9 de agosto de 2013

Creepypasta – Brincando de deus, o final.


Não leu a primeira parte? LEIA: Creepypasta – Brincando de deus

Após essa cena de filme de terror eu desliguei o computador, deitei na minha cama e comecei a imaginar o que era aquilo, muitas perguntas vieram na minha cabeça, será que eu o matei? Um jogo mesmo poderia fazer algo assim?

Meu primo me olhava com uma cara que não era de repressão, mas de pena e com o sentimento de livrar de algo… pelo menos foi o que me pareceu, que ele se tivesse se libertado.


Meus olhos começaram a pesar, eu lutei para deixa-los aberto e na terceira vez eu apaguei nessa noite eu tive um sonho de repente uma multidão estava a minha volta, alguns pareciam queimados, outros pálidos como fantasmas.


Acordei com meu primo me sacudindo, ele olhou para mim e falou:

- Você sonhou com pessoas mortas não é?

Eu o respondi:

- Como você sabe disso?

Ele sentou do lado da minha cama e começou a me contar a seguinte historia:

Eu também comecei a sonhar com pessoas, também as mesmas pessoas sempre, mas a diferença é que depois que meus pais os morreram também começou a aparecer, desde então eu nunca mais dormi por que eu não aguentava ver mais essas pessoas nos meus sonhos e gritando, chorando, crianças procurando os pais, hoje em seus sonhos eles estavam em silêncio, amanhã os gritos vão piorar e mais. Eu não quis dormir mais, estou buscando alguma resposta, do que seria, o por que eu sonho com essas pessoas que eu não conheço. Mas… depois que você começou a jogar, os sonhos começaram a desaparecer.eu  só digo que você deve parar, antes que seja tarde demais.

Eu tinha muitas perguntas para fazer, como onde ele tinha conseguido, por que ele fez aquilo, se eu estou morando com um assassino em série, gostaria pelo menos de uma chance de me defender ou pelo menos de destruir o computador.

Desliguei o computador, deitei na minha cama e comecei a pensar, por que não usar esse tipo de poder para algo maior, punir aqueles que a lei não o faz?

Tentei não pensar muito nisso… pensei em parar por um tempo de jogar para ver se os sonhos não me atormentariam por mais tempo. Infelizmente eu estava redondamente enganada, as coisas foram piorando, eles não queriam mais só gritar, eles queriam me tocar como se estivessem buscando uma saída do sofrimento eterno cujo foram aprisionados, resolvi fazer um teste.

Peguei um jornal local onde aparecia noticias de assassinos, estupradores, pedófilos e outras escórias do mundo.

E o primeiro nome para testarmos foi Billy Jenkins, 55 anos, ele foi acusado de matar duas pessoas e ainda estuprar a esposa de uma das vitimas, ele saiu da prisão em menos de dois meses por que era amigo de um político da cidade. Ele atualmente para o prefeito como secretário e você pergunta como um verme desses consegue um cargo assim?  Não precisamos nem ser detetives para decifrar isso.

Puxei minha cadeira, sentei no computador e automaticamente o jogo se iniciou eu não cliquei em nada, foi como se ele quisesse que eu fizesse isso o jogo abriu e uma janela apareceu escrita:


E depois essa janela fechou e o jogo começou, eu criei uma casa pequena, o pus dentro dela e coloquei bastantes objetos elétricos pela casa, ela era repleta de abajures, sons, tomadas e fazia ele constantemente mexer em cada um deles até eles quebrarem e causar um “pequeno acidente”. Demorou mais ou menos uma hora para acontecer alguma coisa, um abajur começou a piscar, eu o mandei usar o abajur e então aconteceu, após a cena de ver o personagem ser eletrocutado fiquei pensando se teria funcionado, era algo que eu gostaria de ter certeza.



Após a cena em que morte aparecia para levar o corpo dele  apareceu aquela  tela e com isso:


Eu escolhi que não, eu não estava com vontade de ter mais assassinos nos meus sonhos, mas eu acredito que cedo ou tarde eu teria que levar adiante isso. Clicando em não apareceu isso:


Em seguida o jogo se fechou um ruído novamente começou a sair das minhas caixas de áudio do computador, meu computador desligou sozinho e não me deixou fazer mais nada depois de eu ter clicado em não, resolvi levar ele a um técnico, mas quando eu fui puxar os cabos para desligar o ruído ficou mais alto e uma voz gritou: NÃO DESLIGUE!

