Annabelle

A MALDIÇÃO DA BONECA DO DIABO
Instalada no Museu de Warrens.



Em 1970, a mãe compra a boneca Ann. A boneca foi um presente para a filha Donna em seu aniversário. Donna, na época, era uma estudante na faculdade, se formando em enfermagem e morava em um apartamento minúsculo com sua companheira de quarto Anngie (enfermeira também). Satisfeita com a boneca, Donna colocou em sua cama como uma decoração sem pensar duas vezes... até certo dia.  Donna e Angie notaram que tinha algo estranho e muito assustador sobre a boneca. A boneca aparentemente mudou de lugar, movimentos imperceptíveis à primeira vista, como uma mudança de posição, mas com o tempo a mudança tornou-se mais perceptível. Donna e Angie voltavam para casa e encontravam a boneca em um quarto totalmente diferente de onde a deixaram. Às vezes a boneca era encontrada no sofá com as pernas e braços cruzados. Outras vezes era encontrada de pé, encostada em uma cadeira na sala de jantar. Diversas vezes Donna colocava a boneca no sofá antesde ir trabalhar e quando retornava para casa, a boneca estava em seu quarto com a porta fechada.



As Mensagens
Annabelle não apenas se movia, mas também escrevia. Cerca de um mês de experiências, Donna e Angie começaram a encontrar mensagens escritas à lápis em um papel de pergaminho que diziam "Ajude-nos" e "Ajude Lou". A letra parecia de uma criança pequena. A parte mais assustadora sobre as mensagens não era o que estava escrito, mas sim a maneira como eram escritas. Na época Donna não tinha  papel de pergaminho, no qual as notas foram escritas,de onde veio isso?


A Médium

Uma noite, Donna voltou para casa e viu  a boneca tinha mudado de lugar de novo, desta vez estava em sua cama. Donna chegou a achar que isso era típico da boneca, mas de alguma forma ela sabia que desta vez foi diferente, algo não estava certo. A sensação de medo tomou conta dela quando ela inspecionou a boneca e viu o que parecia ser gotas de sangue na parte de trás de suas mãos e seu peito. Do nada, uma substância vermelha surgiu na boneca. Assustadas e desesperadas, Donna e Angie decidiram que era hora de procurar aconselhamento especializado.

Sem ter o que fazer, elas contataram uma médium e a sessão foi realizada. Donna foi então apresentada ao espírito de Annabelle Higgins. A médium contou a história de Annabelle para Donna e Angie. Annabelle era uma jovem que residia no imóvel antes que os apartamentos fossem construídos, foram "momentos felizes". Ela era uma menina de apenas sete anos de idade, quando seu corpo sem vida foi encontrado no campo onde agora há apartamentos.

O espírito contou que sentiu conforto com Donna e Angie e que queria ficar com elas e ser amada. Sentindo compaixão por Annabelle e sua história, Donna deu permissão para que a boneca ficasse com elas. Elas descobriram em breve que Annabelle não era quem parecia ser.


Lou 

Lou era amigo de Donna e Angie e tinha estado com elas desde o dia em que a boneca chegou. Lou nunca tinha sido apaixonado pela boneca e em várias ocasiões advertiu Donna que a boneca era do mal e para se livrar dela. Donna tinha compaixão com a boneca e sem dar muita credibilidade a Lou, ficou com ela. A decisão de Donna foi um erro terrível.

Lou acordou uma noite de um sono profundo em pânico. Mais uma vez ele teve um pesadelo. Só que desta vez algo parecia diferente. Era como se ele estivesse acordado, mas não conseguia se mover. Ele olhou ao redor da sala, mas não podia discernir alguma coisa fora do comum, e então aconteceu:  olhando para baixo em direção a seus pés, viu a boneca, Annabelle. Ela começou a deslizar lentamente sobre sua perna, subiu sobre seu peito e então parou. Em poucos segundos a boneca estava estrangulando-o. Paralisado e ofegante, Lou, no ponto de asfixia, apagou. Lou acordou na manhã seguinte, certo de que não era um sonho, estava determinado a se livrar dessa boneca e o espírito que a possuía. Lou, no entanto, teria uma experiência mais aterrorizante com Annabelle.

Preparando-se para uma viagem no dia seguinte, Lou e Angie estavam lendo sobre mapas sozinhos em seu apartamento. O apartamento parecia estranhamente silencioso. De repente, sons vindo do quarto de Donna causaram o medo de que alguém possivelmente havia invadido o apartamento. Lou determinado a descobrir quem ou o que, discretamente fez o seu caminho até a porta do quarto. Ele esperou que os ruídos parassem antes de entrar e acender a luz. A sala estava vazia, exceto por Annabelle que estava jogada no chão, no canto.

Lou vasculhou a sala procurando alguma entrada forçada, mas nada estava fora do lugar. Mas como ele ficou perto da boneca ele teve a nítida impressão de que alguém estava atrás dele. Rapidamente percebeu que ninguém estava lá. Seu peito começou a sangrar, sua blusa estava manchada de sangue e ao abrir a camisa, descobriu sete marcas do que pareciam ser de garras. Três na vertical e quatro na horizontal, todas quentes como queimadura. Esses cortes se curaram rapidamente, metade foram no dia seguinte, e metade no outro dia.



Investigação Paranormal: Os Warren

Donna finalmente estava disposta a acreditar que o espírito na casa não era a de uma menina jovem, mas desumano e demoníaco. Depois das experiências de Lou, Donna sentiu que era hora de procurar aconselhamento especializado, contatando um padre chamado Padre Hegan. Padre Hegan sentiu que era uma questão espiritual e sentiu que precisava entrar em contato com uma autoridade maior na igreja, então ele contatou Padre Cooke que imediatamente contatou os Warren.

