15 de fevereiro de 2009

Motivos da sexta-feira 13

Oi pessoas.. primeiro quero pedir desculpas por só postar agora, mais ontem a internet não queria entrar, ela esta realmente ruim.. querem um conselho? nunca peguem a "vivo 3G" e hoje fui levar minha mãe no hospital.. o Medo deve ta querendo me matar a essa hora! (medo do medo Oo). Imprevistos explicados, agora vamos ao que interessa.

Desde pequenos sempre ouvimos que sexta-feira 13 é um dia de azar, mais porque isso? É uma coisa que eu sempre quis saber.. como também as outras superições de gato preto, escada e afins.. bom se vocês gostarem desse post e quiserem que no próximo eu fale sobre as origens das outras superições é só comentar.

Descubra por que a sexta-feira 13 é considerada o dia do azar

Dia em que muitas pessoas evitam fechar negócios ou até marcar compromisso, com medo da má sorte; mas poucos conhecem as teorias que justificam o medo que cerca a data

Você acredita que sexta-feira 13 atraia má sorte?
Tudo indica que essa crendice vem de duas lendas da mitologia nórdica. De acordo com a primeira das lendas sobre a sexta-feira 13, houve, no Valhalla – a morada celestial das divindades –, um banquete para 12 convidados. Loki, espírito do mal e da discórdia, apareceu sem ser chamado e armou uma briga em que morreu Balder, o favorito dos deuses. Instituiu-se, então, a superstição de que convidar 13 pessoas para jantar era desgraça na certa e esse número ficou marcado como símbolo do azar. A segunda lenda é protagonizada pela deusa do amor e da beleza, Friga, cujo nome deu origem às palavras friadagr e friday, “sexta-feira” em escandinavo e inglês. Quando as tribos nórdicas se converteram ao cristianismo, a personagem foi transformada em uma bruxa exilada no alto de uma montanha. Para se vingar, Friga passou a reunir-se, todas as sextas-feiras, com outras 11 feiticeiras, mais o próprio Satanás, num total de 13 participantes, para rogar pragas sobre a humanidade. Da Escandinávia, a superstição espalhou-se por toda a Europa, reforçada pelo relato bíblico da Última Ceia, quando havia 13 pessoas à mesa, na véspera da crucificação de Cristo – que aconteceu numa sexta-feira. No Antigo Testamento judaico, inclusive, a sexta-feira já era um dia problemático desde os primeiros seres humanos. Eva teria oferecido a maçã a Adão numa sexta-feira e o grande dilúvio teria começado no mesmo dia da semana.


Bons pesadelos...

13 comentários:

Medo B. disse...

AE AE
Axei q nao vinha mais ramm =p

lol disse...

Ótimo, complementou o post de sexta. ^^

BяüИø Kµяågåяä disse...

Pequena estrela TARDA MAIS NAO FALHA

hsahsuas nao resisti =]

pequena estrela disse...

BяüИø
shuahsuahsu

Eduardo Blooudeear disse...

Legal, queria saber as origens de outras superstições também. ^_____^
Continuem assim!

Frank disse...

Muito bom o post...
Mas existe tb um outro PQ da sexta feira 13 ser agourento...
Segundo a história, na época em que os cavaleiros Templários viviam sob muitas regalias da Igreja devido aos mais altos segredos que os mesmos detinham...eles gozavam de muitos cargos impoetantes e altas patentes, tdo graças ao que sabiam que poderiam derrubar a igreja...e Roma não queria isso, por isso os tratavam com tantas regalias...
Mas secretamente o Papa da época escreveu cartas aos seus reis aliados em toda a Europa ordenando que no dia 13 de agosto de 1432, uma sexta feira,abrissem simultaneamente as suas cartas e lessem as instruções contidas ali...Que instruções seriam essas? Isso mesmo! Matar a todos os templarios.Alguns conseguiram escapar desse massacre e se espalharam por todo o mundo...
Depois disso o dia 13 caindo numa sexta feira passou a ser considerado agourento...

Obrigado!
Se eu estiver errado sobre as datas exatas...por favor me corrijam!
Bons Pesadelos!

Gisele disse...

Eu amo sextas feiras treze.

Eu faço aniversário numa.

Maicon Ventura disse...

Bastante interessante, vou lêr as outras ><

Anônimo disse...

não sei si e verdade porque cuando era pequena no chile era a terça feira o dia de azar vai entender ne;?

WILLIAM MORAES CORRÊA (OS FOLIÕES) disse...

Treze ou não, todo mundo aqui ama a sexta-feira. E o que dáa zar é torcer pro Flamengo. Obs.: Balder continua vivo na revista do Thor (Marvel, êêê) e a Friga Frida Frígida é boazuda que só.

Felippe disse...

Na verdade, não é q Loki armou briga, é q ele fez uma brincadeira d mal-gosto que matou Balder: como a mãe de Balder tinha feito todas as coisas do mundo jurarem q nunca machucariam ele, ele achou q seria muito engraçado apanhar um ramo de visco recém-nascido(q, portanto, não tinha jurado ainda), fazer uma flecha dele e convencer o deus cego Hod a atirá-lo em Balder. E foi assim q ele morreu.

Juan disse...

Gostei de saber! Sempre tive essa curiosidade. Queria saber também sobre as outras superstições.

Carlos Menezes disse...

Quanto a lenda originária dos Templários, eu sei que o motivo foi o fato de Felipe, O Belo, que era rei da França estar em dívidas muito grandes com banqueiros, isso porque nesta época ele sustentava uma vida com muitos luxos, além de sustentar toda uma nobreza que realmente sugava os impostos da população.
Com toda essa dívida, Felipe, O Belo, começou a atentar as riquezas dos Templários. Vale lembrar que a Ordem dos Pobres Cavaleiros de Cristo e Guardiões do Templo do Rei Salomão havia adquirido grande prestígio e poder político, além de financeiro também, pois eram eles que transportavam riquezas de peregrinos que iam a Jerusalem, inclusive tinham criado um sistema que foi precursor dos cheques, onde eles recebiam os valores, emitiam uma carta que o cliente apresentava em outro posto Templário e recebiam esse valor, claro que era cobrado uma taxa.
Os Templários só estavam abaixo do Papa, só a ele que os Templários se curvavam. Entretanto, naquela época era muito comum a compra de cargos eclesiásticos, onde o Papa Clemente V era protegido de Felipe e havia sido eleito papa com o seu apoio. Felipe então, convenceu Clemente V a condenar os Templários e extinguir essa Ordem, onde suas riquezas seriam confiscadas, e claro, Felipe acabaria levando boa parte dessa riqueza.
Com isso, o Papa fez a tal carta que só poderia ser aberta na sexta-feira 13 de outubro de 1307, nesse dia, em vários cantos da Europa vários Templários foram presos, inclusive o líder Jacques DeMolay. Jacques DeMolay, o Último Grão-Mestre da Ordem foi torturado durante 7 anos para que revelasse onde se escondiam outros líderes da Ordem e também suas riquezas, porém ele não o fez. Durante seu julgamento, ele desmentiu todas a acusações, dizendo que as mesmas eram falsas. A pena para quem desmentisse uma confissão era a morte na fogueira, e assim, ele foi queimado em 18 de março de 1314. Reza outra lenda de que antes de morrer ele sentenciou o Rei, o Papa e outro nobre para que estivessem presentes diante de um julgamento diante de Deus no prazo de uma ano. Coincidência ou não, todos morreram dentro do prazo.
Como motivo para que se prendessem os Templários na época foram forjadas várias acusações, como: sodomia, adoração a Baphomet, cuspir na cruz, etc..