Por um momento pensei que fosse alguma brincadeira de mau gosto do meu primo, apesar de que eu tenho quase certeza de que não foi ele por que ele já passou por muita coisa para brincar com isso.

Acendi um cigarro, fiquei olhando para a janela e tentei me acalmar um pouco, logo mais no jornal da televisão o apresentador comunicou que o secretário do prefeito, Billy Jenkins foi encontrado em casa eletrocutado após ter retirado uma lâmpada do seu abajur.

E foi nesse momento vi o que eu poderia fazer o poder que eu tinha dentro do meu quarto, controlar o destino das pessoas, acabar com meus desafetos, algo dentro de mim nesse dia me mudou completamente.

E o mais interessante é que eu estava eu gostando disso.

Dois meses depois se passaram, comecei a juntar jornais antigos sobre assassinos, fotos de criminosos procurados, meu primo fazia o mesmo sem me questionar, será que ele tinha a mesmo senso de justiça que eu?

Não me importava, eu só gostaria de ver aqueles que causaram algum tipo de sofrimento pagar pelos seus crimes, eu quero viver em um mundo onde não precise mais ver injustiça, mesmo que eu tenha que viver sozinha.

Começamos todo dia limpar um por um, cada criminoso escondido aparecia de repente nos jornais, como se houvesse algum tipo de doença que causasse acidentes, era assim que foram chamadas essas mortes, a epidemia dos acidentes, empresas de aparelhos elétricos recebiam multas, algumas tiveram que fechar porque não conseguiam explicar como que os aparelhos delas matavam pessoas, ou como fogões de repente transformavam a casa em um festival de quatro de Julho.

Devo admitir que as coisas para mim não estivessem também muito comuns, cada morte que acontecia, uma nova mancha aparecia no meu pescoço, a cada morte um ponto novo aparecia em meu pescoço, eu sentia um peso e durante a noite nos sonhos eu sempre sonhava com alguém apertando ele, me deixando sem respirar e até mesmo me impedindo virar para trás e ver quem estava segurando meu pescoço.


Contei isso para meu primo, ele disse que isso nunca havia acontecido com ele, isso me fez pensar, como assim nunca tinha acontecido?  Acho que pelo meu bem estava na hora de dar um fim nisso. Antes de tentar retirar meu computador ouvi novamente o mesmo grito: NÃO DESLIGUE. Meu primo estava com um olhar morto e de boca aberta como se estivesse preparado para me engolir, não dei atenção arranquei meu computador com todas minhas forças, não ligando para cabos, tomadas ou até mesmo o cd o peguei junto, levei para o meu quintal, meu pai guardava um galão de gasolina para caso houvesse alguma emergência, quando eu voltei com o galão de gasolina meu primo estava na frente do computador com os braços abertos e disse:

- Você não pode acabar com isso, eu não criei isso tudo só para uma fedelha maldita queimar tudo e acabar com o trabalho que tivemos você não vê? Nós podemos limpar o mundo inteiro com isso. E a única coisa que iria custar era a sua vida, pense comigo acabar com a escoria do universo somente em troca da vida de uma pessoa inocente?

Nesse exato momento meu pescoço começou a ser apertado novamente, eu resisti empurrei meu primo no chão e joguei gasolina no computador e nele também e enquanto ele ardia no fogo, eu o respondi:

- Eu nunca me importei com quem eu matava sim eles foram uma escória e agora te pergunta e depois que eu morrer, buscará outra inocente para usar? Continuara tudo a mesma coisa e vou parar com isso agora.

Fiquei feliz em ser uma fumante viciada, atirei meu isqueiro no computador e os dois queimaram, eu não senti nenhuma pena do que tinha feito, por que acreditei que fiz a coisa certa.

Uma vizinha assistiu tudo e chamou a policia, fui encaminhada para um reformatório como eu ainda era menor de idade, mas aos 18 acabei sendo encaminhada para uma prisão e é onde estou hoje, acredito que ninguém vai encontrar essa história depois que eu me suicidar.

Minhas palavras finais sobre isso? Eu não me arrependo de nada.




Post by: Loucifre
Siga no twitter: @loucifre

Bons Pesadelos...


101 comentários:

Eder Rocha disse...

muuuitoooo show essa história....

Vitor disse...

mt bom

Highor disse...

