31 de agosto de 2013

Transtorno de Identidade de integridade corporal



Chloe é uma americana de 58 anos que sonha em  ser paraplégica.
Ela é fisicamente saudável, mas quer um cirurgião para cortar sua medula e perder os movimentos das pernas.

[leiamais]

- Desde os 4 anos Chloe queria ser diferente e viver como uma pessoa deficiente.
- Ela gostava de brincar com as muletas da tia que sofreu um acidente
- Aos 9 anos ela causou um acidente proposital andando de bicicleta para tentar perder o movimento das pernas.
- Ela gosta de esquiar pelo risco de perder o movimento das pernas num acidente.
- Ela passa os dias numa cadeira de rodas, mas ainda é capaz de se levantar.
- Existe um médico disposto a fazer a vontade dela, mas ele cobra 16 mil dólares.
- Sobre a loucura dela, os psiquiatras questionam: O que é melhor ela viver numa cadeira de rodas ou se suicidar?
- Atualmente o sonho dela é sofrer um acidente de carro para conseguir realizar o sonho de perder as pernas.



Chloe tem um distúrbio raro chamado Transtorno de Identidade de integridade corporal. Mas apesar de raro, ela não é a única.
Quem sofre essa doença, rejeita alguma parte do corpo e pode fazer de tudo para amputar o que lhe incomoda.

O transtorno não está no DSM, principal manual de psiquiatria, mas numa pesquisa feita em 2004 foram identificadas 52 pessoas no mundo com ele. Desses, 9 já tinham se amputado, 6 por conta própria e 3 com ajuda de um cirurgião.
Você pode estar chocado com o que está lendo, mas já deve ter ouvido falar nisso. Essa é a mesma insatisfação que tem os transexuais, que desejam amputar o seu pênis.

Um cirurgião escocês chamado Robert Smith foi procurado por um paciente pedindo para que ele removesse sua perna esquerda, e depois de 18 meses ele decidiu fazer a operação. Apesar do escândalo, ele fez 3 operações do tipo e justifica que é mais seguro fazer a cirurgia do que o paciente fazer por conta própria.


Casos de pessoas que fizeram amputações sozinhas:

Robert Vickers, 67 anos.
Ele um dia faltou o trabalho, comprou gelo seco e foi a um depósito abandonado. Lá afundou a perna esquerda no gelo seco e deixou. Quando achou q estava irreversivelmente congelada acima do joelho, ele ligou para a mulher. Robert acordou depois no hospital com a perna amputada, e... feliz da vida.
Ele afirma que seu problema causa muita raiva em pessoas que perderam um membro acidentalmente, mas pra ele é só felicidade sem arrependimento.

Josh
Tentou várias vezes arrancar a mão esquerda. Tentou colocar embaixo da roda de um caminhão, mas falhou. Tentou com uma faca, mas ela só rompeu os nervos sem cortar o osso, e ele só conseguiu depois com uma serra elétrica. Para não assustar a família, ele falou que foi um acidente.


Um grande dilema médico, o Transtorno de Identidade de integridade corporal ainda não tem cura, o único jeito de evitar uma tragédia é fazendo a cirurgia.



Entrevista com a Chloe



Fontes: Mail, Super Interessante
Bons Pesadelos...

35 comentários:

Henrique JiGSaW disse...

bixa doida da peste moço

erick costa disse...

sao bandos d fdps isso sim !!! tanta gent qerendo ser normal e esses ... afff vo nem fala mais nada!

Ana Biia disse...

Gente, não tem como querer criticar uma pessoa que sofre de um distúrbio assim. Isso é uma DOENÇA ainda incurável.A pessoa entende que amputados por acidente não aceitam sua condição, mas o caso deles é o reverso. Eles podem chegar a INVEJAR uma pessoa assim pelo desejo que possuem de perder um membro e o outro ter conseguido.
Meus parabéns MedoB, adorei a postagem!

Jimmy Hazard disse...

É exatamente o que a Ana Biia disse. Isso é um transtorno mental, assim como transtorno bipolar e esquizofrenia. Não é controlado pelo paciente, simplesmente acomete a vítima, como qualquer doença mental.

Priscila Boltão disse...

Deixa só esclarecer uma coisa. Isso NÃO é o que os transexuais tem. Eles não querem "cortar o pênis fora" porque preferem ficar sem. Até porque, a cirurgia de mudança de sexo de transição homem-mulher é feita "recolhendo" o tecido pra dentro, assim como a mudança mulher-homem é feita "puxando" o tecido pra fora. É uma diferença de gênero. A pessoa tem um gênero definido ao nascer mas psicologicamente se identifica com outro. Muitas escolhem a cirurgia de mudança de sexo porque se identificam mais com o corpo do gênero oposto, mas algumas não sentem necessidade.
:)

Lula Balula disse...

