O Caboclo D'Agua

Faz tempo que eu não posto POSTO aqui né? (Tirando as traduções de Creepypasta, mas quem posta é o Medo).
Bem, hoje trago uma criatura criptozoológica, dessa vez do Brasil!

---------------------------------



O Caboclo D'Agua (Ou Nego D'Agua, ou Bicho D'Agua) é uma criatura que tem sido vista nas regiões de Ouro Preto, Mariana e Barra Longa, no estado de Minas Gerais. Habita o rio São Franscisco e outros rios menores, como o Rio Gualacho, em Barra Longa.


[leiamais]

1. Descrição.

A criatura é descrita como um ser muito feioso, que mistura pássaro, galinha, macaco e lagartixa. Teria também a pele cor de bronze e seria muito 'troncudo' e musculoso, com uma pele tão dura que nem balas conseguem penetrá-la e tem apenas um olho grande na testa. Não há detalhes sobre sua altura, além de uma descrição que diz que ele teria o 'tamanho de um homem'. Nada com agilidade e raramente deixa o rio.
Acredita-se que o Caboclo D'Agua viva no fundo de uma gruta de ouro, mas sua localização é desconhecida.

(Estátua do Nego D'Agua, no rio São Fransisco)
O Caboclo D'Agua seria um ser que protege as águas dos pescadores. Afunda barcos e há relatos de que ele teria matado um homem; não há detalhes da morte deste tal homem, mas possivelmente ele teria sido puxado para o fundo d'agua pela criatura. Ele também teria alguns poderes, como a capacidade de se transformar em outros animais para enganar os navegantes e virar seus barcos.
Mas ao mesmo tempo que é conhecido por suas maldades, o Caboclo D'Agua também pode trazer pesca farta aos pescadores que lhe agradarem; se ele não gostar de algum pescador, este jamais conseguirá uma boa pesca.

2. Avistamentos

As notícias mais recentes sobre o Caboclo D'Agua datam de Junho de 2011, quando ele causou uma onda de avistamentos em Minas Gerais, especialmente nas cidades de Mariana, Barra Longa e Ouro Preto. Embora dizem que moradores mais antigos das cidades já contavam histórias sobre ele antes deste surto.



(Reportagem do Jornal Nacional sobre o Caboclo D'Agua)

O folclore brasileiro teria muita influência sobre a criatura, e várias lendas diferentes surgiram para explicar de onde tal ser teria vindo. A mais conhecida delas provém de Mariana, que conta que o Caboclo D'Agua seria a reeincarnação de uma mulher que, no século 16, matava crianças e fazia sabão com elas.

Não se sabe ao certo quem foi o primeiro a avistá-lo, tudo o que se tem são relatos de alguns moradores e pescadores que passaram pela área e o viram, como os vistos nos vídeos. Aproximadamente 30 pessoas já o viram em Minas Gerais e em áreas do rio São Francisco, que ocupa quatro estados brasileiros (Minas Gerais, Bahia, Sergipe e Alagoas).

(Retrato-Falado do Caboclo D'Agua)

Os moradores andam tão assustados com a criatura que foi criada a "Associação de Caçadores de Fantasma", grupo formado pelo professor Milton Brigolini, de Mariana - MG, e cujo objetivo é coletar relatos das aparições e tentar capturar o bicho usando equipamentos de alta tecnologia.

Além disso, a associação está oferecendo uma recompensa de R$10,000 (Dez mil reais) para quem conseguir capturar ou pelo menos tirar uma foto do bicho! (Não existe uma foto sequer dele ainda, apenas desenhos.)

3. Proteção

Para evitar ser atacado pelo Caboclo D'Agua, pescadores utilizam algumas técnicas que dizem funcionar muito bem: Esculpir as famosas carrancas na proa dos barcos, para afugentar o ser; cravar uma faca na parte de baixo do barco, pois dizem que o aço assusta a criatura (E também remete à crença comum de que este material afasta manifestações sobrenaturais); e lançar fumo na água, já que dizem que isso acalma o Caboclo D'Agua, jogar fumo durante um ataque também ajuda.

(A famosa carranca, usada também pra afastar o bicho)

Agora fica a tão famosa pergunta: Real? Mito? Será mesmo que alguma coisa habita as águas dos rios mineiros? Quem sabe...

Bons Pesadelos...