Uma versão mal escrita de death note ¬¬

Mateus disse...

Muito Death Note essa creepypasta

luiz_resposta disse...

Discordância... No começo da história ela fala que tem 20 anos, no final ela diz que nem completara 18... =/

Fernanda Santos disse...

luiz_resposta, com 18 anos foi transferida do reformatório pra prisão, e um tempo depois cometeu suicídio. Assume-se que ela morreu com 20 anos.

Fernanda Santos disse...

Mesmo que a creepy esteja parecida com Death Note nessa segunda parte, ela é muito boa.
Qualquer jogador de The Sims, como eu, ficaria meio impressionado ao ler isso. Kkkkkk

felipe disse...

Concordo com o Mateus acima, Death Note. Porém conseguiu fugir bem e fazer uma nova história.

Cinnamon Girl disse...

Death note <3
Ah, acho que o menino aí de cima não leu direito...
De qualquer jeito, ideia legal, mas mal escrito.

Metzger disse...

"[...]Eu também comecei a sonhar com pessoas, também as mesmas pessoas sempre, mas a diferença é que depois que meus pais os morreram também começou a aparecer [...]".

Que tipo de alucinógeno eu preciso usar pra entender essa desgraça? Caralho, a segunda parte conseguiu sair pior que a primeira.
Mais atenção nos textos, principalmente os traduzidos no Google Translate, por favor.
Desculpa a minha ignorância, mas "erraram feio... erraram feio, erraram rude."

Loke lawliet disse...

no maximo legal,porem 100% ficticia,e como ja falaram ficou um lance meio ''Death Note'' tambem

o0Bellzeboss0o disse...

Um mero fan de Death Note jogador de The Sims, da nisso xD...E precisam traduzir melhor isso ai e.e. Se é que foi traduzido..

Polly disse...

cada conto tem seu publico e cada escritor tem sua maneira de escrever e descrever seus personagens a historia. A história ficou muito boa, mas acho que poderia ter acontecido algo mais, poderia ter prolongado e ter colocado mais suspense. Mas de qualquer forma ficou muito muito boa a história.

One above all disse...

pode isso produção?

Chris disse...

pior creepy que já li. muito mal escrita, nossa, horrivel. -.-'

Paula Nascimento disse...

A creepy ficou horrivelmente mal escrita!
sem falar que esta segunda parte lembrou um pouco o death note, não posso dizer que foi ruim, foi legalzinha, mas poderia ter sido melhor...

Mateus disse...

As creepypasta de antigamente nunca serao como as de hoje, essa nova geraçao toddynho

Fabrício H.B.C. disse...

PERA AÊÊÊ! Ela foi presa sob qual acusação?
Matar pessoas num jogo? Queima de computador no quintal? Juntar jornais sobre mortes?

Parece escrita por uma menina de doze anos (que passa o dia todo no Facebook).



Henny Frida disse...

"Nesse exato momento meu pescoço começou a ser apertado novamente, eu resisti empurrei meu primo no chão e joguei gasolina no computador e nele também e ENQUANTO ELE ARDIA NO FOGO, eu o respondi:

- Eu nunca me importei com quem eu matava sim eles foram uma escória e agora te pergunta e depois que eu morrer, buscará outra inocente para usar? Continuara tudo a mesma coisa e vou parar com isso agora."

Fiquei feliz em ser uma fumante viciada, ATIREI MEU ISQUEIRO NO COMPUTADOR E OS DOIS QUEIMARAM, eu não senti nenhuma pena do que tinha feito, por que acreditei que fiz a coisa certa."
.
.
.
.
Mas eles já não estavam queimando? '-' Não gostei dessa creepy ;s

Stella Winston ~ disse...

Não gostei muito, achei super mal escrita :P

Mama Souza disse...

Muuuuuuuuuuuuito bom!!!!

Mila Neves disse...

Eu gostei! o/

Paola disse...

Eu particularmente não gostei. Não tem concordância, e essa segunda parte conseguiu ser pior que a primeira.

Viny disse...

baixando The Sims

jaime zauer disse...

no começo contava que ela tinha 11 anos... e fumava?

Augusto Victor disse...

Frases sem sentido, pontuação ruim, e uma tentativa ridícula e falha de imitação de Death Note. Pior creepypasta que já li. Não me considerem um hater, mas vocês erraram por muito nesta.

Marcela Fabreti de Oliveira disse...

