1 de dezembro de 2013

YouTube.com/TERROR - Armas Lendárias do Apocalipse

Uma nova lenda... que você pode ver em video ou ler logo abaixo...










[leiamais]
Essa história mescla fatos e rumores com base em evidências.
O conteúdo que será apresentado não serve como prova de nada, são apenas suposições e rumores que supostamente tenham ocorridos no ano de 2011.


Nossa historia começa no ano de 2011, um homem americano de raízes árabe, conhecido por Abbas publicou em seu fórum de colecionadores de antiguidades na internet algo muito curioso. Durante uma de suas visitas ao Egito ele adquiriu um artefato muito peculiar, tratava-se de uma alfanje. Para os que não sabem, alfanje é uma espécie de lâmina curvada que até lembra um pouco algumas espadas tipo sabre. Abbas havia negociado o artefato com alguns nômades do deserto, ele não revelou quanto pagou mas, disse que não lhe custou muito. A alfanje era muito bela, de lâmina afiada e perfeita, o cabo era um pouco exótico e aparentava ter sido feito de osso humano e nele haviam 33 pedras negras lapidadas.
O que motivou a publicação de Abbas no fórum não foi apenas a vontade de compartilhar sua aquisição, é claro que ele queria mostrar a alfanje para outros colecionadores (ainda mais sendo dono do fórum) mas, ele também queria opiniões sobre o artefato pois, Abbas acreditava que era apenas uma réplica ou um artefato artesanal de baixo custo. Ele já havia levado a alfanje para 3 diferentes avalistas e ambos disseram que as pedras (apesar de serem bonitas,) não eram diamantes negros ou qualquer outro tipo de pedras preciosas porém, não souberam catalogar e identificar a classe das pedras.
Algumas semanas se passaram e Abbas fechou o tópico, ele agradeceu pelos comentários e disse que estava convencido de que o artefato era antigo mas que as pedras não tinham valor algum.

Poucos meses depois...

Um outro frequentador do fórum demonstrou grande interesse pela alfanje, ele parecia conhecer muito bem o artefato mas, o assunto tomou proporções bizarras e até mesmo duvidosas afinal, o misterioso frequentador do fórum alegava ser um "anjo."
Seu nome era desconhecido mas, ele utilizava o nickname "user86." O suposto anjo disse coisas arrepiantes sobre o artefato, disse que se tratava de um objeto tão antigo quanto a criação do mundo.

Tanto Abbas quanto os outros membros do fórum consideraram os comentários como sendo uma piada de mau gosto e até ameaçaram banir o usuário caso continuasse com suas "piadas" porém, user86 propôs o seguinte:
Se ele descrevesse as medidas exatas do artefato, comprimento, largura envergadura da lâmina e do cabo, se descrevesse pequenos detalhes do objeto, então Abbas deveria ouvir tudo o que ele tinha para dizer.

E assim foi feito, user86 deu as informações das medidas com exata precisão, até mesmo descreveu a distância que as pedras negras tinham umas das outras e em que parte do cabo elas se encontravam.

Abbas ficou intrigado e sendo assim ele resolveu cumprir com sua parte permitindo com que user86 continuasse com sua história, e é essa que contarei agora:

No começo dos tempos, pouco antes da criação da humanidade foram forjadas quatro armas sagradas e eram elas:
Um arco prateado cuja o poder é tanto que com apenas uma flecha é capaz de vencer toda a humanidade.
Uma espada de fogo que reluz o brilho do universo, apenas o seu peso já é o suficiente para destruir os firmamentos da terra e além disso, sua lâmina é capaz de cortar a alma dos homens e corrompê-los, todos de uma só vez.
Uma balança de aço que jamais poderá ser destruída, ela pesa o valor da ganância e quanto mais peso colocado sobre ela maior o caos na terra.

A quarta arma é a mais frágil porém, a mais poderosa. O poder das outras 3 armas pode ser encontrado nela e igual ela não há, com ela é possível ceifar todos os seres vivos dos 33 planos, ela pode cortar desde o plano sagrado ao físico e sem precisar tocar seu alvo.

Todas as quatro armas foram lançadas na terra e bem nos confins do deserto, no "profundo." Foram escolhidos também, três anjos para empunhar cada uma das armas e esses foram banidos da face de seu criador até que se cumpra a sua vontade. A quarta arma não pode ser empunhada por nenhum dos seres antes criado pois, nenhum deles poderia tolerar o seu peso, nem mesmo a elite suportou e para isso foi preciso criar aquele que é vazio, aquele que não enxerga mas vê, que não sente mas odeia e à ele foi outorgado o poder para empunhá-la.

Esses quatro desceram a terra e esperam pelo o tempo de recolherem suas armas porém, uma delas não está mais em sua urna, falo da quarta arma, a que se encontra em nas mãos de um homem. Nem mesmo os babilônicos, os quais tinham os números e a sabedoria e que conheciam a localização das armas ousaram descer ao deserto para tomarem posse delas.