Discordo com todo esse pessoal! Na boa... se é o desejo da pessoa que seja feito a amputação, como o próprio post diz " Essa é a mesma insatisfação que tem os transexuais, que desejam amputar o seu pênis." Vocês diriam que é um "Transtorno mental" ? Ou até mesmo um transgênero que não aceita o corpo que tem e o modifica. Opiniões à parte u_u. Valeu MEDOB interessante este post! :D

Aline Duarte disse...

A Priscila tá mais do que certa, isso NÃO é o que os transexuais tem.

Paula Nascimento disse...

Acho que esse transtorno mental é o mais louco que eu já vi, e eu achando que já estava ferrada com minha bipolaridade...
Cara que escrotice compararem um transtorno mental com transexuais... não é que eles queiram se livrar do pipitchu, é que eles querem ser o mais parecido possível com uma mulher, alias eles gostariam de ser mulheres, é como uma colega lésbica minha que se veste de homem, ela queria ser homem, não tem nada a ver com esse transtorno mental...

Pedro Henrique Leite disse...

eu ja vi um transexual que alem de fazer a cirurgia de troca de sexo (que nao corta o penis fora, apenas o transforma em uma vagina) cortou as duas pernas na regiao do joelho com uma serra eletrica

JM disse...

Amigos a comparação com os transexuais eu peguei na Super Interessante, tem link das fontes no post.
Na verdade existem casos de pessoas com fetiches sexuais por amputações tb, e casos de transexuais que cortam o penis com um facão, sem cirurgia, simplismente por rejeitar o membro, assim como essas pessoas.

karina gremski disse...

Isto chama-se preguiça! huahuahuhaua

Romeu Missau disse...

100 mangos e um machado, realizo o sonho dela bem mais barato.

Laura Marques disse...

Transexuais tiram o pênis por que querem ser como mulheres neh, não por que querem amputar partes do corpo ¬¬

Laura Marques disse...

Se ela quiser eu corto, contanto que ela assine um termo de responsabilidade uahsuahs Td pra realizar o sonho de alguém.

Fernando BLuz disse...

o único problema é esses filósofos de comentários eles fazem inumeras dissertações e teorias sobre o que leram afss... vcs deviam estar numa convenção em genebra não aqui nos comentários seus aristóteles tupiniquins

Marcela Duarte disse...

e qual é o problema de debater sobre o assunto fernando bluz? se você tem preguiça de pensar tudo bem mas não encha o saco dos demais.

yasmin pompeo disse...

Que barbaridade tche !!! tanta gente sofrendo por ter perdido uma parte do corpo e essa gente ai quer perder porque nao gosta !! *_&
Eu entendo que e um trantorno psicologico , mas... e locura .







vitor nunes disse...

Me lembrei de Evil Dead quando li sobre o Josh huasuhasuhashausahuhuashuashuashasuhaus

isabel franca disse...

Só um esclarecimento. Transtorno de Identidade de Integridade Corporal não é o mesmo que "Transtorno de Identidade de Gênero". A maior diferença entre os dois casos é a cirurgia de mudança de sexo visa melhorar a qualidade de vida de uma pessoa que não se sente confortável com seu gênero. Por outro lado, a medicina AINDA não viu quais benefícios viriam a alguém que deseja amputar as pernas ou os braços perfeitamente saudáveis...

Yoshi Amarelo disse...

que otaria merece um tiro

Sparda lost daughter disse...

Cara eu PAGO pra essa tia me deixar cortar as pernas dela *.* se ela quiser corto os braços tanbém ! Mwaaahahaha
XD

Érica Venâncio disse...

Ela quer perder os movimentos... quero ver se ela vai continuar achando otimo, quando ela quiser usar o banheiro e nao conseguir sózinha!! Affff...

Senhora dos Absurdos disse...

Só pra esclarecer
Transexuais não querem ser mulheres, eles já são mulheres psiquicamente, só querem adequar seu corpo a sua mente

Rab's disse...

Que comparação escrota essa do transexual. Não tem nada a ver uma coisa com a outra.

TiaDaMarmitex disse...

morte

Fragata disse...

Indo contra a corrente e concordando com o post; se um transsexual nasce com corpo de homem e se vê como mulher, existe um defeito nele e não é no corpo, é na mente, se você nasce com coro de homem, sem defeitos, não há defeito nele, o defeito está na sua mente que deveria estar voltado para se ver como um homem realmente, é como querer arrancar a pele pra não ter coceira..

Da mesma forma que essas pessoas desejam amputar a si mesmas, os transsexuais vão no mesmo sentido, ao invés de trata a mente, resolvem adequar o corpo à mente, mesmo caso das bulímicas, mesmo caso desse do post, mesmo caso de gente em certos casos de TOC, etc.

Mas cara, chega um momento em que você tem que se perguntar por que existem leis e por que seguimos leis que cuidam até mesmo da sua intimidade, como bigamia, estado mental, etc.