A creepy inteira foi uma ideia boa, muito fácil de dar certo, mas que deu bastante errado por questão de alguns detalhes, principalmente pontuação, concordância e coerência. E, querendo ou não, a ideia perde a magia pra qualquer um que já tenha visto ou lido ou até ouvido falar de Death Note. Se ao invés de criminosos ela perseguisse as próprias desavenças ou armasse de um jeito para que suas vontades fossem feitas (afinal ela tinha a própria família no jogo, o que lhe impedia de fazer o pai chegar com um presente ou a mãe fazer o bolo que ela gosta?), apesar de um pouco clichê, evitaria ficar na sombra do mangá. Mas essa é só a minha opinião, longe de mim querer dizer o que o autor tem que fazer ou deixar de. Mas a revisão dos textos antes da publicação é realmente necessária, porque tira toda a vontade do leitor e boa parte do crédito pela trama.

Incógnita disse...

Sério que tem gente que gostou disso? Já tava ruim na primeira parte, quando virou uma cópia de Death Note... Triste.

Mônica Bittersweet disse...

Na minha opinião faltou detalhes =\ como a morte da amiga e do garoto que implicava com ela, e também como a Marcela disse, seria mais interessante se ela controlasse sua vida através do jogo e assim, criando um vício doentio por The Sims, outra coisa que deixou a desejar foi a história do primo, como a família dele morreu e etc.

Laurete disse...

Muito mal escrito, um plágio óbvio de Death Note.

Larisse Amaral Larisse disse...

Cara...muito ruim. Por favor, não poste mais creepypastas(ou qualquer outro texto) antes de aprender um pouco de Português e ler uns livros.

Kol disse...

Hahaha, ficou melhor do que eu pensei que ficaria.

E virou uma versão de Death Note LOL

Toyoko Yamano disse...

Essa foi a primeira creepypasta desse blog que eu detestei. Um PLÁGIO mal-feito de Death Note (como algumas pessoas já disseram), e sem coerência alguma. Honestamente, adoro The Sims, e acho que deveria ter uma creepypasta descente do assunto.
Eu adoro o Medo B. Podia ficar o dia inteiro no blog. Mas "Brincando de Deus"? Parece que estão tirando sarro dos leitores!

Daniel Martins disse...

gostei muito dessa historia apesar de ser um pouco parecida com death note, porem o final dele ficou muito fraco deu a impressão de q foi feito com pressa fora isso ficou muito massa

Daniel Martins disse...

affs a galera aki ta muito chata na boa eu só n gostei muito no final fora isso ficou foda mais na boa tem gente q só sabe ficar criticando ¬¬

Daniel Martins disse...

eu mandei uma creepypasta muito foda pro medob pelo email chamada o demônio do vestiário, mais eles nunca postam AFFS ¬¬

Sparda lost daughter disse...

Não preciso nem dizer que esta mal escrita pq isso todo mundo ja disse. Mas achei inpressionante ela n ter perguntado pro primo pq ele deixou ela jogar ja que sabia que podia matar pessoas(assim que ele disse e quando ela ainda n sabia do conplexo de raito do cara)

Sparda lost daughter disse...

Presta mais atenção! ela fala que jogou o primo no fogo junto.
Acho q isso é crime né

carlos henrique disse...

muito kira esse mulek ae

N Aügust disse...

Quem foi o responsável por essa porcaria mal escrita e plagiada?
nível baixo eem, discondancias e erros.. vish

Matheus Silva disse...

O QUE VOCES ACHAM DEWSSA CREEPYPASTA QUE EU FIZ?

Uma menina estava sozinha em casa com um joguim que ela achou turdia nu cemiterio ae ela resolve joga-lo Mas quando ela começa a jogar aparece ums barulhu istranhu Mas ela os ignorou completamente enquanto cumpria o macabro ritual: falar TUMBALAKAIÁ SORTA UM PEIDU I SAI FUBÁ!!! a medida que ela falava essas palavras os barulhos foram ficando cada vez mais altos e altos....e a menina soltou um grito enssurdescedor.e quando a mae voltou........ELA ESTAVA MORTA EM UMA POSSA DE FUBÁ us puliça disserum ki todu akeleh fubá foi misteriosamente peidad0 pela garota.Ate hoje nao se tem uma esplicação CONCRETA sobre esse tal misterioso fato.
FIM
Genteh eu emviei essa creepypasta pro minilua mas acho que eles acharam assustador DEMAIS para postar entao eu resorvi traumatizar as pessoa daki du medob AHAHAHAHAAHAHHAHA VCS NAUM VAUM CNSEGUIR DRMIR A NOITE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

TheMrPlayerNoob disse...

