4 de julho de 2014

Sessão Terror da Semana #11


O Grito



Em Tóquio uma casa comum oculta o pavor que nela há, pois quando alguém morre em um momento de terror nasce uma maldição, que não perdoa nem esquece e faz as pessoas morrerem vitimadas por uma poderosa ira. Neste contexto surge a estudante americana Karen Davis (Sarah Michelle Gellar), que, desconhecendo a maldição, está no Japão em um intercâmbio cultural. Karen é voluntária do Centro Social de Apoio, pois isto conta crédito para sua formatura na faculdade. Ela inocentemente concorda em substituir uma assistente social que não foi trabalhar, sem saber que ela na verdade foi vítima da maldição. Karen vai até a casa amaldiçoada para cuidar de Emma Williams (Grace Zabriskie), que tem uma letargia grave associada a leve demência, o que a faz ficar dormindo quase todo o dia. Ao chegar vê Emma em um estado catatônico, enquanto o resto da casa parece estar abandonado e desordenado. Enquanto cuidava de Emma, Karen ouve estranhos sons na parte de cima da casa. Ao investigar ela se defronta com algo tão apavorante que seria incapaz de imaginar, pois dentro da casa há uma sucessão de fatos apavorantes que são o resultado de algo terrivelmente maléfico, que surgiu de forma horrenda anos atrás. Como mais pessoas morrem, Karen é envolvida no ciclo de horror e aprende o segredo da maldição vingativa, que criou raízes nesta casa. Agora ela tenta parar isto antes que seja muito tarde, mas por mais que ela aprenda sobre a maldição e suas origens a força maléfica que Karen enfrenta é algo que ela ainda não dimensionou. (2004)


Sugestão de Italo Araujo.


O Exorcista



Em Georgetown, Washington, uma atriz vai gradativamente tomando consciência que a sua filha de doze anos está tendo um comportamento completamente assustador. Deste modo, ela pede ajuda a um padre, que é também um psiquiatra, e este chega a conclusão de que a garota está possuída pelo demônio. Ele solicita então a ajuda de um segundo sacerdote, especialista em exorcismo, para tentar livrar a menina desta terrível possessão. (1973)


Sugestão de Italo Araujo.


Ilha do Medo





Em 1954, uma dupla de agentes federais investiga o desaparecimento de uma assassina que estava hospitalizada. Ao viajarem para Shutter Island - ilha localizada em Massachusetts - para cuidar do caso, eles enfrentam desde uma rebelião de presos a um furacão, ficando presos no local e emaranhados numa rede de intrigas. (2010)




Sugestão de Valéria Rélvia.


Uma Chamada Perdida





Diversas pessoas recebem mensagens via celular sobre seus últimos momentos de vida. Embora as mensagens possam ser deletadas, seus números crescem cada vez mais. Após testemunhar a morte de dois amigos com poucos dias de diferença, Beth Raymond (Shannyn Sossamon) está traumatizada. Ela sabe que ambos receberam as tais chamadas, que descreviam exatamente como seriam suas mortes. Entretanto a polícia não acredita nela, achando que Beth está perturbada. A única pessoa que crê no que ela diz é o detetive Jack Andrews (Edward Burns), cuja irmã faleceu num acidente parecido com o ocorrido com os amigos de Beth. (2008)




3 comentários:

Jorge Clemente Junior disse...

Ja vi todos esses

Talita Sousa disse...

O Grito e Uma Chamada perdida são fodas!

de Pacas disse...

Só filme top (Acesse meu blog também, se possível. ;) ).