26 de julho de 2009

Resident Evil

Oi galereee!

Bem,bem,bem… Hoje eu começo uma série de posts sobre jogos assustadores! Pois o terror está em tooodos os lugares, até mesmo dentro do seu console!(OH!Tamtamtam!…-n)

Vou falar dos que eu lembrar, clássicos, pouco conhecidos, novos, velhos… E peço que os leitores sugiram jogos pra que a “série” não fique curta!

Não só jogos de videogame! Jogos de computador e até mesmo celular são bem-vindos! (Osh, tem uns de celular que só por Deus, um deles já me tirou o sono de TÃO bom XD!)

Eeee hoje eu falarei de um classicão, que eu tenho certeza que todos já conhecem: Resident Evil.

Ainda mais nesse climinha de gripe A/gripe Suína/H1N1…Que agora tá que nem ataque zumbi, de repente aparece um, ninguém sabe quem o infectou, e ninguém escapa!

Peguem suas máscaras de proteção!*espirra* E vamos lá!

PS: Peço que me corrijam de qualquer erro, visto que eu só joguei o 3 e o 4 e, como todos sabem, nunca se deve confiar 100% no Wikipédia.

-------------------------------------

Resident Evil (Biohazard no japão) é uma série de jogos de terror produzida pela Capcom. Criada por Shinji Mikami em 1996, a série já vendeu mais de 40 milhões de cópias até 2009, ano de lançamento do 5º jogo da série (Em sequencia, e o 16º de todos os jogos já criados).

O jogo é um Survival Horror, um jogo onde você precisa resolver enigmas, desvendar mistérios e enfrentar o desconhecido para sobreviver (E, convenhamos, de coisa desconhecida tem aos baldes no RE!). O jogo que deu surgimento ao gênero foi Alone in The Dark, nos anos 90, mas só ficou popular com Resident Evil.

No caso da série, o jogador precisa enfrentar zumbis, que surgem após entrarem em contato com alguma bactéria maligna. As histórias dos primeiros jogos ocorrem na cidade de Raccoon City, mas a partir do 4º e dos jogos extras, a horda zumbi começa a correr o mundo.

Zumbis, sempre tão populares nos filmes de terror, de nomes consagrados como George Romero (Diretor de A Noite dos Mortos Vivos, simplesmente), e até mesmo Peter Jackson, agora pavoram o jogador. Que tem diante de si a situação de enfrentar essas horrendas criaturas, que há muito assombram a mente humana. Munidos, pelo menos no começo do jogo, de apenas uma arma.

O clima do jogo também pega desprevinido os mais medrosos. Ausência de música constante, lugares abandonados, escuros, e zumbis que saltam do nada! O suficiente pra assustar qualquer um (Experiência própria dos vários domingos jogando Resident Evil 4…). O bom e velho “zumbi do passo lerdo” é BEM mais assustador do que aqueles modernosos que correm.

A série não vive só de jogos não! Como todos sabem, há filmes, revistas em quadrinhos, bonecos, e até mesmo um refrigerante! Movimentando um lucro absurdooooo!

E… Prepare-se, falarei de cada-um-deles (Desculpa, ;)!)

(Créditos ao final do post)

1. JOGOS

1.1 Resident Evil

“ Lançado no já longínquo ano de 1996, o primeiro Resident Evil até hoje é considerado um dos melhores games para o PsOne, e figura na maioria das listas dos melhores games da história. Erroneamente, a ele é dado o crédito de criador do gênero survival horror, um estilo de game que já havia sido introduzido anos antes, com Alone In The Dark.
A história do game se passa em 1998, quando crimes bizarros começam a assolar a pequena Raccoon City. As vítimas, normalmente andarilhos e excursionistas que passam pela floresta nos arredores da cidade, são brutalmente assassinadas e seus corpos apresentam sinais de canibalismo e violência extrema. O departamento de polícia de Raccoon decide enviar seu time de elite, os S.T.A.R.S. (Special Tactics and Rescue Service, ou Serviço de Táticas e Resgates Especiais) para cuidar do caso. A primeira equipe enviada é o Bravo Team, que perde contato com a delegacia minutos após entrar na área da floresta. Após 24 horas sem contato via rádio, o Alpha Team é enviado, e se surpreendem ao encontrar o helicóptero da outra equipe, completamente abandonado.
Enquanto checavam os arredores em busca de pistas sobre a localização dos policiais desaparecidos, Joseph Frost, um dos membros do Alpha Team, é atacado por cães selvagens, que aparentam estado de decomposição avançada. Abandonados por Brad Vickers, piloto da equipe, que foge levando o helicóptero, os oficiais sobreviventes se vêem sem opção a não ser se refugiar em uma mansão que é avistada ao longe.
É aqui que o game começa. Você assume o papel de Chris Redfield ou Jill Valentine, e deve investigar a misteriosa casa, ao mesmo tempo em que procura por seus companheiros e tenta sobreviver à horda de criaturas que infesta o local, desde humanos transformados em zumbis até criaturas mais fortes e letais.
O game também tem versões para Sega Saturn, computadores e Nintendo DS, além de uma nova edição para o PsOne, chamada de “Resident Evil Director’s Cut”, que traz muitas diferenças em relação à versão original, entre elas novas roupas e um maior nível de dificuldade.”

1.2 Resident Evil 2


“Após o estrondoso sucesso do primeiro jogo da série, a Capcom começou a trabalhar em sua seqüência, nos idos de 1997 e disponibilizou muito material, no que ficou conhecido como Resident Evil 1.5. Contudo, essa primeira versão do jogo foi abandonada e uma do zero foi feita, hoje a conhecemos como RE2.
O jogo trazia uma inovação na jogabilidade entre os dois personagens. Já a história transcorre ao mesmo tempo para ambos, o que auxilia tanto numa quanto na outra, sendo que ações realizadas na primeira acarretam modificações na segunda.
Na noite de 29 de outubro de 1998, o policial novato Leon S. Kennedy e Claire Redfield, a irmã do membro dos S.T.A.R.S. Chris adentram a cidade de Raccoon City. Leon percebe que a cidade está calma demais e muito deserta. Ele pára seu jipe no meio da estrada ao avistar um corpo e desce para verificar. Enquanto isso, Claire chega a um restaurante para pedir informações. Ela está na cidade à procura de seu irmão, que não dá notícias a um bom tempo. Na lanchonete, Claire se encontra em meio ao terror quando eu morto-vivo a ataca. Ao fugir pela porta dos fundos, dá de cara com Leon, que foi cercado por um grupo de mortos-vivos.
Eles fogem pelo beco e chegam à um carro abandonado da Polícia. Contudo, no seu caminho para chegarem à Delegacia de Polícia, um zumbi os ataca do banco de trás, enquanto um caminhão desgovernado com um motorista zumbificado vem de encontro à eles. Ambos pulam para fora do carro, quando o caminhão se choca com o veículo, explodindo numa grande bola de fogo. Os recém aliados agora estão separados e fazem o seu caminho para a Delegacia. Lá dentro eles se reencontram e seguem a procura de uma rota de fuga segura, bem como por sobreviventes.
Leon encontra Ada, que está a procura de seu namorado John, um pesquisador da Umbrella, enquanto Claire dá de cara com a menina Sherry, orientada por sua mãe para se refugiar na Delegacia, o lugar mais seguro na cidade. Mas as aparências enganam, e a Delegacia não é mais segura, bem como o parentesco de Sherry e as intenções de Ada nos demonstram no desenrolar da história.”

1.3 Resident Evil 3: Nemesis

"28 de setembro, nascer do sol . Os monstros tomaram conta da cidade. De alguma forma... permaneço viva".