DORGAS ACIMA ^^^^^^

TheMrPlayerNoob disse...

Frases sem coerencia,horrível pontuação, e um plágio mal feito de Death Note.Porra medo b,qremos creppypastas decentes!!

Sandy Bonatti disse...

Mal escrita, Death note, The Sims,...PQP
Não tinha nada melhor pra postar não? ._.
Nada contra Death Note e The sims (mesmo pq já assisti DN e jogo TS kkk'), mas isso não foi nada assustador.

FERNANDO disse...

Death note +the sims=Brincando de Deus

Lady Strawberry disse...

não que eu esteja criticando o blog, eu sei que as creepypastas aqui postadas são retiradas de outros lugares XD porém, acaba perdendo um pouco a credibilidade, pois acontece o que aconteceu aí em cima... Um monte de gente reclamando :) bem, a ideia do conto pode ser interessante,mas acaba se tornando cansativo de ler, por causa do grande número de erros e falta de coerência em certos parágrafos :\ a pessoa tem que tentar adivinhar o que o autor(a) estava tentando dizer. por isso, eu aconselharia aos adms do medo b a darem uma corrigida antes de postar X3 por mais que tenham pego de outra pessoa, eu não vejo problema, melhor do que postar 'qualquer coisa' e depois ter gente reclamando e criticando o site :\

Tata Camargo disse...

Curtii!! (y)

FeLipe MJ disse...

Uma versão (muito) mal escrita de Death Note, mas o shinigami morre no final. A história é interessante, mas o MedoB podia ao menos corrigir a escrita antes de postar.

Julia Mafra disse...

Não gostei dessa Creepypasta, destestei pra ser sincera, the sims não combina para creepypasta, e ficar copiando não é bonito não. '-'

Vinicius Zordan disse...

A historia é boa, mas muito mal escrita. Por exemplo "... joguei gasolina no computador e nele também e enquanto ele ardia no fogo, eu o respondi - Eu nunca me importei com quem eu matava sim eles foram uma escória e agora te pergunta e depois que eu morrer, buscará outra inocente para usar? Continuara tudo a mesma coisa e vou parar com isso agora.

Fiquei feliz em ser uma fumante viciada, atirei meu isqueiro no computador e os dois queimaram" "depois que meus pais os morreram também começou a aparecer". A escrita está muito mal feita, mas fora isso a historia é boa.

LEO disse...

A creepy em si não é ruim, além de ser muito parecida com Death Note. Uma dica,revise o texto antes de postar,sabe como é sempre vai ter uns 30 pra condenar,mas continue com o bom trabalho xD

Luis-DS disse...

death note kkkkkk foda

melina oliveira disse...

Concordo com o Highor, me lembrou mto o Death Note no trecho em que ela fala que poderia ter poder sobre o destino das pessoas ou algo do tipo,a história é boa, mas eu gostei ainda mais da primeira parte...

Fernando Thiago disse...

fraca e sem sentido, até a "creepypasta" postada pelo Matheus Silva foi melhor '-'

FilipiSkater disse...

Que merda, eu tinha escrito um lindo e carinhoso comentario mas se apagou sózinho por alguma razão do além e deu preguiça de escrever de novo. Só vou parabenizar pela incopetencia de revisar muito bem a escrita antes postar. Aplausos*

Eu disse...

Gostei.

Mayara disse...

A idéia do texto é bem legal mas tem tantos errinhos que fica extremamente cansativo de ler e perde um pouco o sentido. =/

Gu§t@mB@ disse...

-Desliguei o computador, deitei na minha cama e comecei a pensar, por que não usar esse tipo de poder para algo maior, punir aqueles que a lei não o faz?

-Dois meses depois se passaram, comecei a juntar jornais antigos sobre assassinos, fotos de criminosos procurados, meu primo fazia o mesmo sem me questionar, será que ele tinha a mesmo senso de justiça que eu?

Death note XD cade o L? u.u

Brendon Khelf disse...

Death Note é você?

Soshia Simmons disse...

OMG Kira feelings everywhere, com certeza a guria pensou : "Esse mundo está podre..."

