6 de fevereiro de 2013

Curiosidades sobre o filme "O bebê de Rosemary" (1968)


 

Rosemary e seu marido mudam-se para um novo apartamento em Nova York, onde passam a conhecer alguns vizinhos que possuem modos estranhos de agir. Rosemary começa a se incomodar com a invasão de privacidade que sofre, ao mesmo tempo que o marido parece conviver bem com a situação. Quando ela engravida, tudo piora e ela, mesmo que desconfiada, não faz ideia da verdade macabra que há por trás de sua gravidez.
Um clássico, um marco e um grande sucesso, O bebê de Rosemary foi o escolhido de hoje para as curiosidades do Medo B. Confira!

[leiamais]



- Antes de se decidir por Mia Farrow, Roman Polanski originalmente tinha em mente sua esposa, Sharon Tate, para fazer o papel de Rosemary.

- Sharon Tate faz uma ponta na cena em que Rosemary dá uma festa para seus “jovens” amigos.

- Existem rumores de que, para fazer as cenas de rituais e cânticos satânicos serem o mais realista possível, o diretor Roman Polanski contou com o auxílio de Anton LaVey, fundador da Igreja de Satã e autor de "The Satanic Bibles", que teria servido como consultor nestas cenas.



- A voz da canção de abertura é de Mia Farrow.

- Roman Polanski se manteve o mais fiel possível ao livro de Ira Levin. Diálogos, esquemas de cores e até mesmo o figurino foi adaptado literalmente do que é descrito pelo autor. O diretor chegou até mesmo a perguntar a Levin qual era o número da revista New Yorker em que Guy Woodhouse vê uma camisa que quer comprar. Levin confessou que inventou esse detalhe.


- Foi durante as filmagens de O Bebê de Rosemary que a atriz Mia Farrow se divorciou de seu marido, o cantor Frank Sinatra.

- Oito anos após o lançamento de O Bebê de Rosemary, foi produzida para a TV americana uma sequência do filme, entitulada Look What's Happened to Rosemary's Baby.

- O roteiro, escrito por Roman Polanski, é baseado no romance homônimo de Ira Levin, publicado em 1967.


- William Castle comprou os direitos de adaptação do livro e levou o projeto a Robert Evans, da Paramount Pictures. Evans concordou em aprovar o filme apenas se Castle não o dirigisse. Isto devido à fama de Castle como diretor de filmes de terror de baixo orçamento. Em troca, ele concordou em fazer uma ponta como um homem próximo à cabine telefônica.


- A vinda do anti-Cristo é, à primeira vista, o tema principal de O bebê de Rosemary. Alguns chegam a dizer que o filme abriu caminho para os sucessos populares de "O Exorcista" e "A profecia" na década de 70.

- O produtor William Castle recebeu ameaças de morte, por causa do tema “anticristo” do filme.


- Mia Farrow realmente comeu fígado cru para uma cena no filme.

- A voz no telefone do ator que fica cego devido a uma maldição para que o marido de Rosemary consiga um emprego é de Tony Curtis.


- Foi o último filme do criador de efeitos especiais Farciot Edouart.

- Junto com Repulsa ao Sexo (1965) e Le Locataire (1976), O Bebê de Rosemary forma uma trilogia incidental de Roman Polanski sobre os horrores de se morar em apartamentos ou na cidade.


- O bebê de Rosemary nasceu em 6 de junho de 1966 (6/06/66).

- De acordo com Mia Farrow, as cenas em que Rosemary caminha em frente ao tráfego de carros foram espontâneas e genuínas. Roman Polanski lhe disse: “Ninguém vai atropelar uma mulher grávida”.

- Embora não contenha sangue ou morbidez, O Bebê de Rosemary é considerado um dos mais assustadores filmes de todos os tempos. Por quê? A natureza assustadora do filme não está em seus efeitos especiais, mas em sua premissa realista.


- Susan Atkins, membro da família Manson, que mais tarde assassinou a esposa grávida de Polanski, Sharon Tate, foi um ex-seguidor de Anton LaVey (fundador da igreja de satã e suposto auxiliar do filme).