Ed e Lorraine Warren imediatamente tomaram interesse no caso e em contaram Donna sobre a boneca. Os Warren, depois de falar com Donna, Angie, e Lou chegaram à conclusão imediata de que a própria boneca não estava possuída, mas manipulada por uma presença desumana. Espíritos não possuem objetos inanimados, como casas ou brinquedos, eles possuem pessoas. Um espírito desumano pode juntar-se a um lugar ou objeto e isso é o que ocorreu no caso Annabelle. Este espírito manipulou a boneca e criou a ilusão de ela estar viva, a fim de obter o reconhecimento. Verdadeiramente, o espírito não estava querendo ficar ligado à boneca, ele estava querendo possuir um hospedeiro humano.

O espírito ou, neste caso, um espírito demoníaco desumano, estava na fase de infestação do fenômeno. Ele começou a mover a boneca ao redor do apartamento por meio de teletransporte para despertar a curiosidade dos ocupantes na esperança de que eles iriam dar-lhe reconhecimento. Logo previsivelmente o erro de trazer um médium para o apartamento para se comunicar com ele. O espírito desumano agora era capaz de se comunicar com o meio, caçava meninas vulneráveis emocionalmente, fingindo ser uma menina inofensiva. Durante a sessão, Donna permitiu que ele assombrasse o apartamento. Como o espírito demoníaco é negativo, ele começou a causar fenômenos claramente negativos, que despertou o medo através dos movimentos estranhos dessa boneca, que trouxe a materialização de notas manuscritas perturbadoras, as gotas simbólicas de sangue na boneca, e em última análise, até mesmo atacou Lou deixando para trás a marca simbólica da besta. A próxima etapa do fenômeno da infestação teria sido posse humano completo. Se essas experiências durassem mais 2 ou 3 semanas o espírito teria possuído alguém, se não prejudicasse ou matasse um ou todos os ocupantes da casa.

Na conclusão do inquérito, os Warren consideraram apropriado ter um exorcismo pelo Padre Cooke para limpar o apartamento. "Ao invés de expulsar especificamente entidades malignas da habitação, a ênfase é em vez voltada para encher a casa com o poder do positivo e de Deus. "(Ed Warren). A pedido de Donna, e como precaução contra os fenômenos de ocorrerem novamente, os Warren levaram a boneca de pano, juntamente com eles, quando eles foram embora.


A Conclusão

Padre Cooke embora desconfortável com seu papel de exorcista concordou em realizar o exorcismo. O casal de médiuns concordaram em levar a boneca de pano de volta para casa com eles. Ao sair, Ed colocou a boneca no banco de trás.

Então, em cada curva perigosa o carro desviava e parava, causando a falha da direção hidráulica e freios. O carro beirava a colisão. Ed foi para o banco de trás e tirou um frasco de água benta de sua mala, e encharcou a boneca fazendo o sinal da cruz sobre ela. Os distúrbios foram interrompidos imediatamente e os Warren chegaram em segurança para casa.

Quando os Warren chegaram em casa, Ed sentou a boneca em uma cadeira ao lado de sua mesa. A boneca levitava várias vezes no começo. Durante as semanas que se seguiram, porém, a boneca aparecia em diversos cômodos da casa. Quando os Warren estavam fora, trancavam a boneca no prédio externo, eles muitas vezes voltavam a encontrá-la sentado confortavelmente na poltrona. A boneca também mostrou um ódio pelos clérigos que vieram para a casa.

Em uma ocasião Padre Jason Bradford, um exorcista católico, veio para a casa. Ao ver a boneca sentada na cadeira, ele pegou e disse: "Você é apenas uma boneca, Annabelle, você não pode machucar ninguém", e jogou a boneca para trás na cadeira e Ed exclamou: "Isso é algo que é melhor não dizer ". Ao sair uma hora mais tarde Lorraine pediu ao padre para dirigir cuidadosa e que ligasse quando chegasse em casa. Lorraine previa uma tragédia para este jovem sacerdote, mas ele teve que seguir o seu caminho. Poucas horas depois, Padre Jason ligou para Lorraine e explicou que os freios haviam falhado quando ele entrou em um cruzamento. Ele estava envolvido em um acidente fatal que destruiu seu veículo. Este foi apenas um dos muitos eventos que ocorreram ao longo dos próximos anos.



Os Warren construiram um local especial para Annabelle dentro do Museu, onde reside até hoje. Desde que o caso foi concluído Annabelle já não parecia se mover, mas ela é considerada responsável pela morte de um jovem que veio para o museu de moto com sua namorada. O jovem depois de ouvir o relato de Ed da boneca, desafiadoramente foi para cima e começou a bater no vidro insistindo que, se a boneca pode colocar pessoas em risco, então ele queria também ser arriscado, Ed disse para o jovem, "Filho, você precisa ir embora "e o expulsou do prédio.

No caminho para casa, o jovem e sua namorada estavam rindo e tirando sarro da boneca quando perdeu o controle de sua moto e bateu em uma árvore, o jovem foi morto instantaneamente, mas a namorada dele sobreviveu e foi hospitalizada por mais de um ano. Quando perguntada o que aconteceu, a jovem explicou que eles estavam rindo sobre a boneca, quando perdeu o controle da motocicleta. Ed avisa para não desafiar o mal, que nenhum homem é mais poderoso do que Satanás.



Invocação do Mal

O filme foi baseado em história do casal médium Ed e Lorraine Warren, que trabalharam com casos famosos incluindo Amityville. Abaixo a foto da boneca real e a boneca usada no filme:

Agora quem não viu o filme vai ver e ficar bem mais assustado :P
Lembrando que isso tudo é real (ou no mínimo eles afirmam que é).

Sabine d'Alincourt