Vítor Siqueira disse...

Continuou fraco...

Pedro disse...

até que não está mal a creepy em si mas faltou concordância e tbm pontuações em certas partes

anonimo xd disse...

muito boa essa creepy

Vanessa Tamires ❧ disse...

Acho que foi a creep de jogo mais escrota que já vi xD
E olha que já li MUITA coisa ruim UHAUHAHUUHA

P Sinister disse...

estória fraca, contexto fraco, escrita fraca, um plágio horrível de death note. quem escreveu certamente não possuí o mínimo de criatividade nem bom senso...

bonbenjo disse...

Agradar esse pessoal é complicado... Cada um tem uma maneira de escrever uma história, se é fictícia ou não, não cabe a nós julgar, e tem alguns erros sim, se querem algo bem escrito, desliga a merda do computador e vão ler um livro, caramba gente, quanto mimimi's. Se querem uma creepy melhor ESCREVAM uma, e parem de difamar a dor outros.
Mais uma coisa... plágio de DN e blá blá blá. The Sims é um jogo onde você controla vida, e se com esse jogo pudesse controlar vidas reais? É totalmente viável.
Eu gostei da história, poderia melhorar os erros e tudo mais, mas em geral ficou muuuito boa.
Fica aqui a dica, vamos montar um concurso, reescreva essa história como vocês acham que ela ficaria boa e mande para a @Loucifre a melhor história ela posta aqui.

Tarciano Barbusa disse...

essa mina gosta pra caramba de death note e de fatal frame...... kkkkkk

Toyoko Yamano disse...

Agora você não pode dizer que não gostou, porque todo mundo fica dizendo que é mimimi.
"Agradar esse pessoal é complicado...". Bem, eu que o diga.

Isa Lins disse...

Muito mal escrita cara... Muito mesmo! Tinha tudo para ser uma boa história. O enredo é bacaninha e tudo, mas o final é muito clichê e as ideias são muito confusas... Sem ponto nem virgula! Mistura tudo e a pessoa se perde! Desculpa Loucifre, mas você vc vacilou feio nessa...

Unknown disse...

tava legal mais parei de ler quando virou dead notes

bonbenjo disse...

Saudades de Postes Como esse:
http://medob.blogspot.com.br/2009/11/mensagem-subliminar-em-propaganda.html#comment-form

jvb disse...

Seis tão assistindo muitos animes feras... Vi uns três ai

Roberto disse...

Por que ela desliga o computador 2 vezes no começo da segunda parte?

Ninja disse...

Que Bosta.

Lady Strawberry disse...

não é necessário ser um livro pra se ter uma leitura no mínimo 'entendível'. se você joga algo na internet, principalmente um conto, é pra agradar pessoas, então sendo assim, você tem que fazer isso de forma que prenda a atenção do leitor e que ele não tenha que quebrar a cabeça pra tentar decifrar o que o autor tentou escrever ^^' se não, não teriam um número gigantesco de creepypastas na internet, todas muito bem escritas

Rei do Sião disse...

Achei bem fraca essa creppypasta.
Acho essa história de "matar a escória" além de figura repetida uma tentativa vã de refazer a história da "pena de morte"... ô... uma bosta.

Bhu Kaulitz disse...

AHUUAHAUHAUHAUA DEATH NOTE XD

Anny Oliveira disse...

Escrita ruim, fraca. E o tema bem clichê, digamos. Medo B, Medo B, vocês já foram bons...

Alexandre cardoso disse...

Precisa dizer que é igual a DN só que com o The sims?! kkk

Pedro disse...

O Death Note brasileiro

Nikki Trancy disse...

Raito Yagami, parece que você tem competição. Quem será a justiça, o Deus do Novo Mundo? KKKKKK

Rafaela Martins disse...

nao me deu medo .. mas foi leCalzinho ... foi as duas coisas que eu gosto ... death note e the sims.. bjos ... mas faça uma historia que da mais medo ...
rafaela martins ...

Antonio Uchiha disse...

Death Note kkkkkk

patrick mesquita disse...

KKKKKKKKKK ela quis virar o Kira . Foda essa historia kkk

lilyangelical disse...

Sou fã de The Sims e de Death Note, gostei que a Creepy teve os dois, mas, ficou mal escrita e com poucos detalhes. Apesar disso foi boa.

Haschel disse...