Jill Valentine pensava ter deixado de ser assombrada pelos acontecimentos da mansão nas Montanhas Arkley, mas quando retorna a Raccoon City, percebe que o pesadelo ainda persiste. A cidade parece estar tomada pelo vírus, e cada vez mais, tudo parece estar completamente fora de controle. Jill passa a agir por conta própria, na esperança de reencontrar seu amigo Chris Redfield, que iria se dirigir à Europa, para investigar as ações da Umbrella no continente. No entanto, os zumbis que tomam conta da cidade se mostram um empecilho em seu objetivo de encontrar seu velho amigo. Os mortos-vivos, porém, não são nada perto da arma biológica mais perfeita produzida até então: Nemesis. A história se passa no dia anterior aos acontecimentos de Resident Evil 2 e é finalizada um dia depois.
O jogo segue a tradição dos anteriores. Os cenários e o clima tenso e sombrio se mantêm bem semelhante aos de Resident Evil 2. Apesar da história se passar antes, é notada uma evolução na questão visual, com gráficos mais detalhados, de aspecto mais suave e realista. A jogabilidade se mantém semelhante, mas alguns diferenciais merecem destaque, como por exemplo, o “auto-aiming” (mira automática) - o que ajuda muito evitando o desperdício de munição – e a esquiva especial que o personagem realiza quando é atacado de perto. Outro ponto interessante em Resident Evil 3 são as várias combinações possíveis de tipos de pólvoras encontrados durante o jogo, que produzem diferentes munições para as armas. O que pode aumentar a tensão nos iniciantes é a surpresa de ter que tomar uma decisão em momentos importantes do jogo, principalmente quando Nemesis aparece. As conseqüências de cada escolha são imprevisíveis, o que torna o game diferente caso o jogador queria repetir a dose.”

1.4 Resident Evil 4

“ Leon S. Kennedy era apenas um policial novato quando presenciou o tenebroso evento que aconteceu em 1998, na cidade de Raccoon City. Muito tempo se passou e Leon finalmente conseguiu deixar para trás as imagens daquele dia. Seis anos depois, ele é um agente do serviço secreto norte-americano, responsável pela proteção da família presidencial.
Ashley Graham, a filha do presidente, é seqüestrada na saída de sua universidade por uma organização desconhecida. A única pista é que ela teria sido vista em uma remota ilha no coração da Europa. Agora, cabe a Leon resgatá-la. Mal sabia ele que isso significava uma nova imersão em um pesadelo que ele acreditava ter acabado.
Resident Evil 4 marca uma mudança de rumos na série. Totalmente diferente dos games anteriores, este jogo representou uma verdadeira revolução nos games de ação, pavimentando o caminho para todas as seqüências de Resident Evil. Criticado por uns e considerado o melhor por outros, RE4 causou controvérsia, mas, mesmo assim, acabou sendo considerado um dos melhores games de Gamecube e Playstation 2 na época que foram lançados. Com uma história completamente nova e, ainda assim, mais ligada aos acontecimentos de 1998 do que se imagina no início, Resident Evil 4 é ao mesmo tempo um ponto final e um ponto de partida, um divisor de águas na cronologia da franquia.”

1.5 Resident Evil 5

“ Resident Evil 5 foi lançado em março de 2009 e estabeleceu novos parâmetros para a série. Com gráficos em alta definição e jogabilidade aprimorada, o game traz uma trama que fecha diversos arcos da história dos jogos anteriores, ao mesmo tempo em que apresenta novos controles e uma nova jogabilidade, planejada para dois jogadores, que podem se unir tanto via internet, quanto offline, com tela dividida.
Uma década após o incidente na Mansão de Spencer, Chris Redfield continua na batalha contra a proliferação de armas biológicas, mesmo após o fim da Umbrella. Um dos fundadores da B.S.A.A. (Bioterrorism Security Assesment Alliance, ou Aliança de Avaliação de Segurança em Bioterrorismo), o ex-S.T.A.R.S. é atormentado por lembranças de seu passado e pela perda de sua parceira, Jill Valentine, dada como morta após uma missão mal-sucedida. Seguindo uma pista, ele é levado à África, onde uma transação ilegal de B.O.W.s está prestes a acontecer. Na Zona Autônoma de Kijuju, ele se une a Sheva Alomar, e juntos devem impedir o negócio e prender o responsável pela venda, Ricardo Irving. A missão, porém, se revela muito maior do que uma simples prisão, quando o destino do planeta é colocado em jogo e Chris se vê frente a frente com seu maior inimigo, Albert Wesker, que conhece a verdade sobre a morte de Jill.”

1.6 Resident Evil 0

Em 1999 a Capcom causou alvoroço na comunidade de Resident Evil: O curioso título “Zero” iria ser o primeiro jogo da série exclusivo para o Nintendo64. Segundo a empresa, o PlayStation com seus grandes loadings não era capaz de suportar o novo sistema “Partner Zapping” em que os personagens cooperavam um com o outro em tempo real e eram controlados ao mesmo tempo. Algum tempo depois, após anunciada a polêmica exclusividade de jogos da cronologia oficial para os consoles de mesa da Nintendo, Resident Evil Zero acabou sendo totalmente refeito para o GameCube e o projeto para Nintendo64 abandonado.
Como a idéia transmitida pelo título, Resident Evil Zero foca a missão do Bravo Team antes dos acontecimentos do primeiro jogo, na Mansão Spencer. Tudo começou quando o S.T.A.R.S. envia sua equipe Bravo para investigar a recente onda de crimes canibais que estava acontecendo nas montanhas Arklay, no subúrbio de Raccoon. Após terem que fazer um pouso forçado no meio da floresta por problemas técnicos, a equipe encontra uma viatura da polícia destruída que estava transportando Billy Coen para sua execução por assassinato em massa. Liderados por Enrico Marini, a equipe se separa para investigar a área.
O horror tem início quando Rebecca, a médica do Bravo Team, encontra um trem abandonado na escuridão. Lá ela se depara com Billy, e ao se darem conta da situação em que se encontram, cercados por mortos-vivos e monstros horrendos, decidem que é melhor cooperarem entre si se quiserem sobreviver.”

1.7 Resident Evil Remake

“O ano de 2002 sem dúvida foi um grande marco para os fãs da série Resident Evil. A data será lembrada como o ano em que a saga ganhou a sua primeira remontagem. Inicialmente conhecido como o capítulo “Rebirth” em suas primeiras fases de produção, o jogo foi lançado apenas como “Resident Evil”, e hoje é carinhosamente chamado pelos fãs simplesmente de Remake.
Após o polêmico acordo de exclusividade com a Nintendo, o “novo” capítulo foi basicamente lançado como teste para o novo console da empresa; tanto para experimentar a capacidade do videogame quanto para certificar o quão popular o game se tornaria.
Trazendo modificações majestosas com base no enredo-clichê original, à primeira vista o quesito gráfico é excepcional. O título, que recebeu o prêmio anual de melhores gráficos de vários sites, apresenta cenários visualmente deslumbrantes e realistas. Efeitos de luz e sombra, explosões, texturas e sobreposições, combinados com músicas tensas e sons realistas e macabros tornam a experiência ainda mais imersiva, tornando-a certamente única. Caprichos como o barulho dos passos mudando a cada tipo de superfície e zumbis mastigando a sua carne após as mordidas provam a dedicação da empresa nessa estréia.
A trama tem início quando a Equipe Alpha dos S.T.A.R.S., Esquadrão de Táticas Especiais e Missões de Resgate da cidade de Raccoon, partem à procura da Equipe Bravo ao perderem totalmente o contato durante as investigações na floresta de Arklay, a qual apresentava recentes casos de misteriosos assassinatos canibais. O grupo acaba por encontrar os destroços do helicóptero do Bravo, e a busca se torna um pesadelo ao serem inesperadamente atacados por cachorros horrendos. Em uma corrida em busca de sobrevivência, eles se refugiam numa mansão tenebrosa abandonada na floresta em meio à escuridão. Nada em seu treinamento pôde jamais prepará-los para o horror que precisaria ser enfrentado naquela noite...”

1.8 Resident Evil Deadly Silence

“ Resident Evil Deadly Silence é a segunda versão de Resident Evil em um console portátil da Nintendo. Lançado no início de 2006, o game incorporou ao já clássico Resident Evil de PsOne os recursos exclusivos do DS, como a utilização das duas telas e a canetinha Stylus. Além disso, o novo modo de jogo, chamado “Rebirth”, traz novos enigmas, animações e um modo totalmente novo, o “Knifing”, no qual a faca é controlada através da tela sensível do console, com visão em primeira pessoa.
O lançamento para o DS traz também a versão original do game lançado em 1996, que também conta com os novos sprites de personagens e inimigos. Outra novidade é a possibilidade de usar a faca através do botão L, como em Resident Evil 4, sem necessidade de equipá-la no inventário.
Como se as inovações nos modos single player já não fossem suficientes, a Capcom incluiu ainda um modo multiplayer, que funciona através da rede sem fio do console. No modo “Versus”, os jogadores lutam pela maior pontuação, onde quem conseguir matar mais criaturas é o vencedor. O modo “Co-Op”, como o nome já diz, coloca os jogadores lado a lado, para que estes trabalhem juntos e sobrevivam aos perigos da mansão. Todos os S.T.A.R.S. são selecionáveis neste modo multiplayer, mas a maioria deles deve ser habilitada.
Seja sozinho ou com mais pessoas, Resident Evil Deadly Silence é um retorno ao início da saga, e mais uma vez, cabe a Chris e Jill fugirem da mansão e revelarem os segredos da Umbrella. Um game que vale tanto para os recém-chegados quanto para os fãs antigos que buscam um pouco de nostalgia.”