- Este foi o primeiro filme americano de Roman Polanski. Antes, ele quase dirigiu Os Amantes do Perigo (1969), mas Robert Evans, da Paramount, decidiu que O Bebê de Rosemary seria mais apropriado para Polanski.


A MALDIÇÃO: 

- Em abril de 1969, William Castle é internado em caráter de emergência, com falência renal. No hospital,  testemunhas dizem tê-lo ouvido delirar e dizer: “Rosemary, pelo amor de Deus, solte esta faca!”

- No mesmo hospital estava Krysztof Komeda, compositor da trilha sonora de O Bebê de Rosemary e grande amigo do diretor do filme, Roman Polanski. Komeda morreu por causa de um coágulo no cérebro.

- Quatorze meses após o lançamento do filme, Sharon Tate (que estava grávida de 8 meses) foi ritualisticamente morta por membros da família de Manson. Ela foi esfaqueada 16 vezes e seus assassinos escreveram as palavras "Morte aos porcos" com seu sangue na parede da casa de Polanski.

Sharon Tate
- O crime ficou conhecido como “Helter Skelter”, nome de uma música dos Beatles (a expressão significa “caos”, “decadência”). A última coincidência vem 11 anos depois, o beatle John Lennon é assassinado na porta do prédio onde morava… o Edifício Dakota, o mesmo onde se passava a trama de O Bebê de Rosemary.


Premiações:
*Oscar 1969 (EUA)
- Venceu na categoria de melhor atriz coadjuvante (Ruth Gordon).
- Indicado na categoria de melhor roteiro adaptado (Roman Polanski)
*BAFTA 1970 (Reino Unido)
- Indicado na categoria de melhor atriz (Mia Farrow).
*Prêmio David di Donatello 1969 (Itália)
- Venceu na categoria de melhor atriz etrangeira (Mia Farrow).
- Indicado na categoria de melhor diretor estrangeiro (Roman Polański).
*Globo de Ouro 1969 (EUA)
- Venceu na categoria de melhor atriz coadjuvante (Ruth Gordon).
- Indicado nas categorias de melhor atriz de cinema - drama (Mia Frrow), melhor trilha sonora (Krzysztof Komeda) e melhor roteiro (Roman Polanski).

Post by: Loucifre
Twitter: @loucifre

Bons Pesadelos...

30 comentários:

Natasha disse...

Roman Polanski. <3

Marcio Rogério disse...

Já havia assitido, mas não sabia o acontecido com Sharon Tate, tenso. Valeu MedoB.

cELsO mOrAEs disse...

Muito interessante. É realmente uma obra-prima do terror, sem apelações de qualquer espécie.

Victor Silva Melo disse...

Adorei o post, esse filme é muito foda, e a maior parte das curiosidades eu não conhecia, nem a ligação do filme com o charles manson

Klaus Meyer disse...

muito bom!!

patureau disse...

ótimo post louise ! essa série de posts de filmes de terror ta muito boa =) só um pequeno adendo, não foi exatamente o assassinato de sharon tate que ficou conhecido como helter skelter, helter skelter era o nome que manson dava a "guerra apocaliptica racial" que supostamente aconteceria em breve e que ele estava tentando "apressar" com os assassinatos, portanto helter skelter seria mais o motivo dos crimes e as vezes usado para designar o caso mason em geral =) mas enfim no geral foi um ótimo post e manteve o nivel de qualidade dos anteriores =)

savio alves disse...

Achei q faltou bastante informação... Tem bem mais mistérios.

Arthur Ribeiro disse...

Uma verdadeiro clássico do cinema, e um dos meus filmes favoritos. É de ficar impressionado a força que o filme tem pra te prender, e o suspense e agonia que ele cria desde o primeiro minuto, com aquela sensação de "vem merda por aí!". Ótimo texto, também... curti muito saber dessas curiosidades, e realmente, a morte da Sharon Tate e as outras coincidências são bem bizarras, combinam direitinho com a aura do filme. (:

SweetBeeMine disse...