Bem mal escrita. Primeiro ela diz que ele ardia no fogo. Depois ela diz que ela ateou fogo no computador e no primo (OK, mas ele já não tava ardendo no fogo?)

karollyne disse...

Concordo

Hermes Leonardo disse...

Então... Como começar a falar? Bem... Todos lembram que logo que Anderson Silva perdeu a luta ,por nocaute, gerou a maior repercussão. O que a população fez? "o apedrejaram em praça pública"... Ou seja, o cara é um dos maiores representantes que temos no UFC no Brasil e foi só ele ter um pequeno erro(comum entre humanos cometer erros)que todos passaram a critica-lo demasiadamente. Já entenderam onde quero chegar? Foi só o medo B postar algo vindo de digamos um deslise e todos começam a criticar. As pessoas não conseguem enxergar através dos erros. O medo B é um ótimo blog com ótimas "Creepypastas" e quando uma, que por sinal com ótima história, não é assim tão bem aceita todos os crucificam. Teve diversos erros, concordo, porem a história é muito boa... Eu amo death note, logo me identifiquei em meio a leitura. Parem com isso de plágio se realmente gostam do blog como dizem faça como muitos aqui que deram criticas positivas, ajudem o blog a crescer cada vez mais... Medo B um abraço. Parabéns pelo sucesso continuem assim e evitem tais erros, por que muitos aqui adoram falar mal e criticar porém nunca desgrudam do blog...

 Pσиzι disse...

Tava legal até virar uma cópia mal feita de Death Note. Melhor sorte da próxima vez :)

PG Gomes disse...

Texto mal redigido e é cópia barata de Death Note. Não curti

wooshi disse...

Death note mandou lembranças ;*

Glenn Danzig disse...

o maluco tinha onze anos na época e fumava. UEHAUHEAUEHAUHEAUHE e tá muito Death Note isso aí, na moral. anyway, bela imaginação.

florange2010 disse...

----------------LISTA DE GAYS-------------------------

Glaucia Pricila disse...

Pelo amor de Deus. Só nao vão ficar com mal impressão do The Sims, né? O jogo é da hora. Jogo ja faz 4 anos e nunca matei ninguém ^^

Tenten Mitsashi disse...

esse negocio é igual Death Note

Zé feijão disse...

Qualquer semelhança com Death Note é mera coincidência. xD

Trolls disse...

Death Note+Shinigami é que morre+The Sims+Creepy Super Mal-feita= Brincando de Deus

Evandro Ortega de Moraes disse...

Com toda a sinceridade, eu achei essa creepy uma das piores que já li. O texto é MUITO mal escrito e algumas coisas importantes foram deixadas de lado, como por exemplo, como a família do primo da menina morre. Outra coisa que não gostei foi deste trecho, que uma outra pessoa já comentou:
"Eu resisti empurrei meu primo no chão e joguei gasolina no computador e nele também e enquanto ele ardia no fogo, eu o respondi:
- Eu nunca me importei com quem eu matava sim eles foram uma escória e agora te pergunta e depois que eu morrer, buscará outra inocente para usar? Continuara tudo a mesma coisa e vou parar com isso agora.
Fiquei feliz em ser uma fumante viciada, atirei meu isqueiro no computador e os dois queimaram, eu não senti nenhuma pena do que tinha feito, por que acreditei que fiz a coisa certa."
Se o garoto já estava queimando, por que atirar o isqueiro nele e faze-lo queimar DE NOVO? Outra coisa que eu achei estranho era o fato de que a garota ainda era muito nova para já ser uma "fumante viciada". Ela tinha, se eu me lembro bem, 11 anos quando o primo dela foi morar com ela e 13 quando começou a jogar "the sims". Quando alguém resolve escrever uma estória, tem que conhece-la muito bem para não começar a escrever bobagens e, como é possível perceber, tem coisas aí que não tem coerência, e isso é uma coisa muito grave, porque confunde os leitores. Não sou um especialista no assunto nem sou ninguém pra julgar as outras pessoas, mas acho que se você tivesse se esforçado mais para fazer uma coisa bem feita o resultado seria bem melhor.

Luiza Brenda disse...

Death Note kkkkkk

Catarina Vaz disse...

Alguém pode dizer o que diz nas mensagens das imagens? As minhas não dão para visualizar :(

contadores de histórias disse...

Death Note misturado com The Sims,kkk