Tipo, se de repente o sujeito deseja se suicida... tentar impedi-lo seria realmente um atentado contra a "liberdade de expressão" dele? Será que realmente todas as decisões que s´fazem mal à própria pessoa e não afetam a outas, cabem somente aquela pessoa e tentar impedi-la é errado? Será que realmente devemos fazer conosco tudo o que desejarmos?

Fica a pergunta = /

The Wraith disse...

Puta que me pariu. Uma bosta dessas ainda tem a pachorra de aparecer sorrindo nas fotos, como se não estivesse fazendo nada demais. Essa imbecil podia ficar tetraplégica, que eu ia achar ótimo. Puta merda, tem gente burra pra tudo.

Polyanna Ribeiro disse...

Mano, larga de ser ignorante, isso é um TRANSTORNO/DISTÚRBIO a pessoa não tem culpa de ser assim. Larga de ser ignorante e vá ler o texto primeiro.

Etoile Polaire disse...

A pessoa que escreveu esse texto é imbecil ou só completamente insensivel e irrresponsável? Transexualidade não é comparável a esse transtorno de nenhuma maneira, sequer se pode generalizar que todxs transexuais querem uma cirurgia de redesignação sexual ( ou "cortar fora o pênis" como essa pessoa escreveu ignorando completamente o fato de haverem também transexuais que querem transicionar de um corpo feminino para um masculino). Não é uma doença, qualquer psicólogo sério com experiência REAL com transexualidade dirá. Quem escreveu esse texto certamente não faz idéia do impacto psicológico que é ter sua condição de existencia já discriminada e reprimida social e institucionalmente ser comparada a um transtorno que te faz amputar partes do corpo.

Kaab Simas disse...

Transsexualidade não tem nada a ver com isso, são pessoas que nascem com o corpo errado. O cérebro de um homem e de uma mulher são diferentes, e já é conhecido o fato de que os transsexuais são pessoas com a formação cerebral do sexo oposto. Essa falta de reconhecimento do próprio corpo causa depressão e insatisfação com o próprio corpo, mas não vontade de amputação.Importante lembrar também que isso não é o mesmo que ocorre com os homossexuais.

Poena disse...

Exato, ia comentar isso agora. O desejo do transexual vai muito além de simplesmente querer "arrancar" o pênis.

Naaty prestess disse...

Pessoas retardadas , tanta gente sofrendo não podendo andar.dependendo de outras pessoas , e esses fdp fazem isso ... Tem q se tratar .

Albiom disse...

engraçado esse mundo, vc pode ajustar seu corpo pra condizer com sua personalidade mas nao pode ajustar sua personalidade pra condizer com seu corpo? pra essas pessoas q querem perder membros... melhor mortas assim nao propaga esse gene

doodler hr disse...

citou transexual no post, e o choro é livre. porra, cresçam. só porque o cara falou de transexuais de forma errônea, admito, as pessoas vem fazer um carnaval nos comentarios, tecem uma tese cientifica expondo todo o seu conhecimento sobre o assunto, toda a injustiça social, "aaai mimimi", "oh ceus", "a vida é tão dificil para eles e voce ainda faz um post associando isso levemente a uma condição mental", "uiuiui", "que coisa absurda", só pra xingar o cara de idiota porque ele não sabe nada sobre transexuais. é obvio que nao sabe, o blog é sobre transexuais? acredito que não, então não tem motivo nenhum pra exigir isso do autor do post. além disso, existe essa mania de ignorarem o fato de que, assim como muitos outros tipos de pessoas, é claro que "sofre preconceitos e mimimi". Tudo é motivo de preconceito. ser de fora, ser muito gordo, ser muito magro, ser muito burro, ser muito inteligente, o modo de se vestir, ser gay, ser lésbica, e sim, ser transexual. ignora-se os outros pra fazer um carnaval pelos transexuais sendo que a própria moça que tem um problema mental, uma doença, que é raríssima e incuravel, que a faz ter vontade de se mutilar, causa repulsa nos outros e gera preconceitos também, tanto na vida cotidiana dela (imagino), quanto aqui mesmo nos comentários com pessoas tão burras que nao compreendem que nao é uma coisa que a mulher pode ESCOLHER (é até engraçado, deve ser o tipo de pessoa que ve alguem com depressao e fala "ah vai se ferrar, idiota ai, tanta gente feliz e essa pessoa ai triste", ou ve alguem com gripe e fala "que merda, com gripe ai, para de frescura, merece uma surra aff"... é muita ignorancia!), mas isso ninguem enxerga, apenas porque foi citado brevemente "transexual" no post. parem de chorar e vão lavar uma louça, vai.

fernando b.o disse...

ALÉM DE FEIA É BURRA,NÃO SEI CORTAR SUA MEDULA MAIS POSSO TE ACERTAR COM PURETE NA CABEÇA SE NÃO FICAR MAIS RETARDA MORRE