Foi mais menos isso que o anjo contou para Abbas e depois disso ele se interessou pela a história mas, não deixou de contestar o usuário 86, fez diversas perguntas e observou o seguinte:
Se ele de fato fosse um anjo, então o que o impedia de aparecer para Abbas e falar isso frente à frente?
User86 respondeu explicando que se ABBAS saísse da cidade sem o artefato ele poderia encontrá-lo, do contrário seria impossível pois, o próprio artefato impede que qualquer ser celestial tente uma aproximação, motivo esse pelo o qual as armas foram lançadas no deserto da terra.
É claro que Abbas recusou o convite para sair da cidade, ele não poderia simplesmente ir ao encontro de alguém só porque o mesmo diz ser um anjo e foi então que o usuário 86 disse que lhe daria duas provas:

A primeira seria na madrugada seguinte, Abbas teria um sonho onde conheceria as outras três armas e só acordaria após 3 dias. Depois disso, eles retomariam a conversa e o anjo lhe mostraria no fórum imagens dos desenhos detalhados de cada uma das armas.
A segunda prova viria na próxima semana, o anjo prometeu mostrar para ABBAS o quarto cavaleiro, ele disse que não apenas Abbas mas que também o mundo todo poderia vê-lo sem ser notado e que nesse dia ele estaria no Egito procurando entre os homens aquilo que lhe pertence.

Agora preste muita atenção:
Estima-se que todos esses fatos tenham acontecido em 2011. Por coincidência, nesse ano um vídeo muito estranho ganhou muita notoriedade, segundo dizem, durante um protesto no Egito, o quarto cavaleiro teria aparecido em meio ao povo. Não vou falar muito sobre isso, apenas veja:

?


Você viu, não é mesmo?

Analisamos o vídeo e também buscamos informações sobre sua autenticidade. Não encontramos indícios de montagem digital ou manipulação no vídeo inclusive, web sites e comunidades dedicadas em desbancarem todos os tipos de farsas que já analisaram o vídeo concordam que não se trata de montagem digital porém, a grande maioria acredita que seja um reflexo e justificam isso pelo o fato de que o operador de câmera seguiu o movimento supostamente refletido.

Movimento refletido?

Sim, claro! É perfeitamente possível acontecer, é algo comum mas, não é porque o operador de câmera acompanhou o movimento da imagem que significa que é falso, desde muito tempo, câmeras utilizadas por emissoras de TV e até mesmo câmeras de mão utilizam display digital que reproduz imagem em tempo real. De qualquer forma, acredite ou duvide, eu sou apenas aquele que conta a história.

Uma coisa que me chamou a atenção em tudo isso foi a menção sobre os babilônios, caso não saiba, os babilônios cultuavam deuses distintos em relação a todos os tipos de crenças religiosas de hoje, também eram conhecidos por possuírem muita sabedoria principalmente quando o assunto envolvia números e estrelas.

O acervo maldito não conseguiu encontrar uma ligação plausível dessa história com o povo da Babilônia mas, após analisar cuidadosamente o pouco que conhecemos sobre esse assunto descobrimos coincidências interessantes e é sobre elas que falarei à seguir:

Essa amuleto na imagem se chama sigilla solis ou, selo do sol:



Essa é uma versão grega de um dos muitos amuletos antigos que pertenceu aos babilônicos, falo da chamada "pedra da sabedoria."

De qualquer forma, tanto a pedra em idioma primitivo quanto o amuleto em grego representam o número mais temido pelo o homem, o número 666, ou o "número da besta," se assim preferir.
Note que o amuleto possui seis colunas na horizontal e seis colunas na vertical. Dentro dessas colunas estão espalhados números aleatórios que vão do 1 ao 36. Se somadas individualmente, qualquer uma das colunas apresentará o mesmo resultado, que é 111. Levando em conta que o número base é 6, pergunto: Quanto é 6x 111? Essa eu faço questão em responder! 666.
Não importa se você fará o cálculo com as colunas verticais, horizontais ou até mesmo em diagonal além disso, se você somar 1+ 2+ 3+ 4... Se continuar até o número 36, terá 666 como resultado. Agora vem a pergunta: E se tudo isso representar mais do que um simples cálculo?

Depois de muito brincar com esses números, acabamos por transformá-los em coordenadas
(ver no vídeo.) A surpresa foi interessante!

Coincidentemente, todos esses números apontam para coordenadas do Continente Africano e a maioria deles nos mostram localizações em pontos remotos do antigo deserto do Egito, onde hoje é dividido por vários países entre eles, o atual Egito, Líbia, Sudão e outros.
Seriam esses números coordenadas para a localização exata das armas dos quatro cavaleiros do apocalipse?