Um filme que mostra muito bem a morte da Sharon é o próprio "Helter Skelter" que conta sobre Manson, sua "familia" e seus planos.

Bom post.

Luke Schimmel disse...

Morrer não é uma maldição, mesmo que por um coagulo no cérebro ou falência renal. Morte é só o destino de um ser biológico (exceto se você for um virtualmente imortal, então você seria uma especie de medusa).
Mas o do assassinato da Sharon... é influenciado sim.

Rabbit KBarros disse...

http://noticias.uol.com.br/tabloide/album/2013/02/02/jovens-zumbis-fazem-corrida-em-floresta-na-malasia.htm#fotoNav=6
sugestão de post

pierrot disse...

Ja fiquei com o pé atrás em saber de sobre envolvimento de satanistas na obra. Mas ótimo Post medo.

Edmundo Militani disse...

Curti, principalmente a curiosidade ligando o Manson. Não sabia. Ótimo post!

S/E disse...

O filme "Helter Skelter" que conta sobre Manson, sua "familia" e seus planos, é baseado num livro escrito pelo promotor que o condenou. O próprio Manson não aceita essa versão, e diz que tudo isso foi um grande circo criado pela mídia e pelo promotor, também. Tanto é que ele já deveria ter saído da prisão em condicional, mas por resistência recursa em ir em todas as audiências, pois estaria aceitando uma condenação injusta imposta a ele. Ele até hoje espera por outro julgamento, para que a versão dita por ele verdadeira seja exposta ao público em geral. Para maiores informações da versão do Manson basta entrar nesse site da organização aqui Brasil: http://atwabrasil.com/

Amarflor disse...

Por favooooor!! Faça um com o filme Helter Skelter!!!

Paula B. Brizola disse...

SDDS MEDO

Paula B. Brizola disse...

SDDS MEDO

Narrador disse...

Apesar de não ser um filme de terror pesado, gostaria de ver um post sobre o filme "Rainha dos Condenados". Foi um dos filmes sobre vampiros que eu mais gostei.Fica a dica.

AkaiS4asor1 disse...

é só eu q acho mt parecido cm American horror story?

Bússola do Terror disse...

Sinceramente, acho que essas coincidências não têm nada a ver com ´´maldições``.
Coincidências do mesmo tipo acontecem com vários outros filmes, novelas e seriados. Mas, quando acontece com um filme de terror, todo mundo embarca nessa de que o filme tá amaldiçoado e tal.
Eu, particularmente, não acredito nisso.

Mandy disse...

Não sabia da participação do satanista em questão, e outros fatos soltos... tô gostando dos posts de curiosidades! E eu também gostaria de saber mais sobre Helter Skelter.

KARINA OLIVEIRA disse...

Muito bom! Este filme é a maior prova de q terror não é só sangue. Uma boa história e um bom diretor podem fazer obras maravilhosas sem precisar recorrer ao clichê como é feito na maioria dos filmes hj..

Marta Macêdo disse...

Adorei o post!! =D

Rafael Pe. Nolasco disse...

Bom. Obrigado e te agradeço por postar online. Desejo sucesso à todos(este canal e internautas)...

Vinícius Marescalchi disse...

nunca assisti mais estou morrendo de vontade huhu, valeeeu medoB

Elpidio Dalla disse...

esse filme é mto loko...já tinha assistido...mas depois de ficar sabendo dessas "coincidências", vou assistir de novo...

Sibbila -Más hein- disse...

Muito bom o post, adoro essas curiosidades sobre os filmes.O medo podia disponibilizar alguns links de filmes para aqueles que ainda não viram, eu sei que é só procurar na net que da para ver, más o post ia ficar bem completo com o acréscimo dos links dos filmes, fica a sugestão. :)

wellington caetano disse...

O berço negro é um peça ícone do terror que não deve jamais ser esquecida.

fã de dublagem disse...

coincidencia com o nome rosemary de rosemry labianca o filme o bebe de rosemary

fã de dublagem disse...

estranha coincidencia com o nome rosemary de rosemary labianca o filme o bebe de rosemary
e o nome de leno labianca lembra o nome lennon dos beatles