O Edificio Joelma

Opa! Baumcuméquitá?


O post de hoje veio a partir de um pedido que vi nos comentários do meu post anterior, achei que seria um assunto legal pra trazer pra cá. É muito facil a gente encontrar com vários videos/fotos na internet de fantasmas lá do Japão, EUA, e etc. Mas parece que quando a coisa é mais perto da gente começa a fazer mais sentido, e talvez não pareça tão falso assim.
Quem mora em SP conhece o lugar do Edificio Joelma (não a do Calypso que foi traida pela lua) como Edificio Praça da Bandeira.
Em 1974 o Edificio Joelma pegou fogo, matando 188 pessoas, ferindo mais de 300 das 756 pessoas que estavam no prédio. De acordo com a perícia, o motivo do incêndio foi um defeito em um dos ares condicionados do 12º andar.

Mas ai você pergunta: O que tem de sobrenatural nisso?

A tragédia acabou ajudando a espalhar entre a população rumores de que o terreno onde o prédio foi construído seria amaldiçoado, com especulações de que ali teria sido um pelourinho, e que fantasmas rondavam o local. Durante o incêndio, treze pessoas tentaram escapar por um elevador, mas não conseguiram. Os corpos, não identificados, foram enterrados lado a lado no Cemitério São Pedro, em São Paulo. O fato acabaria sendo a inspiração para o chamado "mistério das 13 almas", que atribui a elas diversos milagres.A fama de mal-assombrado aumentou ainda mais após a divulgação de que ali teria sido local de diversos assassinatos, no chamado "Crime do Poço"(que você vai entender nos videos do Linha Direta).

Para entender o que aconteceu melhor:






[leiamais]

Veja algumas fotos da tragédia.



Dizem que no cemitério onde foram enterradas 13 pessoas que entraram no elevador pra se salvar e morreram queimadas, ainda se escutam gritos durante a noite. O vigia do cemitério diz que os gritos só param quando se joga água sobre os tumulos.

Seguem alguns relatos de pessoas que viram algo estranho no novo edifício que está hoje no lugar da tragédia.

"Em um escritório da advocacia alugado pouco tempo após a re-inauguração, uma assistente ficou até mais tarde para organizar os documentos deixados no final do expediente.Como já era tarde da noite, e devido a existência de muitas salas ainda vazias e sem utilização, o prédio mantinha um silêncio sombrio e assustador. Isso em conjunto com as lembranças do incêndio que ocorreu no passado, produzia um ambiente ainda mais assustador.
Em certo momento a assistente ouviu um barulho na ante-sala do escritório, como se a porta tivesse sido aberta.Quando ela foi olhar, a porta estava fechada, como havia estado antes.
Então ela imaginou que fosse uma outra porta em outra sala do mesmo andar que havia gerado aquele ruído. Instantes depois ela ouviu o barulho novamente, e quando se voltou, viu um vulto de uma mulher passando pela ante-sala.Ela se assustou chegando a dar uma grito.
Foi observar novamente e não havia ninguém no local, apenas ela. Rapidametne ela pegou suas coisas, e saiu do escritório. Quando foi trancar a porta, novamente ela viu o vulto de uma mulher no fundo do corredor, desaparecendo em seguida.
A assistente rapidamente deixou o edifício e tempos depois se demitiu, pois havia a necessidade de ficar em alguns dias até mais tarde e ela não concordou com a solicitação, temendo ver aquele vulto novamente ou algo ainda pior ".

Mais um relato.

"Havia chegado com minha perua Kombi no sub-solo do Edifício "Praça da Bandeira", para entrega de algumas encomendas, isso aproximaamente às 20:00' horas.Estacionei como de costume, sendo que meu ajudante retirou as encomendas da perua para entregá-las no local solicitado. Permaneci então ali dentro da perua sozinho, aguardando o retorno do ajudante para irmos embora.Algum tempo depois, como que por espanto, vi surgir no fundo do estacionamento uma mulher vestida toda de branco, sendo que ela veio se deslocando em direção à minha perua.
Nesse momento notei que ela não estava caminhando, e sim flutuando a alguns centímetros do chão, indo em direção à outra parede do estacionamento, desaparecendo em seguida.Saí então da perua e subi até o andar onde estava meu ajudante, e contei para ele o acontecido, saindo em seguida rapidamente do edifício.Hoje evito de todas as maneiras fazer entregas à noite naquele local".



Só pra complementar, assista o linha direta sobre o caso. Incluindo o caso do "Crime do Poço".São 7 partes.

Parte 1


Parte 2


Parte 3


Parte 4


Parte 5


Parte 6


Parte 7


UPDATE:

Um dos nossos leitores (crinos99) nos mandou o link de um filme baseado no acontecimento do edifício Joelma (não a do Calypso) quem quiser ver o filme é só clicar AQUI.

Espero que vocês tenham gostado. Desculpe pelo tamanho do post mas o assunto é bem legal =]

Pra me seguir no twitter é só clicar AQUI .

Bons pesadelos!