26 de agosto de 2014

Medo do Escuro

 Traduzida pelo Mohamed


Minha esposa Cindy me provoca por eu ter 25 anos e ainda ter medo do escuro. Eu levo na esportiva, porque ela não viveu a minha infância e mesmo ela sabendo que eu fui sequestrado e mantido em um armário fechado por três dias, ela não tem idéia do terror que eu senti por ter ficado sozinho em um mundo escuro como breu, sentado no meu próprio lixo, ouvindo barulhos assustadores do outro da porta. Eu tive sorte que a polícia descobriu quem me levou, porque se não tivessem, eu sei que Kent Bromley teria me matado. Ele matou outras três crianças da minha idade. Agora ele é um homem velho apodrecendo numa penitenciária três estados de distância.

Hoje à noite nós estamos no meio de uma violenta tempestade com muitos raios. Toda vez que as luzes piscam o meu coração salta no meu peito. Cindy está calma, é claro, pegando velas e fósforos para garantir. Então acontece. As luzes morrem e eu começo a suar. Cindy acende rapidamente três velas e diz que está indo pegar a lanterna na garagem. Eu não quero que ela vá, mas a lanterna ajudaria. Minutos passam e eu sinto uma pressão sobre os meus ombros, a respiração quente no meu ouvido.

"Estou de volta, menino. Questões pendentes, sabe? "

Eu grito e caio para a frente, em pânico. As luzes de repente me cegam, iluminando Cindy que vem correndo para o quarto. Não há mais ninguém.

"O que aconteceu? Você está bem? ", Pergunta.

Estou prestes a pedir desculpas por minha loucura quando vejo uma sombra se movendo atrás dela.



Bons Pesadelos...

11 comentários:

Infinity disse...

Fiquei aflita!

Vinicius Paixão disse...

caramba essa creepy dá uma certa agonia...

LeMohamed Aki disse...

Que bom que gostou xD

malu disse...

adorei!

Morthicya Lovecraft disse...

Eita pega

Rhamon Acacio disse...

Caramba quase infartei putsz!

Gabi silva cafebaratoseafins disse...

tenho pavor de escuro ,quando a luz acaba perco o chao !!!!

novidades disse...

N entendi

Paulo Araújo disse...

Realmente tenso... Boa creepy!

Larissa Karin disse...

Boooa,pena que é curtinha

Pedro Pereira Alberto disse...

E todo mundo morreu :D