2 de maio de 2014

Simetria - Creepypasta



Eu adoro a simetria. Eu não sei exatamente porque, mas é assim desde que eu era criança.
A maioria das crianças se esquecem dessas coisas com o tempo mas, eu não! Eu sabia que tudo tinha seu lugar e no meu quarto, tudo estava exatamente onde deveria estar. Meus pais não tem "aquilo" .  Meus avós também não tinham "aquilo"  e na verdade,   nem uma única pessoa em minha família teve "aquilo."  Quando digo"aquilo" é  porque eu realmente acredito que se trata de uma coisa dentro de mim. É como se fosse um passageiro clandestino que não deveria estar lá , mas que ainda sim, vive dentro de mim. Talvez seja uma necessidade  ou quem sabe um desejo?  Um desejo de ser alguém perfeito!


Estou em uma situação onde não posso viver minha vida normalmente. Não consigo um bom emprego e as mulheres se afastam rapidamente de mim, é que elas não podem lidar com "aquilo."  Honestamente, eu não me importo quando elas me abandonam...
Mulheres são complicadas, sempre tornam as coisas mais difíceis. Alguns exemplos? Elas rolam para o meu lado da cama ao invés de dormir em seu próprio lado, elas deixam os pratos em um único lado da pia. Eu realmente não suporto esse tipo de coisa, elas deixam a casa toda desorganizada e eu espero até que elas saiam para arrumar tudo, para colocar cada coisinha em seu devido lugar aliás, digo que na verdade, é um verdadeiro alívio quando elas saem.
Essa coisa que sinto não é algo constante porém  eventualmente, "aquilo" volta e sempre encontra algo que precisa ser colocado em seu devido lugar.  Você pode estar se perguntando o  porque de eu procurar por relacionamentos mesmo sabendo que não consigo suportá-los...
Bem, é que para mim, é extremamente difícil dormir e ao mesmo tempo ter que me manter no centro exato da cama sem poder me mover.

Tirando esse probleminha com os relacionamentos, toda minha vida era quase que organizada. Digo "quase" porque ainda havia uma pequena questão a ser resolvida.
Tenho o que é chamado de " Heterochromia Iridium "  ou seja, duas íris de cores diferentes. Meu olho direito é verde e o esquerdo é um tipo de azul daqueles bem pálido. Meu pai e minha mãe tem olhos azuis, meus irmãos e primos também. Meu olho verde não deveria ser dessa cor, isso foge do padrão e torna tudo muito desequilibrado.

Toda vez que eu olho para mim mesmo no espelho, ele olha de volta para mim. Tudo está em seu devido lugar,  exceto meu pequeno erro verde. No começo não doeu, foi até fácil introduzir a colher em meu olho. Na verdade eu não senti dor nem quando ele ficou pendurado em meu rosto após ter saltando para fora de minha órbita. Não sei se isso aconteceu porque eu estava em "estado de choque" ou se foi por causa "daquilo"...
Cortei o nervo óptico e pude sentir os fluidos quentes que escorriam por toda minha face. Ter minha visão cortada pela metade foi uma sensação estranha, quase que inexplicável. Bem,  o que sobrou do nervo que estava pendurado coloquei de volta no buraco vazio. Fiz um curativo no ferimento, lavei a colher e fui dormir.

Eu acordei feliz! Foi a melhor noite de sono em anos. O problema finalmente foi resolvido.
Me levantei da cama cambaleando e até e tropecei quando cheguei no banheiro, meu corpo doía e minha cabeça estava em chamas. Eu abri a porta e a luz que vinha da janela do banheiro era ofuscante. Lentamente, removi a bandagem que estava encharcada de sangue e quando olhei para o espelho, meu estômago revirou.

Só então eu percebi a grande merda que eu havia feito... Havia um buraco no lado esquerdo do meu rosto, mas do outro lado não. Mais uma vez, as coisas estavam desbalanceadas.
Foi muito mais difícil cavar o segundo olho, minhas mãos tremiam, por diversas vezes eu errei o jeito em introduzir a colher, acabei ferindo minha pupila por diversas vezes.
Uma vez que removi o olho ele saltou, assim como o anterior; Peguei a tesoura para terminar o serviço só que suas lâminas estavam cheias de restos de sangue da noite anterior, estava tudo ressecado e isso não permitia com que seu corte fosse tão bom quanto antes.

