, e depois a forca

    ResponderExcluir
  75. lulz eu já havia assistido o filme, e sabia que era baseado em fatos reais, mas a história a qual contam é muito mais barbara do que a do filme, definitivamente!!

    ResponderExcluir
  76. Já assisti a Órfã, é um filme que fica presente em nosso inconsciente. Realmente mexe demais com a gente. Não sabia que a história era real, fiquei tenso agora!

    ResponderExcluir
  77. Meu Deus do céu. Isso não pode ser chamado de ser humano. Chega a ser um insulto! Eu estou perplexa, apavorada com tamanha falta de tudo: de noção, humanidade...

    ResponderExcluir
  78. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  79. a Barbora Skrlova foi condenada a 5 anos de prisão (sai esse ano) e a história é real sim, basta procurar em inglês que se acha mais informações.

    ResponderExcluir
  80. a Barbora Skrlova foi condenada a 5 anos de prisão (sai esse ano) e a história é real sim, basta procurar em inglês que se acha mais informações.

    ResponderExcluir
  81. Nossa, e tem gente burra o suficiente por aqui para achar que isso é um texto fictício e que a narrativa deveria ser melhor, bla bla bla...
    A Louise passou todos os fatos da história (que é real), e agora fatos reais tem que ser contados de determinada forma senão ninguém vai querer ler? Pelamor, né? u.u

    Curti muito o post, não conhecia essa história e fiquei super chocada com tudo e com o fato de ter inspirado o filme a órfã (um dos meus favoritos)... ótimo post \o

    ResponderExcluir
  82. O pior é ver a Thaís e a Fernanda sendo tosquíssimas e dando aulas não solicitadas de redação, criticando a pessoa que escreveu o post pelos motivos errados. Sério, chegam ao ponto de chamar o relato de conto, sendo que se trata de uma história real. Na certa achavam que se tratava de uma creepypasta e não perceberam que as fotos (e são muitas!) são de pessoas reais.

    O caso é que se é pra fazer uma crítica, é a de que a tradução feita apresenta erros. Sim, porque é só jogar no Google e se percebe que esse texto foi retirado de algum site estrangeiro, pois são muitos que apresentam exatamente o mesmo que aqui e foram escritos antes. Só que esse é o menor dos problemas. O grande problema é que por conta da dificuldade da língua em que aconteceu o crime, deve ter havido algum erro de tradução que foi perpetuado e segue desinformando sobre o caso. Pois eu fui pesquisar, e na verdade OS DOIS MENINOS ESTÃO VIVOS. É tanto que saiu uma notícia agora em janeiro de 2013 falando sobre a guarda dos adolescentes, que estão com os avós.

    Eu não sou de comentar, mas por conta da falta de pesquisa sobre a veracidade da informação, fui obrigada a fazer um perfil só para postar esse comentário, devido ao erro absurdo. Sugiro quando pegar algum desses casos que são reais, checar com fontes fiáveis, para não reproduzir inverdades que acontecem por não se pesquisar direito sobre o que está se falando.

    É por conta disso que a pena foi baixa. Foram acusados de maus tratos, e não de assassinato. E não foram só essas 3, foram 6 pessoas ao todo. Mesmo sendo por maus tratos, a pena foi curta e acho que isso todo mundo concorda.

    Segue um link atual sobre o caso, basta traduzir pelo Google. Mas encontrei em vários outros sites de jornalismo, inclusive em inglês, e deu pra ver que os dois meninos estão realmente vivos. A informação incorreta foi passada por sites que cuidam de temas afins ao do medob.

    http://brno.idnes.cz/soud-o-opatrovani-chlapcu-z-kurimi-dtk-/brno-zpravy.aspx?c=A130116_095904_brno-zpravy_kol

    ResponderExcluir
  83. Barbaridade, como as pessoas gostam de criticar... Mas cadê que fazem melhor? Enfim, muito interessante esse caso, mostra parte do que o ser humano é capaz.

    ResponderExcluir
  84. É obvio que isto não é real.

    1 - Eu pesquisei e nao achei nada sobre o assunto,e um negocio desses teria MUITA REPERCUSSÃO,além de ter acontecido a pouco tempo
    2 - A Órfa não foi baseado em nada,o criador dessa noticia (foi muito criativo realmente) deve ter falado que isso baseou o filme A Orfã para os leitores nao desconfiarem que o texto foi baseado no filme,porque creio que todos que leram até a parte da Barbara ja lembraram do filme de primeira.
    3 - Eu até acredito em uma mulher se aproveitar de sua doença e fingir que é uma garota,mas fingir que é um homem?Convenhamos,isso é impossivel.Ninguem nunca olhou a forma do corpo dela?O corpo de um garoto e uma garota é muito diferente.Fora que ela nao parece ser uma menina/menino de 12 anos,nem de longe.
    4 - Há uma confusão no texto ''Viajou para a Noruega e fingiu ser um garoto chamado Adam de 13 anos.Um casal a adotou...Nao sabiam como uma garota poderia ser presa...''Como assim?A Barbara não estava fingindo ser homem?