1.9 Resident Evil CODE: Veronica

“Lançado no início do ano 2000 para Dreamcast, Resident Evil CODE: Veronica foi o primeiro passo da série nos consoles de nova geração. Desde que foi anunciado, o game chamou a atenção por seus gráficos melhores e pelo retorno de uma personagem que já era querida por todos: Claire Redfield. O game acabou ficando conhecido por muitos como “a seqüência direta de Resident Evil 2”.
A história começa três meses depois da destruição de Raccoon City, quando Claire vai até Paris em busca de seu irmão. Ao invadir uma base da Umbrella na cidade, é capturada e levada para uma prisão na Ilha Rockfort, também pertencente à empresa. O pesadelo começa mais uma vez, quando um ataque à ilha libera o vírus e transforma todos os seus habitantes em zumbis. Em meio ao terror, Claire pede ajuda a seu irmão, que tenta resgatá-la seguindo seus passos pela ilha.
Mal sabiam eles que o medo estava presente não somente na forma das aberrações que agora tomaram o local, mas também na forma de Alfred e Alexia Ashford, descendentes dos fundadores da Umbrella e responsáveis pela administração da Ilha Rockfort. O que eles também não sabem é que um inimigo muito mais perigoso também está à solta, atrás das cabeças de Chris e Claire.
Cerca de um ano depois, o Dreamcast voltou a receber uma versão do game. Resident Evil CODE: Veronica Complete era a versão definitiva do jogo e contava com cenas adicionais e um final estendido. Esta edição mais tarde ficaria conhecida como Resident Evil CODE: Veronica X, lançada para Playstation 2 e GameCube.”

1.10 Resident Evil: The Umbrella Chronicles


Os fãs de Resident Evil já estão familiarizados com a quantidade de furos no roteiro existentes em toda a saga. Personagens cujos destinos não são explicados, fatos que ainda têm de ser esclarecidos e tantos outros questionamentos sempre existiram quando se falava da cronologia. Mas uma pergunta sempre pairou acima de todas as outras: O que aconteceu com a Umbrella e como ela acabou?
Responder a esta e a algumas outras perguntas que permeiam a série é a proposta de “Resident Evil: The Umbrella Chronicles”. Aproveitando-se das funcionalidades exclusivas do Wii, o jogo se estende por um longo período de tempo, desde o incidente no trem e na mansão de Spencer em 1998 até 2003, quando uma equipe anti-Umbrella, liderada por Chris Redfield e Jill Valentine, ataca uma instalação secreta da companhia no coração da Rússia. Durante esse período, saberemos mais sobre a fuga de Wesker da mansão, a sobrevivência de Ada e veremos como foi colocado um ponto final na Umbrella.
Por contar tantas histórias, o game foge completamente à tradição da série, lembrando mais um título da franquia Survivor. “Umbrella Chronicles” é um shooter em trilhos, no qual o jogador tem controle somente sobre uma mira que é utilizada para dar cabo dos monstros que infestam os cenários. O jogo é dividido em capítulos, cada um contando histórias específicas e envolvendo alguns personagens. Enquanto alguns capítulos recontam os ocorridos durante os games anteriores, outros são completamente inéditos, e mostram aspectos nunca antes revelados. Pela primeira vez, existe um modo cooperativo para dois jogadores.
Para aqueles que não conhecem a série, este game é uma boa introdução aos games originais. Para os aficcionados, o jogo carrega um gosto de nostalgia e a sensação de que, em “Resident Evil: The Umbrella Chronicles”, tudo que se sabe é pouco.”

1.11 Resident Evil Survivor


“ Resident Evil Survivor (também conhecido como Gun Survivor, subtítulo da versão japonesa) foi o primeiro game da série reconhecido por ultrapassar os limites da fórmula clássica dos primeiros jogos de Resident Evil. A idéia foi ousada e promissora: recriar o survival horror, agora em primeira pessoa, quatro anos depois da consolidação do estilo nos videogames pelo lançamento do primeiro título.
Os ambientes pré-renderizados foram deixados de lado para dar lugar ao ambiente totalmente 3D; a câmera estática foi substituída por uma visão de jogo literalmente dentro do personagem, com apenas a mira da arma na tela, com o objetivo de que o jogador tenha uma experiência mais imersiva e realista.
Várias outras mudanças em relação ao sistema e a mecânica de jogo também aconteceram. A Handgun, arma básica do jogo, possui munição ilimitada, assim como o espaço em seu inventário para guardar objetos, itens de cura, armas e munição, além de outras características únicas deste capítulo.
Na trama, Ark Thompson acorda num local desconhecido após a queda de um helicóptero, sem lembrar-se de nada, nem mesmo de sua própria identidade. Instantes depois, o homem é atacado por zumbis enquanto estava examinando o corpo de um misterioso homem vestido de branco, perto do local do acidente. Lutando por sobrevivência e respostas, Ark terá de enfrentar hordas de monstros horrendos e agressivos, e resolver enigmas que envolvem tanto a si mesmo, quanto ao segredo por trás do incidente viral.”

1.12 Resident Evil Survivor 2

“ Em meados de 2001, ainda colhendo os frutos do sucesso de Resident Evil CODE: Veronica em todo o mundo, a Capcom fez uma parceria com a Namco para produzir uma seqüência para a série “Survivor”. Inicialmente chamado de “Biohazard: Firezone”, o segundo título da franquia seria lançado para os arcades e faria uso da tecnologia Naomi, produzindo gráficos semelhantes aos vistos no Sega Dreamcast.
À primeira vista, o jogo parece um simples relançamento do original para os consoles. Desta vez, entretanto, duas pessoas podiam jogar ao mesmo tempo, na pele de Claire Redfield e Steve Burnside, passando por alguns cenários da Ilha Rockfort, enfrentando uma série de monstros não somente de RE:CV, mas também de outros games da série. O arcade, porém, teve uma repercussão negativa no mercado japonês, mas, ainda assim, a Capcom anunciou que uma versão doméstica do jogo seria lançada para o Playstation 2.
Em novembro de 2001, os fãs japoneses recebiam Biohazard: Survivor 2 em seus consoles. Quatro meses depois, foi a vez dos europeus. Nos dois mercados, a recepção foi igualmente negativa, mesmo com a adição de extras na versão Playstation 2. Os números de vendagem foram muito abaixo do esperado e, aproveitando-se de uma classificação etária alta colocada pela Sony para o lançamento americano do jogo, a Capcom anunciou ainda em 2002 que os fãs dos Estados Unidos não teriam acesso ao game, colocando Resident Evil Survivor 2 no rol dos games “obscuros” da série.”

1.13 Resident Evil Dead Aim

“ Lançado em fevereiro de 2003 para o Playstation 2, “Resident Evil: Dead Aim” é o quarto título da série “Survivor”, lançada pela Capcom para trabalhar franquias consagradas da empresa com perspectiva em primeira pessoa. Ao contrário de seus antecessores, porém, este jogo também utiliza a perspectiva clássica da série RE, com a ação em primeira pessoa sendo ativada somente quando o jogador desejar mirar e atirar nos inimigos.
Chamado no Japão de “Biohazard Gun Survivor 4: Heroes Never Die”, o game se passa no ano de 2002, quando o terrorista Morpheus Duvall seqüestra o navio “Spencer Rain”, pertencente à Umbrella e, de posse de grandes quantidades de vírus, ameaça liberá-lo caso suas exigências não sejam cumpridas.
É nesse ensejo que Bruce McGivern, um agente de uma força-tarefa do governo norte-americano, é enviado ao local para recuperar o navio, prender Morpheus e evitar que o vírus seja dissipado em meio à população. A chinesa Fong Ling também está no local, e ambos devem trabalhar juntos para impedir que o terrorista seja bem sucedido. Além da jogabilidade, o trabalho empregado na produção de Dead Aim é notável. Este é o primeiro game da linha “Resident Evil Survivor” a apresentar cenas em CG, além de um bom trabalho de dublagem e uma trama consistente. É também o primeiro jogo da série a ter uma música tema, “Gun Shot”, interpretada pela banda japonesa Rize.”