Sabe quando você tenta cortar várias folhas de papel juntas e todas de uma única vez?  A tesoura sempre fica presa... Foi o que aconteceu com meu olho. O nervo óptico ficou preso entre as duas lâminas. Naquela hora, enquanto tentava desesperadamente um jeito de romper o nervo, eu escorreguei no sangue e fui parar no chão.

Enquanto caia acabei soltando a tesoura, na verdade ela escapou de minhas mãos, o peso dela pendurada em meu olho foi algo insuportável.

Eu não sei se suportaria tempo suficiente para ir até a cozinha e procurar por uma faca, então eu puxei...
Puxei tudo para fora de minha cabeça.  Foi possível sentir a carne se descolando de meu crânio, senti algo rasgar, jorravam fluídos por toda parte. Eu sabia que estava chorando, mas não havia como saber se eram lágrimas de sangue ou de  fluido ocular.

Quando ouvi o som da carne ensangüentada batendo no chão, eu soube que estava feito!
Tive a certeza de que "aquilo" foi feito. Agora poderei viver minha vida sem ter que ver pessoas horríveis , desarrumadas e assimétricas. O alívio tomou conta de mim e eu sei que será  duradouro. Eu nunca havia me sentido assim antes, nunca tive tanta euforia como a que senti daquela vez em que eu estava naquele  banheiro, frio, úmido e pegajoso, foi a primeira vez em anos, que pude sorrir verdadeiramente.

Tradução e adaptação por Acervo Maldito
@acervomaldito

26 comentários:

Everton Camilo disse...

Nossa, bizarro! dá até aflição.

Luiza Brenda disse...

Que agonia D:
mas adorei....

Marcela Pereira disse...

Muito agoniante, mas gostei muito.

A. disse...

Agoniante, mas muito bom.

Master Leodin disse...

Droga...
Fui ler logo depois da janta.
Deu enjoo.
Muito bom.
��

Algum Nome disse...

eita.

Gabriel Julio disse...

Adorei.

ciberdek Lov disse...

Tres letras:
T.O.C

GreenWing disse...

Pra que isso campeão era só ter comprado uma lente...

Vivian Menezes disse...

t.o.c

Eduardo Parente disse...

cara..isso tem solução..era soh ir num psiquiatra....e nao precisava arrancar seus olhos cara....q tal lentes? Dûh! ehheheee

Vinícius Gama de Farias disse...

Cacete, que agonia...

Albiom disse...

esse cara deveria ir dar meia hora de bunda pra ver se essa frescuragem toda passa

thaiane dewitt disse...

que agonia :o

Anne Taylor disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
luciano disse...

Tipo arranquei os olhos e fui no pc escrever a experiencia sem ver nada.

Fernanda Abarca disse...

Que agonia. Não era mais fácil comprar lentes de contato amigo? (e procurar um psiquiatra, TOC tem cura!)

gabriel pereira felix disse...

Da muita aflição!Mais e ótima!Adorei !

Gustavo Ariça disse...

Valeu MedoB por postar a minha sugestão de Creepypasta !

Gabriella Rodrigues disse...

A aflição é imensa! Muito boa a Creepy! Parabens MedoB!

ルーカス disse...

TOC lvl Chuck Norris

Pépii!! disse...

quem disse?
T.O.C tem como administrar pra não ficar nem aparente nem exagerado, mas não tem cura...
se a pessoa parar com remêdios ou com o que seja que ela faz pra auxiliar no problema ele sempre volta e pior!!

Jéssica Leal disse...

Caramba '-' Que agonia do cão, mas uma ótima Creepy :3

Lucas Expedito disse...

hueheu
vdd

Pedro Pereira Alberto disse...

Sabe é meio impossivel vc arrancar seu nervo optico com suas proprias mãos, ainda mais com a dor q ele provavelmente sentiu mas fazer oq? O cara era pirado :V

Carla Lorena A. disse...

Nossa, essa foi beeeem.... estranha? Muito boa, mas não consigo descrever um sentimento!