    Enfim,com certeza isso dai é fake,lembrem-se de ''casos parecidos'' como os maniacos da Ucrania,teve muito mais repercussão.
    Mas foi uma historia criativa realmente,e fiquei muito interessado enquanto lia.

    ResponderExcluir
  85. É na verdade um caso que chocou o país!
    Mas aí veio uma pergunta:

    Até que ponto uma pessoa possa ter tanta insanidade em cometer um ato nojento desse?

    ResponderExcluir
  86. "Grande" pena a mãe e a tia levaram, por isso não levo a sério quando me criticam por apoiar pena de morte.

    ResponderExcluir
  87. No mínimo essas vadias deveriam ser torturadas pelo resto da vida

    ResponderExcluir
  88. Pior que foram condenados mais 3 amigos deles por torturarem as crianças, Hana Basova e Jan Skrla foram condenados por 7 anos cada e Jan Turek pego 5 anos.

    ResponderExcluir
  89. pessoas com mentes assim não podem ser soltas, pq sempre voltam a praticar as mesmas atrocidades não importa quanto tempo passar.

    ResponderExcluir
  90. 9 e 10 anos??? Quiehisso, mundo de merda,quem julga e da penas?Lendo esse post eu me senti numa história de terror, literalmente,pesssoas assim teriam que ser mortas na hora.O Mundo só passará a ser um bom lugar para viver, a partir do momento em que atos como esse passem a ser imperdoaveis, de verdade,nao imperdoaveis como dizem e que depois de 10 anos se esta livre denovo.

    ResponderExcluir
  91. Sabia que já tinha ouvido antes e em algum outro lugar algo parecido com a história de Barbora, e foi justamente no filme "A Órfã", aliás,esse é um dos meus filmes preferidos no gênero, juntamente com "O Iluminado". Histórias terríveis como essa infelizmente acontecem na vida real, pra depois inspirarem filmes c/ roteiros incríveis... Seria muito bom se bizarrices como essa fizessem parte somente da ficção, no entanto sabemos que a realidade da psicopatia humana pode ser mil vezes mais terrível do que qualquer roteiro de filme de terror!

    ResponderExcluir
  92. Estou chocado e é assim que consigo me descrever agora. Não sabia de tudo isso, sim, ainda me surpreendo com a maldade do ser humano. Lamento a morte de uma das crianças. Espero que a outra consiga viver em paz, mesmo sabendo que mãe e tia são umas assassinas. Eu nem sou religioso, mas vou rezar pela criança que sobreviveu, se Deus existe ele vai me ouvir.

    ResponderExcluir
  93. Caralho tinha que torturar e matar essas vagabundas, qe raiva, mais a história muito interessante, e o filme A ORFÃ, muito bom.

    ResponderExcluir
  94. essas éguas deviam apodrecer na prisão.

    ResponderExcluir
  95. Está certo a parte das penas? 9 e 10 anos é muito pouco para um crime desses. Se fosse no Brasil até que seria normal, mas não é.

    ResponderExcluir
  96. O que? Só 9 e 10 anos? Isso é uma vergonha. Uma vida foi perdida e o outro menino nunca vai esquecer o que aconteceu. Mereciam sofrer o mesmo que fizeram os meninos sofrer!

    ResponderExcluir
  97. Mais e o pai dos meninos ? é hj q eu não durmo e.e

    ResponderExcluir
  98. Se eu estivesse passando na rua e visse essa desgraçada,ela ia apanhar tanto que eu ia ficar com o sorriso do coringa,

    ResponderExcluir
  99. Essas vagabundas sujas vão queimar o cú no inferno, cadelas!

    ResponderExcluir
  100. .....FDP
    Seraa q isso éh vdd ?
    Aii creedo....toh cm medoo agora .. O.o

    ResponderExcluir
  101. horrível fiquei chocada...Agr da pra entender o filme a orfã e baseado em fato reais e horríveis

    ResponderExcluir

Seu comentário será aprovado em poucas horas.
Não é permitido Spam nem divulgações aqui nos comentários.