1.14 Resident Evil Outbreak

“Tudo começou como um dia qualquer em setembro... Um dia qualquer na vida de pessoas normais, que buscam descontração após um dia intenso de trabalho, de estudo... Ninguém nem ao menos suspeitou do que poderia estar acontecendo em Raccoon City, uma cidade americana que descobriu o verdadeiro significado de modernização graças à Umbrella Corporation, uma corporação farmacêutica que camuflou no desenvolvimento da cidade, segredos terríveis, como experimentos com perigosíssimas armas biológicas, como um vírus mortal, capaz de reanimar células mortas.
De repente, milhares de pessoas dão entrada nos hospitais locais, com vários sintomas em comum: coceira, vômito, dores pelo corpo. A população encarou tudo como uma epidemia que seria facilmente controlada, enquanto surgiam na cidade casos de mutilação de famílias inteiras que habitavam as redondezas de Arklay – uma cadeia de montanhas que rodeia a cidade. A onda de assassinatos começou a se intensificar e passou a acontecer no meio urbano. Não era somente uma notícia qualquer no noticiário: a população toda via seus amigos, familiares e conhecidos sendo vitimados pela epidemia, e o número de mortes nos hospitais começou a crescer... O problema é que, quem sucumbia à doença, não permanecia morto por muito tempo.
É uma noite comum, em um bar qualquer. Várias pessoas bebem, conversam, e se descontraem. Alguém entra pela porta aparentando ser um mendigo... Um dos funcionários se dirige à figura, pedindo para que ela saia, mas, aquilo que aparenta ser um mendigo, o ataca. Basta olharem pelas janelas do bar, para que todos aqueles que ali estão, descubram que o pesadelo só está começando. Cindy, Kevin, George, Mark, Yoko, Alyssa , David e Jim, lutarão juntos pelo mesmo objetivo: escapar com vida da Raccoon City, que se tornou a cidade dos mortos... Mas isso não será nada fácil.
Os jogadores agora podem atirar e falar ao mesmo tempo. Novos comandos foram adicionados, os personagens originais ganharam novos itens e loadings demoram menos tempo. Um antigo desejo dos gamers também se tornou realidade neste game: é possível jogar online. O jogador podia se registrar através do browser in-game e interagir online com várias pessoas, criar cenários para explorar no Free Mode e no Scenario Mode, onde ele poderia escolher um cenário padrão do game e se aventurar com outros players. Infelizmente, a Capcom fechou os servidores de Resident Evil Outbreak nos Estados Unidos devido a problemas com o provedor, alegando que os jogadores estavam trapaceando e alterando os rankings de colocação.”

1.15 Resident Evil Outbreak File #2 (Sinopse retirada do Wikipédia)

“Na sequência do sucesso do primeiro título no Japão, Capcom rapidamente anunciou a liberação de Resident Evil: Outbreak: File # 2 no outono de 2004. File # 2 é mais de uma extensão do primeiro jogo do que todo um novo jogo em si. Os mesmos oito caracteres a partir do primeiro título retornou com capacidades semelhantes, e o jogo tem lugar mais uma vez em Raccoon City.

Cinco novos cenários estão disponíveis, e os quatro primeiros estão disponíveis desde o início. Sendo eles: Um jardim zoológico, um metrô, uma floresta, o outro uma versão modificada do Raccoon Police Department, que apareceu pela primeira vez em Resident Evil 2 e Resident Evil 3: Nemesis. E por último um laboratório da Umbrella. No Japão, o jogo é embalada com uma demo de Devil May Cry 3.

Apesar do sucesso financeiro do primeiro título, File # 2 vendeu cerca de 40% do que o primeiro fez quando foi lançado no Japão, assim, amortecendo as chances de um futuro jogo. Em 31 de março de 2007, foi encerrado pela Capcom todos os servidores para o modo online na América. Os servidores para a versão japonesa do jogo ainda não foram encerrados.”

1.16 Resident Evil Gaiden

“2000 seria o ano de lançamento de um port do primeiro Resident Evil para Game Boy Color, licenciado pela Capcom e produzido pela Virgin em parceria com o estúdio britânico HotGen. Após diversos atrasos, porém, o projeto foi cancelado por não estar de acordo com os padrões exigidos pela Capcom. Boatos começaram a surgir, dando conta de que o jogo, na verdade, não teria sido cancelado e sim, portado para o recém-lançado Game Boy Advance. Finalmente, em 2001, veio o anúncio de que um título inédito da série estava em produção para o quase extinto Game Boy Color.
Em “Resident Evil Gaiden”, Leon S. Kennedy, agora trabalhando para uma organização clandestina anti-Umbrella, é enviado para investigar rumores de que uma nova arma biológica estaria a bordo do cruzeiro “Starlight”. Porém, o contato com o agente é perdido e Barry Burton, também pertencente à organização, é enviado para localizá-lo. Ao chegar no local, percebe que o vírus infectou a todos no navio, e encontra a única sobrevivente do acidente, Lucia. Perseguidos por um monstro capaz de tomar qualquer forma e enfrentando os zumbis espalhados pelo barco, Barry e Lucia devem encontrar Leon e tentar escapar com vida do local, não sem antes destruir a arma biológica a bordo e evitar que o desastre tome proporções maiores.
O game inovou ao apresentar novos itens, coletes que diminuem o dano causado pelos inimigos, e um novo sistema de batalha, ativado somente quando as criaturas se aproximam e que conta com a destreza dos jogadores para a eficácia dos ataques. Durante os combates, também é possível batalhar com até três personagens por vez, compartilhando itens e munição entre eles. O jogo não teve uma recepção muito boa, sendo lançado ao mesmo tempo que o remake do primeiro RE para GameCube, e é considerado totalmente non-canon, ou seja, não faz parte da cronologia da saga.”

2. FILMES

Resident Evil possui um total de quatro filmes, três deles em live-action (Usando atores reais) e um em animação.

Os filmes em live-action não possuem uma total compatibilidade com os jogos e não foi muito aclamado pelos fãs também, por serem infiéis à lineariedade do jogo.

2.1 Resident Evil

“Alguma coisa terrível está oculta na “Colméia”, um enorme laboratório subterrâneo utilizado para pesquisa genética que é controlado pela Umbrella, uma dos maiores conglomerados do mundo. Lá há uma epidemia do T-Vírus, uma arma biológica de grande poder que acaba matando todos os cientistas que lá trabalhavam. Na verdade se eles tivessem sido mortos realmente teria sido ótimo, mas todos são transformados em zumbis, que sentem uma fome incontrolável e transformam todas as suas vítimas em outros zumbis. Quando isto acontece Alice (Milla Jovovich), que não sabe bem quem ela é, e Rain Ocampo (Michelle Rodriguez) se integram a um comando que entra na “Colméia” para entender e tentar controlar a situação. Porém isto tem de ser feito muito rápido, pois em três horas “Rainha Vermelha”, o supercomputador que controla o local, o selará para sempre e quem estiver lá dentro estará fatalmente condenado a se tornar um zumbi.”