É apenas uma suposição porém, ninguém melhor do que Abbas para responder essas perguntas no em tanto, desde 2011 ele nunca mais foi visto pelo o público da internet, seu fórum fechou as portas poucos meses após toda essa história.
Agora que você conheceu todos os detalhes desse rumor, vamos ao caos.

Se a morte perde as arma, o que acontece?

Imagine um mundo onde todos somos imortais porém, com corpos físicos vulneráveis.
Por doença, acidente ou qualquer outro meio, você apodrece, sente dor e agoniza porém, nunca morre.
Nesse momento a morte está vasculhando o mundo, revistando pessoa por pessoa em busca daquilo que lhe pertence e quando não encontrar poderá delegar o seu cargo para o atual portador da arma. A alfanje não foi criada para ceifar humanos, a morte pode fazer o seu trabalho sem ela mas, apenas os seres vivos poderão morrer pois, a arma foi criada exclusivamente para matar a maldade no mundo e também para derrubar os demônios que ousarem interferir nesses acontecimentos, sem a arma a morte não terá mais motivos para exercer seu cargo e poderá se retirar da nossa dimensão.
Há também um outro problema, se nem mesmo criaturas celestiais suportam empunhar a arma, como poderá ser diferente com o homem?

O ser humano que recebe um golpe da arma terá seu corpo físico e alma lançado no infinito, vagará sem perdão pelo o além e pela a escuridão. Dez dias, dez anos? Para sempre é bem diferente disso!
Uma lenda, um mito ou rumor? Ou uma verdade oculta que ameaça nossos dias?

Como eu disse, sou apenas aquele que compartilha essas histórias, você é quem deve crer ou duvidar de algo!

16 comentários:

Marcio Rogério disse...

Curti demais. O lendas urbanas/Anubis mais uma vez se superando. Só tenho a agradecer ao medob por ter me mostrado um trabalho tão bom. Equipe medob continue assim.

E mais: ótima ideia do grupo no face, já estou lá e está valendo a pena.

Cadu Grivi disse...

só eu relacionei isso com a historias dos portadores?

wagner disse...

Cadu Grivi. Não, pensei a mesma coisa

Acervo Maldito disse...

Cadu Grivi Eu não sei o que quer dizer com isso mas, essa é uma história bem curiosa e não, não tenho religião, não frequento igreja ou credo, abraços!

Diogo Gehrke disse...

Excelente post , excelente história !

Sagawa disse...

Muito bom!

xDaniieLx disse...

shoow

Hanna Botelho disse...

fodastico, fodastico, fodastico, fodastico, fodastico, fodastico, fodastico *o*

Fabrício H.B.C. disse...

História muito boa! Adorei! Embora as informações sejam falhas U.U

Esqueleto O disse...

Então quer dizer que a soma do amuleto é 111, MAS quando multiplicamos por 6 da 666...
Acabei de analisar outras coincidências!

Quando eu era criança tirei zero no prova: 0+666=666!
O número da minha casa é cinquenta e cinco: 55+611=666!
Estou devendo mil e quinhentos reais no banco: 1500-834=666!
Meu cachorro tem quatro patas: 4+662=666!
E quando eu olhei no relógio vi que eram 06:66!

NÃO PODE SER COINCIDÊNCIA!

anonymous disse...

Apoio o trabalho de vocês è por extamente isto que lhe envio um aviso." Se preparem quando todos vocês descobrirem a verdade será tarde demais". Continuem divulgando sobre estes tipos de assusntos vocês a porta para que muitas pessoas entendam de verdade a realidade oculto desde os tempo da babilon. Forte abraços medo
II.

Acervo Maldito disse...

Esqueleto O - Aqui vai mais uma coincidência para você: Existem 3 amuletos e o mais antigo dos 3 que são semelhantes à esse está com o número 666 cravado bem abaixo dele. Tá aqui a foto : http://img855.imageshack.us/img855/4492/lfch.jpg De qualquer forma, é apenas uma história, se não aprecia uma boa história, paciência!

NewTon disse...

Esqueleto, por coincidência seu texto tem 666 letras... seria o destino???

Rose Lopez disse...

como um homen pode pegar a espada se nem um anjo pode...q são muito mais fortes

Matheus disse...

só o dean e o sam pra resolver isso

Ordem Patronos da Justiça disse...

O motivo dele não se mostra e pelo fato dele estar na sua forma humana.. E estão aqui desde a muito tempo em processos de reencarnações. O motivo de não encontar a armas pode ser o fato de a cada encarnação virerm desmemoriado... Mas dura te sua vida vão se lembrando quem são ou coisas a fazer... Ou outro motivo de ainda não pegarem as armas pq ainda não chegou a hora.. Mas esta chegando... Outros não podem utilizadas pq o poder emanado quando ativado só portadores pode suportar.. E só ativados nas respectivas maos.. Esse user 86 e um dos quatro cavaleiros.. Não necessariamente o quarto.. Mas se tiverem informações. 021 99210 5337. Me avisem.