Trailer:

2.2 Resident Evil: Apocalypse

“Uma equipe de cientistas determinada a investigar os acontecimentos anteriores no complexo da Umbrella Corporation – a Colméia – acaba acidentalmente liberando o T-Virus, que havia matado todos os pesquisadores do local. A contaminação acaba se espalhando por toda Raccoon City, agora devastada. Para impedir uma catástrofe de proporções ainda maiores, a Umbrella isola completamente a cidade, deixando todos os habitantes presos.
Alice (MILLA JOVOVICH) acorda em um laboratório, onde foi submetida a diversas experiências que a deixaram com estranhas habilidades, como agilidade e força sobre-humana. Matt (ERIC MABIUS), o outro sobrevivente, foi cobaia de um teste ainda maior por estar em uma constante mutação, tornando-se a mais nova arma biológica da Umbrella, conhecido como Nemesis.
Para tentar minimizar a invasão, é mandado para Raccoon City o soldado Carlos Olivera (ODED FEHR) juntamente com um pequeno esquadrão. Devido ao grande número de zumbis, sua missão fica praticamente impossível, tornando-o mais uma presa fácil no local. Mais tarde, juntam-se a ele na tentativa de sobreviver a oficial Jill Valentine (SIENNA GUILLORY) e um companheiro policial, a repórter Terry Morales (SANDRINE HOLT) e o motorista L.J. (MIKE EPPS). O grupo acaba encurralado em uma igreja, onde são atacados por Lickers, rapidamente derrotados pela agora poderosa Alice. Porém, esse não é o único obstáculo no caminho para fora da cidade...
Ao acompanharmos essa longa tentativa de fuga, conhecemos também o Dr. Charles Ashford (JARED HARRIS), um dos cientistas mais importantes da Umbrella Corp. e criador do T-Virus. Sua filha, Angela Ashford (SOPHIE VASSEVOUR), acabou permanecendo na cidade devido a um acidente com sua escolta para fora do local. Agora, ele está disposto a qualquer coisa para ter sua filha de volta, nem que isso signifique desafiar seus superiores na corporação.”

Trailer:

2.3 Resident Evil: Extinction

“A epidemia que se alastrou por Raccoon City em Resident Evil - Apocalipse não foi totalmente controlada pela Umbrella, como se imaginava. A pequena cidade foi apenas o princípio: em pouquíssimo tempo, o planeta inteiro acabou sofrendo os efeitos da infecção: não são apenas os humanos que tornaram-se mortos-vivos, mas todo o ecossistema acabou modificado, tornando toda a extensão continental uma terra árida e improdutiva.
Alice (MILLA JOVOVICH) agora viaja sozinha: ela passou a ser uma experiência controlada pela Umbrella e poderia ser facilmente rastreada por satélites, fazendo de seus antigos companheiros alvos fáceis para a empresa. A Umbrella ainda está ativa, em um grande complexo subterrâneo no meio do deserto estadunidense.
Dr. Isaacs (IAN GLENN), que estudou Alice após a detonação da cidade, acabou copiando seu material genético e produzindo clones em larga escala, tentando criar uma legião de soldados perfeitos. Além disso, ele estuda a evolução dos zumbis, na busca de criar espécimes ainda mais poderosos e inteligentes, mesmo não tendo total aprovação dos principais chefes da Umbrella, como Albert Wesker (JASON O’ MARA ).
A esperança ainda existe, e ela está nos comboios de sobreviventes que ainda circulam pela Terra. Um deles é aquele chefiado por Claire Redfield (ALI LARTER), que conta com K-Mart (SPENCER LOCKE), Betty (ASHANTI), Mickey (CRISTOPHER EGAN), entre outros. Junto, estão os sobreviventes de Raccoon Carlos Olivera (ODED FEHR) e L.J (MIKE EPPS). O grande objetivo do grupo é atingir o Alasca, onde há a possibilidade de ser um local seguro e não atingido pela contaminação. Não há confirmação desse fato, porém o instinto de sobrevivência faz com que eles continuem seguindo o caminho. Na busca do possível local seguro dos zumbis e da Umbrella, os sobreviventes partem, e vão sendo eliminados aos poucos. O deserto guarda, além da legião de zumbis e outras criaturas, muitas armadilhas.”

Trailer:

2.4 Resident Evil: Degeneration (Animação)

“Resident Evil: Degeneration é o novo longa da série Resident Evil, resultado de uma parceria entre a Sony Entertainment e a Capcom. Todo feito em computação gráfica, Degeneration traz Leon e Claire, a dupla de protagonistas de Resident Evil 2, em uma trama consistente com a cronologia dos jogos.
Ao contrário do que ocorre no game, em que cada um dos personagens segue por um caminho, no longa os dois trabalharão em equipe. Claire, assim como o irmão, está envolvida com a causa anti-bioterrorista, associada à ONG Terra Save. A moça é surpreendida por um ataque bioterrorista no aeroporto de Harvardville, onde desembarca após uma viagem de trabalho, e tudo parece iniciar-se com alguns passageiros de um vôo comercial que começam a apresentar sintomas estranhos durante a viagem. Em poucas horas, o aeroporto é tomado pelo vírus, transformando boa parte dos que ali estavam em zumbis. A situação se torna caótica e forças especiais precisam atuar para conter a ameaça. O SRT (Special Response Team), comandado por Angela Miller e Leon S. Kennedy,é recrutado, e os heróis não são surpreendidos apenas por zumbis, mas também por uma criatura maior e bastante assustadora. Após o aparente fim da empresa farmacêutica Umbrella, quem estará por trás do incidente?”

Trailer:

Download do filme:

RedeDownload (Clicar em [+] Fazer Download, que você será direcionado ao site de download. ATENÇÃO: Vão abrir duas páginas, uma delas de TV online e a outra de download, que se abrirá sobre a página do Rede Download. Ignore o da TV Online)

Filme legendado em português.

3. LIVROS E GIBIS

3.1 Livros

A série Resident Evil possui um total de 22 livros. Desses 22, sete são da série de S.D Perry, uma autora especialista em novelas de ficção e terror. Ela reconta e inova detalhes sobre os primeiros jogos da série, e incluí contos inéditos. São eles:

- Resident Evil 1: The Umbrella Conspiracy

- Resident Evil 2: Caliban Cove

- Resident Evil 3: City of the Dead

- Resident Evil 4: Underworld

- Resident Evil 5: Nemesis

- Resident Evil 6: Code: Veronica

- Resident Evil 0: Zero Hour

Outros três (Dos 22) são de Keith R.A DeCandido, que utiliza-se de cenas excluídas e detalhes do roteiro dos filmes para fazer livros baseados nos mesmos:

- Resident Evil Genesis

- Resident Evil Apocalypse

- Resident Evil Extinction

Os outros são séries avulsas, como artworks, arquivos secretos, ou contos paralelos para explicar falhas em alguns jogos. Não me focarei tanto nas revistas e nos livros, para dar mais preferência aos jogos.

3.2 Gibis

Até agora, Resident Evil conta com quatro revistas em quadrinhos, cada uma contendo histórias inéditas e/ou anteriores/posteriores à alguns jogos. Também há arquivos secretos, cartas, entre outros que colocam o fã da série mais por dentro de seu jogo preferido. São eles:

- Resident Evil Collection One

- Biohazard The Umbrella Chronicles: Prelude to the Collapse

- Resident Evil Fire & Ice

- Resident Evil: CODE: Veronica

4. OUTROS

4.1 Jogos para Celular

A saga da zumbizada de Raccon City também invade celulares!

- Resident Evil Assault the Nightmare:

“ Neste game em primeira pessoa, o objetivo é matar todos os zumbis de uma área para então seguir para a seguinte. Inspirado em shooters, só é possível ver a arma do personagem, cuja mira pode ser controlada para todos os lados. Zumbis e corvos são os inimigos principais, enquanto itens de cura, chaves e armas diferentes (que na realidade não têm diferença alguma da arma padrão) caem da parte de cima da tela. Ao final de cada estágio, você deve selecionar uma porta que dá acesso ao próximo.”

Download:

Resident Evil Assault the Nightmare

- Biohazard 4 Mobile:

“Exclusivo do Japão, este game apresenta gráficos impressionantes para jogos de celular. Totalmente em 3D, Leon pode andar livremente pela vila, matando Ganados (que estranhamente tem a pele azulada) e outros inimigos das versões para consoles. Ashley também está presente, assim como diversas armas do original.”

- Resident Evil Confidential Report:

“Este game, ao contrário dos outros jogos lançados para celular, possui uma trama que se passa durante a infecção de Raccoon City. Dois personagens são jogáveis, Tyler Hamilton, um policial novato cuja missão era vigiar uma fábrica na noite do incidente; e a agente do FBI Naomi McClain, que estava na cidade para investigar os experimentos da Umbrella. Com duas histórias separadas, divididas em quatro capítulos, o jogo conta com uma grande quantidade de inimigos vistos na série como zumbis, Cerberus e até mesmo o Nemesis, mas peca por sua jogabilidade travada.”

Download:

Resident Evil Cofidential Report 1 ao 4

- Resident Evil Degeneration Mobile:

“Resident Evil Degeneration Mobile foi lançado em dezembro de 2008 para o N-Gage, sistema de jogos móveis exclusivo da Nokia. Com uma jogabilidade parecida como a de RE4 Mobile, você controla Leon Kennedy, que é enviado ao aeroporto de Harvardville para lidar com a infecção no local. Contando com o suporte eletrônico de Ingrid Hunnigan, o agente deve enfrentar os clássicos zumbis pelas diversas salas do terminal, enquanto coleta munição e resolve enigmas simples.

Uma segunda versão deste game também foi produzida, podendo ser jogada também em celulares que não contam com a tecnologia N-Gage. Bem similar a Resident Evil The Missions, o jogo é em primeira pessoa e o objetivo é completar pequenas missões, como matar todos os inimigos de uma sala ou resgatar alguém.

Ainda, uma terceira versão foi lançada no início de 2009 para o iPhone e iPod Touch. O game é muito semelhante à versão N-Gage, mas com gráficos melhores e personagem movimentado por controles exibidos na touchscreen do aparelho. Um sistema de upgrade de armas também está disponível nesta edição.”

Download:

Resident Evil Degeneration 3D

Resident Evil Degeneration – NGage

Resident Evil Degeneration Java

- Resident Evil Director’s Cut:

“Este game, exclusivo para o mercado sul-coreano, foi lançado em junho de 2005 como jogo embutido no celular Gamephone (modelos SCH-G100 ou SPH-G1000) da Samsung. O game faz uso do sistema de vibração do aparelho, e é um port completo da versão lançada originalmente para o Playstation, incluindo os modos Original e Arrange, todas as roupas e finais alternativos.”

- Resident Evil Genesis:

“Com um sistema parecido com “Confidential Report”, os jogadores assumem o papel de Jill Valentine em uma versão modificada da mansão do primeiro game. Ao lado de Barry Burton e Albert Wesker (Chris não está presente no jogo), a policial deve sobreviver às hordas de zumbis que infestam o lugar. Este é o primeiro game da Capcom lançado exclusivamente nos Estados Unidos e tem como grande ponto negativo a péssima jogabilidade.”

Download:

Resident Evil Genesis

- Resident Evil Uprising:

“A sequência de Resident Evil Genesis retrata as aventuras de Claire Redfield pelas ruas de Raccoon City, dois meses após os incidentes do primeiro game. O jogo segue a mesma jogabilidade de seu antecessor, mas conta com puzzles e diversas armas com tipos variados de munição. Os gráficos deste jogo são melhores que os de seu antecessor, e os personagens aparecem maiores na tela.”

- Resident Evil The Missons:

“ Inspirado em Resident Evil 3, este game em primeira pessoa é composto de diversas pequenas missões, que vão desde matar um certo número de inimigos até resgatar um cidadão ou acabar com o Nemesis. Ao final do game, algumas recompensas são habilitadas, que dependem do caminho tomado pelo player ao longo do jogo. O jogo possui uma grande variedade de armas e itens especiais, mas apenas Hunters, zumbis e Nemesis serão enfrentados.”

Download:

Resident Evil The Missions 2D e 3D

- Biohazard The Operations:

“ Também em 3D e baseado no Remake do primeiro game da série, Biohazard The Operations é semelhante a Resident Evil: The Missions 3D. É possível jogar com Chris ou Jill, em diversas missões que acontecem dentro da mansão de Spencer e devem ser terminadas no menor tempo possível. Como bônus, estão armas mais fortes, como a Shotgun ou um lança-chamas, e itens especiais que aumentam a vitalidade do personagem.”

- Resident Evil Zombie Buster:

“O primeiro game de Resident Evil lançado para celulares lembra bastante o clássico “Space Invaders”. Neste jogo, você escolhe entre Leon e Claire e deve atirar contra os zumbis que vem em sua direção para mantê-los afastados de você. Os personagens não têm barra de energia e a morte é instantânea caso os monstros ultrapassem o limite. Pontos são dados a cada acerto nas criaturas e, ao final de cada fase, um chefe deve ser enfrentado. A variedade de inimigos é o diferencial deste game, já que zumbis, corvos e até mesmo Tyrants podem ser enfrentados durante os estágios. Uma versão melhorada deste game foi lançada algum tempo depois e denominada “Biohazard Zombie Shooter”.”

4.2 Produtos diversos:

- Resident Evil Energy Drink:

Disse pro medo “Hey, me ajuda a achar algo “diverso” sobre Resident Evil?” e ele me veio com ISSO:

EXATAMENTE! Uma BEBIDA com o nome Resident Evil!

Na verdade é um energético, catalogado como um “antídoto” para o T-Virus, o principal causador da dor de cabeça morta-viva do jogo. Outra forma de promover o tão famoso nome. Pelas fotos ela deve ter o mesmo tamanho que o RedBull.

É vendido em lojas de quadrinhos e pela internet. O engraçado é o comentário que encontrei em um site sobre a bebida: “Ela não é recomendada para menores, ou seja, se você tiver uma criança com o T-Virus você está FERRADO!”

- Biohazard Pachislot:


“As máquinas de pachislot, que são uma espécie de mistura entre um videogame e um caça-níqueis, são muito populares no Japão, e foi pensando nisso que a Capcom se juntou à Yamasa para produzir uma versão de Biohazard para esses aparelhos. Baseada no Remake do primeiro game da série, a máquina segue o pesadelo enfrentado pelos S.T.A.R.S., durante sua estadia na mansão de Spencer, incluindo diversas batalhas contra armas biológicas da Umbrella e a conspiração do vilão Albert Wesker.
Apesar de ter gráficos similares aos do Gamecube e seguir uma trama parecida com a do game para o console da Nintendo, as semelhanças param por aí. Em Biohazard Pachislot sobram cenas de ação e frases de efeito, tudo embalado por uma trilha sonora basicamente rock n’ roll. Diversos momentos são bem diferentes do game original, com destaque para as cenas em que podemos ver Chris, Jill, Barry e Rebecca agindo juntos, enquanto Wesker observa tudo a partir de uma sala de controle. Estranhamente, porém, a heroína principal está usando a roupa de Resident Evil 3 em vez de seu uniforme dos S.T.A.R.S.
O caminho seguido pelos personagens e seu destino durante as batalhas é decidido de acordo com o resultado obtido na roleta. Caso o jogador vença a partida, o game prossegue. Do contrário, o personagem sofre dano e pode até mesmo morrer, o que obriga o jogador a inserir uma nova ficha se quiser continuar jogando. Diversas rotas diferentes podem ser seguidas durante o game, o que aumenta o fator replay da máquina.
A divulgação de Biohazard Pachislot iniciou com a produção de um curta-metragem que mostrava flashes da aventura dos dois personagens principais e pode ser visto abaixo. Ao longo do tempo, diversos vídeos do aparelho foram disponibilizados na internet, a maioria deles publicados no site oficial da máquina
, que era atualizado periodicamente. O sucesso do game abriu os olhos da Capcom para o segmento de pachislots, e a empresa já afirmou a disposição de produzir novos aparelhos baseados em suas franquias. Biohazard Pachislot está disponível somente no Japão e, principalmente devido às leis brasileiras com relação a caça-níqueis, nunca deve chegar ao Brasil.”

Vídeos:

- Outros

Outra coisa que eu achei, e que não tem muito a ver com as calças mas eu PRECISAVA mostrar é este vídeo aqui:

No mínimo curioso…

Será que a saga de Resident Evil está tão distante da realidade assim?

Fontes: AdoroCinema, Wikipédia e REVIL.

Links dos jogos: Gamer de Celular

O MEDOB não tem nenhuma relação com os sites REVIL e Gamer de Celular, as sinopses apresentadas dos jogos pertencem APENAS ao REVIL, e os links dos jogos são pertencentes ao Gamer de Celular, todos os direitos reservados.

Resident Evil, marca, nome, e personagens são exclusivos da CAPCOM.

PS: Aproveito e pergunto… Falo de Fatal Frame ou não?Pois eu já falei dele na Mansão Himuro =P!

Bons Pesadelos…

57 comentários:

lol resident disse...

POST putaqueparivelmente imenso!
Ficou massa esse post,R.E é MEDO ao extremo,não é pra qualquer um.

*___cloud___* disse...

post pekeno em o_0'

Hellbound disse...

curti não
mais vlw mesmo assim

Dan Pery disse...

MELHOR JOGO D TODOS OS TEMPOS...TODOS SAUM OTIMOS...MAS EU TENHO UM CARINHO MTO GRANDE PELO RESIDENT 2 (NA MINHA OPNIÃO O MELHOR)...
OS FILMES DEIXARAM A DESEJAR (SOU MTO MAIS OS FILMES ANTIGOS D ZOMBIE) MAS MSMO ASSIM PRA QUEM EH FÃ TAH VALENDO...

Deyvisoon disse...

Caramba...isso que é vontade Hika...
Amei o post, perfeito, muito bem escolhido...
Fatal Frame acho que não há necessidade de ser citado novamente, mas por favor, não deixe de ter um carinho por Silent Hill...
Parabéns

BяüИø Kµяågåяä disse...

aee um poco longo pra ler de manha xD mas como sou fan lerei mais a noite =]
mas pela ZOIADA q eu dei agora
axo q FALTOU citar OS LIVROS DO RESIDENT EVIL =] q CONTA TODA A HISTORIA e explica de onde surgiu cada detalhe q nao se entende no jogo ATEH MESMO o lapso de tempo entre o 2 e o 3 O.o que eh uma coisa q eu nao entendo ateh agora

FALA SOBRE FATAL FRAME SIM o/
fatal frame 1,2 e o 3
silent hill 1,2,3 e o deploravel 4
clock tower
forbiden siren 1 2
hunting ground EH ASSUSTADOR
e tem um do game cube q joguei rapidex Q DA MT MEDO TBM eh no espaço e tem fantasma E SEU PERSONAGEM MORRE DO CORAÇAO xD (Nao lembro o nome) =]

fotos e videos para adolecentes disse...

mujito bom o post. Eu gostaria de ver uma serie com varias classicos como alone in the dark e fatal frame. mas também gostaria de ver um do bioshock que esta prometendo ser um novo classico.

Elriolt disse...

Ahh legal o post =]
Eu curtiria posts sobre os jogos que o Bruno falou ali em cima =]

E Bruno, quando você diz lapso de tempo é aquele negócio do RE 3 ser dividido em duas partes? (24h antes do RE 2 e 24h depois do RE 2)

BяüИø Kµяågåяä disse...

eh esse lapso de tempo sim =] do tres ser antes OU depois do 2

se for depois do 2 fica um poco estranho PORCAUSA DO ESTADO Q ESTA A RPD se for antes FICA ESTRANHO PQ A CIDADE EH DESTRUIDA
mas de qqr forma isso fica explicado (assim me disseram) sao mts livros pra ler xD

Guilherme disse...

adorei o post sou muito fan da serie toda (mas curto os zumbi passo lento xD) falto alguns detalhes, pouca coisa e é otimo q vc fale do fatal frame pq é um jogo q assusta msmo e tals bom vo da minha sugestao de jogo de terror call of cthulhu simplismente macabro vo escreve um resumo do q acontece vc ta numa cidade estranha onde ninguem gosta de vc e algo q eu descrevo assim "enorme rapido e sanguinario" ainda fica atraz de vc o jogo todo bom é um otimo jogo e achu q daria uma otima materia =DDD

bj kika vlw pela atençao *se vc ler isso =D*

James disse...

Hika, não li tudo (post "meio" grandão e eu tô só passando XD), mas não pude deixar de ler a pergunta do final. Fale sobre Fatal Frame sim, o foco do outro post era a Mansão Himuro em si e não os jogos. A história deles é interessante e tem o estilo de horror asiático que a galera deve curtir.
Mas não esqueça de falar sobre o Fatal Frame IV também, apesar de ser pouco divulgado e ter pouca informação por ser só em japonês.

Ah, se você criar o post, veja com o MEDO se ele te deixa postar o link do meu site sobre Fatal Frame (depois de visitá-lo e ver se vale a pena, claro xD). O link eu deixo no meu nick aqui.

Parabéns pelo ótimo trabalho, como sempre, e parabéns ao MEDO B pela ótima equipe também! o/

Ponzi disse...

Hika-chan, eu adoro os seus post, mas nunca tive mt coragem de comentar aqui kkkkkkkkkkkkk
otemes together! -lol
um jogo ótimo, porem pouco conhecido, pq td mundo que eu conheço ñ conhece o jogo, só o meu primo xD que tem uma história beeeem interessante é Parasit Eve, já jogou? É muito bom, recomendo
Bjooos a galera do MEDO B
;*

Bruno disse...

resident evil eh bom.
mas o melhores(in my opinion) são F.E.A.R.,Killing Floor,Dead Space,left 4 dead e arrisco a dizer Half Life 2

Michel disse...

Rapaz, Resident evil 4 é muito bom, mas com certeza em questão a survivor terror PURO eu mesmo diria sem sombra de dúvidas os nomes dos jogos: Left4 Dead e killing floor, que seguem uma fórmula pura de survivor terror, não que resident evil não seja suvirvor terror, mas resident evil também mexe mais com a questão de kebrar a cabeça pra solucionar uma coisa... como é muito bem visto nos 3 primeiros jogos da série.

Michel disse...

Ressaltando que, irá ter o 4º filme de resident evil 4, que seguira a mesma fórmula do JOGO residet evil 4 :D
Onde o protagonista Leon S. Kennedy séra feito por Jesen, o Dean wichester da série Supernatural, para a alegria geral dos fâs da série o/

Talvez isso mude porque parece que o filme só saira em 2011 então... ;D

HikaCheshire disse...

Paciência, gente, é uma SÉRIE, eu vou falar de vários!

Sílvio disse...

caramba!!!!!!! nao sabia q tinha tantas coisas de residente assim. (ò.Ó) mto bom



eu ja joguei varios, mas tem um jogo mto assustador tmb: Half life 2 - Ravenholm part (fase dos zumbis) vale a pena da uma olhadinha nele

Bruno disse...

hika-chan adorei o post =3 depois de ler esse "pequeno" texto ^^ deu vontade de jogar RE(Eu nunca joguei algum jogo da série ^^)
você poderia falar sobre o alone in the dark e Silent hill nos próximos posts ? gostaria de saber mais sobre esses ^-^.
kisu =3
abraços a todos do MEDO B

Rebeca disse...

Medo de jogar! :(

Wiccan disse...

Parabens Hika
Resident Evil é o classico :D
Eu particularmente gosto apenas dos três primeiros games, mas morro de vontade de jogar o Umbrella Chronicles { num tenhu Wii, buuuuaaa.... }, uma coisa legal da capcom é que ela reconhece os furos em seus games e depois tenta concertar com capitulos paralelos { como o caos em Street Fighter, q só agora dá pra entender a historia direito }, isso dá mais profundidade a mitologia das series, algumas empresas deveriam aprender isso.

A triade do mal é com certesa Resident Evil, Silent Hill e Fatal Frame. Deixa o game do Ring pro final pq tecnicamente falando num seria uma serie :D

Anônimo disse...

RE é bom, mas tipo naum faz medo em todo mundo

eu vo arrumar uns jogos de terror e entro em contato



post show

TikO disse...

MELHOR Topiko Para o Melhor Jogo!
Meus Parabens!

20ºAngel disse...

Tia,realmente você tem fazer post de falta frame. Lembra caprichar em contar história, os fantasma principais e as partes assustadoras XD. Parabéns mesmo pelo post.

marininha_bp disse...

meeuuu eu tenho o primeirãaao do ps1 ainda. UHAUHS qndo eu era mais novaa eu chorava de tanto medo qndo jogavam ,meuu se ia andando pela casa e os zumbis vinham atraz de voce ,SE ele nao te desse um puta susto puxando seu pé. adorei o post.

Ghayl disse...

A Hika é linda, inteligente, gosta de mangá, jogos...
Que mulher maravilhosa...

Lili Willis disse...

Yeyy!!eu soh fã mor de resident evil!!!*-*

mega post @@

e naum sabia desse filme!!mas naum consegui baixar pelo link lah..~~

Hellbound disse...

nossa ainda vai ter mais?
vou ficar um tempo no issoébizarro pq tem gente q não curte esse série
até mais

DEVIL disse...

Q POST Q NADA
ISSO FOI UMA REPORTAGEM....
KER UMA DICA? MANDA ISSO PRA
"MUNDO ESTRANHO" OU A "SUPERINTERESSANTE"

=] disse...

Hellbound disse...
nossa ainda vai ter mais?vou ficar um tempo no issoébizarro pq tem gente q não curte esse série
até mais

tchau NAO sentiremos a sua falta =]
HOHO aproveita se vc VER ALGUNS POSTS antigos DO IEB q tem coisas DO GENERO indica pro medo JA Q VC NAO GOSTA DESSA SERIE seja util ao inves de reclamar de sujestoes e indike algum tipo de materia NAO FIKE APENAS SENTADO ATRAZ DO PC esperando q SEMPRE VAI VIR algo q vc goste ;*

Anônimo disse...

devil vem aqui pra encher o saco(vai dizer que é 1 conselho,uma opinião ou alguma babaquice do tipo)
CARA VAZA DAKI QUE É O MELHOR QUE VOCÊ FAZ

hulei disse...

nossa muito bom post meus parabens!
resident evil e o melhor, e na minha opiniao o resident 2 foi o mais assustador (ainda nao joguei o 5 =[ )
eu nao sabia que existia livros sobre resident evil,(capcom quer tirar ate a ultima moedinha dos fas de RE shushu) como disse o bruno, onde sera que eu acho eim?
flw

hulei disse...

obs: putaqueopariuputaqueopariuputaqueopariu o video da avon ser a umbrella foi muito massa kkkkk
sera eim?
sempre desconfiei daqueles catalogos cheio de modelos hsuuhs

HeRdK disse...

Eu realmente fikei com preguiça de ler ele completo por ser 2 da manha e foda... mais de manha vo ler :p
Ate aonde eu li estava otimo parabens pelo post.
RESIDENT EVIL E O MELHOR JOGO DO MUNDO *.* so viciado^^

kat disse...

liii tudo!!!! ameeeii! *-*

francodilan disse...

odeio residen evil LIXO, COMENTARIO Q E NEM BUNDA, CADA UM DA A SUA :)

guilherme disse...

hika eu queria pedi pra se vc puder de coraçao msmo me envia um email dizendo o q achou dos jogos q eu vo fala agora .. logico depois de joga ne =3

call of cthulhu the dark corners of earth:
O melhor jogo de suspense/terror ja feito ele é simplismente perfeito o clima de terror que ele consegue atingi decha vc em estado de panico total, vc sente akela agunia enquanto anda pelos cantos escuros e com akela forte sensaçao q algo vai te tritura a qualquer momento =D bom tenta baixa ele hika e se vc le essa mensagem me manda um email guilhermemrlopes@hotmail.com *so seu fan numero 1* =DD

Porão dos Downloads disse...

pooorra... tem tanto resident evil assim?? eu achava que tinha uns 5 só... hahhahaha
muito bom!! um dos melhores jogos de terror da historia...

Dilso disse...

pooorra... tem tanto resident evil assim?? [2]

existem outros jogos de terror, na minha opinião, melhores que resident evil, Legacy of Kain: Blood Omen, Heretic, Hexen, Hexen 2, Chasm, Quake..

pelo menos esses jogos tem historia, nao ficam apenas em matar mortos vivos, que convenhamos, ja ta ficando cansativo essa historia de mortos vivos...

t+

;) disse...

E eu que pensei que a biblia era grande. É um saco ter que ler post grande assim , mesmo que seja interessante.

Na minha opinião o Resident 4 é um dos melhores jogos do play 2

Robson disse...

Proximo post desses jogos que dão medo, fala de Silent Hill :D

Felipe disse...

Deep Fear, ninguém conhece Deep Fear.

Felipe disse...

E... Clock Tower, que é mais conhecido e tem mais títulos.

Anônimo disse...

Perfeito o Post parabens
Proximo deve ser Splatterhouse!!!
Abraços

Anônimo disse...

Nem li

DIM VOMITO disse...

O post ficou Perfect o melhor que vi sobre resident evil XD

1 jogo que gostaria de dar uma dica é forbidden siren de PS2 e outro tamben que ganharia destaque é BIOSHOCK que é digno de premio hehehe

Parabens pelo Post

nicholas disse...

vai ter sobre castlevania ? =D

Luis Motta disse...

Fatal Frame e Silent Hill
são duas franquias ótimas de jogos de terror,recomendo

Chester disse...

BOM a serie Resident Evil nem e grand :P

Anônimo disse...

[url=http://firgonbares.net/][img]http://firgonbares.net/img-add/euro2.jpg[/img][/url]
[b]xp home oem software, [url=http://firgonbares.net/]buy old software[/url]
[url=http://firgonbares.net/][/url] buy software to create in order software
educational software development [url=http://firgonbares.net/]autocad help[/url] software ottawa canada
[url=http://firgonbares.net/]cheap microsoft office and[/url] teacher discounted software
[url=http://firgonbares.net/]& software store[/url] microsoft budget software
adobe creative suite 3 student edition [url=http://firgonbares.net/]order computer software[/b]

Anônimo disse...

[url=http://sunkomutors.net/][img]http://sunkomutors.net/img-add/euro2.jpg[/img][/url]
[b]nik software discount, [url=http://sunkomutors.net/]on purchase of software[/url]
[url=http://sunkomutors.net/][/url] macromedia com software dreamweaver autocad 2009 and symantec anyivirus
buy dreamweaver 8 [url=http://sunkomutors.net/]sell trade software[/url] windows xp
[url=http://sunkomutors.net/]free software canada[/url] line software store
[url=http://sunkomutors.net/]buying selling software[/url] buying and selling software
cheapest place to buy software [url=http://sunkomutors.net/]autocad ownership[/b]

Anônimo disse...

[url=http://murudobaros.net/][img]http://murudobaros.net/img-add/euro2.jpg[/img][/url]
[b]adobe photoshop cs4 key, [url=http://murudobaros.net/]buy software licenses[/url]
[url=http://murudobaros.net/]download nero 6 0 for free[/url] buying used software coreldraw maps
software price compare [url=http://murudobaros.net/]stock price software[/url] where to buy cheap software
[url=http://murudobaros.net/]education software store[/url] 11 Mac
[url=http://murudobaros.net/]windows vista reviews[/url] free purchase software
cheap anti virus software [url=http://murudobaros.net/]to buy old software[/b]

Anônimo disse...

[url=http://vonmertoes.net/][img]http://bariossetos.net/img-add/euro2.jpg[/img][/url]
[b]academic software programs, [url=http://vonmertoes.net/]software installation order[/url]
[url=http://hopresovees.net/][/url] buy photoshop cs adobe photoshop cs for mac
adobe creative suite 3 master collection [url=http://vonmertoes.net/]agentoffice software[/url] 10 Advanced Mac FileMaker
[url=http://hopresovees.net/]microsoft software upgrade[/url] free store locator software
[url=http://vonmertoes.net/]iet discount software[/url] oem software legal
christian discount software [url=http://bariossetos.net/]buy mobile software[/b]

blowblack disse...

resident evil melhor serie (game) (filme)

\o

Anônimo disse...

http://markonzo.edu misleadon http://aviary.com/artists/Prilosec-prilos http://www.wikio.com/article/dishnetwork-169064384 gentlemanly http://www.bloglines.com/blog/homeairpurifiers http://bailfish.com/Forum/user/Profile.aspx?UserID=4733 http://www.answerbag.com/profile/1203979 http://www.answerbag.com/profile/1203979 raul regenerative http://socionics.org/user/Profile.aspx?UserID=29451 http://www.aarp.org/community/Purifiers/journals/ economical

Dj Marcio Weiss disse...

Parabéns, post impecável.
Melhor post que já li sobre RE, muitos detalhes e informações que eu nunca havia visto.

Novamente parabéns!

momo - judsonmaria.net

agatha maria disse...

Parabéns,adorei o post e tirei todas minhas dúvidas q eu tinha sobre RE..isso sim é um dossiê de verdade.
parabéns,amei!
já virei leitora fixa do blog S2

Jone Sodre disse...

os links de downloads nao funcionam!!!eu queria muito baixar e so acho aki entao dava pra conserta? valeu!!otimo post!